Coluna do Astério

O pré-candidato a governador em 2018, coronel Ulisses, chegou pisando firme com as botas.

“Vou passar como rolo compressor por cima do Gladson e Marcus Alexandre”.

As urnas vão confirmar, ou não!

O governador Tião Viana (PT) participa de encontro mundial na Alemanha, a COP21, com destaque para o Acre.

Viabiliza cerca de R$ 113 milhões para o Estado com a Alemanha, Reino Unido e, provavelmente, Noruega.

Tem gente que reclama, mas é melhor do que ir jogar baralho ou viver pescando como faziam alguns no passado.

Até as datas cívicas não se comemorava mais!

Perde muito a Ufac se realmente o reitor Minoru Kimpara decidir disputar vaga no Senado pela Rede Sustentabilidade.

Suas chances, com todo respeito e seriedade de quem o admira, são mínimas.

Terá que atropelar Jorge Viana, Ney Amorim, Sérgio Petecão e Márcio Bittar, candidaturas já consolidadas.

Porém, um partido como a Rede precisa de candidaturas para entrar no jogo político, já que a cláusula de barreiras é navalha afiada.

A junção do DEM de Tião Bocalom e Alan Rick com o coronel Ulisses é um duro golpe na ideia de candidatura única da oposição ao governo.

Tião Bocalom foi muito humilhado em eleições passadas e está respondendo no mesmo nível.

Passou o vexame público de ser re-jei-ta-do para vice da deputada Eliane Sinhasique na disputa da prefeitura.

Ulisses, Bocalom e Alan Rick formalizam alternativa ao eleitor, uma terceira via.

Quem não gostou foi o ex-deputado federal Osmir Lima.

Ex-deputado estadual, agora cabo eleitoral profissional, manda recado para os que querem se eleger:

“No 0800 nem para apoiar a vó dele presidente do bairro Taquari”.

Dorme com essa, Macunaíma!

Vale ressaltar que a lei eleitoral prevê a contratação de cabos eleitorais para trabalhar nas campanhas.

Crime é comprar votos com ou sem listas.

Na Sobral tem um cabo eleitoral bastante conhecido que a cada eleição vende uma lista de eleitores para candidatos incautos.

A lista tem eleitores da eleição do Nabor Junior em 1982.

Muitos clientes do São João Batista e Jardim da Saudade.

O candidato bobalhão desesperado para se eleger compra os votos no escuro.

Resultado: depois da eleição lá se vai o cabo eleitoral reformando a casa, trocando de carro e viajando de férias.

Bem feito, Macunaíma!

O ex-deputado Chico Viga, hoje filiado ao PTB, está com os dois pés na oposição. O PT está encarregado de conseguir outra sigla viável na FPA se não quiser perdê-lo.

O gargalo é que os partidos nanicos não querem Chico na chapa, já que sua volta para a Assembleia é quase certa.

Pois deveriam querer!

Relaxa Chico Viga, o PTB não vai forçar nem punir candidato que escolha senador e governador livremente.

Assessoria de imprensa da prefeitura de Brasiléia informando que Fernanda Hassem está recuperando ramais.

Na verdade Brasiléia (tenho visitado a cidade) mudou completamente, ruas e praças recuperadas, além dos cuidados com a limpeza pública e outras ações.

Quem vai a Acrelândia também se surpreende com a boa gestão do prefeito Ederaldo Caetano de Sousa (PSB).

A presença ostensiva da policia nas ruas já reduziu o numero de assaltos, roubos e assassinatos.

Não é a solução definitiva, mas melhora muito.

Peixeiros do mercado Elias Mansour oferendo tucunaré de primeira, vale a pena.

Feriado quarta, ponto facultativo quinta, feriado sexta, sábado e domingo é por conta de Deus…

Agora me diga se um país desses vai pra frente?!

“Vai sim”, diz o Macunaíma aqui ao meu lado, “querem matar a gente de trabalhar”.

Tinha que ser ele, tinha que ser!

Depois de uma conversa de pé de orelha do conselho politico da oposição, o senador Gladson Cameli (PP) mudou de postura.

Quem ouviu a conversa diz que o mandaram “emprenhar ou sair de cima”.

No jargão politico é fazer o que deve ser feito para quem quer viabilizar uma candidatura de governador.

Coluna do Astério

A devolução do mandato ao vereador de Brasileia, Mário Jorge (PMDB), era uma questão de tempo e justiça.

Um mandato popular custa muito caro a democracia, razão pela qual instância superior da justiça eleitoral o devolveu a quem de direito.

Porém, o tempo que ficou fora do mandato que sirva de lição a ele e outros na condução correta de suas campanhas eleitorais.

Quanto ao suplente que perde o cargo por força de lei, agora ex-vereador Valadares Neto, deve se preparar para a próxima.

Faz parte, faz parte!

Dizem que quem ficou muito triste e abatido foram alguns de seus correligionários.

Alegria de uns, tristeza de outros.

Aliados do prefeito de Ilderlei Cordeiro (PMDB) reclamam do que chamam de "fanatismo religioso na sua gestão".

Não é fanatismo, é intensidade!

A questão é que uma discussão política, técnica não pode ser vista a toda hora pela ótica religiosa.

O deputado e pastor Jonas Lima se sente à vontade no Partido dos Trabalhadores (PT).

A fórmula é simples: respeita e é respeitado!

A que ponto chegou o PMDB!?

Precisa correr atrás de partidos para manter dois parlamentares na Assembleia Legislativa e Câmara Federal.

Sem coligação não elege ninguém, apesar da boa atuação de seus atuais parlamentares no campo da oposição.

O senador Sérgio Petecão (PSD) está correto ao não entrar em bola dividida com ninguém, nem mesmo com o PT.

Afinal de contas é candidato a cargo majoritário e não proporcional.

O senador Jorge Viana, por exemplo, aparece com 54% nas intenções de votos, isto quer dizer que até o eleitor da oposição vota nele.

O embate do ex-deputado Marcio Bittar (PMDB) para o Senado é com Petecão e não com Ney Amorim, do PT.

Figura de proa do PSB revelou que a delegada Carla Brito, em Cruzeiro do Sul, será candidata a deputada estadual.

Mulheres do Acre, uní-vos!

Sawana Carvalho, Leila Galvão, Antonia Sales, Eliane Sinhasique, doutora Juliana, Maria Antonia Lene Petecão.

Consta que Lene Petecão vai apoiar o primo, o ex-vereador Pedrinho Oliveira, ambos do PSD.

As direções nacionais dos partidos nanicos estão exigindo nos estados a eleição de deputados federais.

A cláusula de barreira é um meteoro que pode trazer a extinção dos nanicos.

E-mail perguntando se alguém do Executivo pode receber também de outro poder, no caso, o Legislativo.

Não, não pode!

Só se for aposentado ou colocado à disposição de forma legal no estrito cumprimento da legislação.

Detectada a irregularidade a Fazenda Pública obriga o sujeito à devolver até as calças, as cuecas também.

As prefeituras não deveria pegar caronas em outras licitações, está dando muita m*.

Principalmente na área de medicamentos e materiais hospitalares.

Tem que ser no pregão!

Pregão não é fiado não, Macunaíma!

Pregão, nesse caso, é a livre concorrência. "Tendeu seu cabeça chata"?!

Rio Branco também tem o seu "crime da mala" a exemplo de São Paulo.

Deus me livre! É mórbido!

Leitor responda: quem sai fazendo o mal por aí vai pro céu ou pro inferno?

Esse é o principal dilema da moral: "Se Deus não existe então tudo é permitido".

Essa ideia chega a dá medo, pavor, calafrios!

Mas é exatamente assim que a humanidade está caminhando: como se Deus não existisse. Morreu, acabou!

Pois sim, mas a existência de Deus é intrínseca, real. Aí a coisa pega.

Morreu, não acabou, entendes Macunaíma?!

Não, então vais trabalhar!

Ai que preguiça!

Um bom domingo!

Coluna do Astério

O Estado brasileiro, ou seja, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de todo aparato da Segurança Pública, Forças Armadas dão uma resposta imediata ao crime organizado ou o caos será instalado.

Estamos à beira de um precipício!

Cerca de 60 mil mortos de forma violenta por ano, principalmente jovens e adolescentes, é grave, muito grave.

A "Carta do Acre" idealizado pelo governador Tião Viana em parceria com os demais governadores da Amazônia Legal, propõe a criação de um Sistema Único de Segurança Pública para o país.

Proposta de uma solução inteligente.

Existe vontade política para consolidar a proposta?

Ou vamos mergulhar nas trevas e deixar que o país vire mesmo uma Colômbia dos anos 80?

Perguntas que não querem calar.

À época de Dom Pablo Escobar candidatos à presidência, ministros, juízes, políticos eram assassinados.

Escobar estruturou um exército do narcotráfico nos bolsões de miséria de Medellin.

Em uma nova fase as forças de Segurança vão atuar permanentemente nas ruas da cidade.

É melhor assim do que toque de recolher.

O deputado Raimundinho da Saúde é um cricri no governo, mas reafirma seu apoio à Frente Popular.

"É melhor ser leal e colocar o dedo na ferida do que ficar fazendo só elogios ao governo", diz.

Diz mais:

"Um verdadeiro aliado é aquele que não puxa saco, mas que defende o projeto político com lealdade como faço", afirma.

À propósito, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) encaminhou a Aleac parecer sobre o Pro Saúde.

A semana promete ser muito movimentada na Assembleia Legislativa.

Com a chegada do final do ano a demanda dos deputados para atender pedidos mais que dobra.

A população precisa se conscientizar de que deputado e vereador não é (e não são) papai Noel.

Muito menos prefeito do interior.

É por essas e outras razões que a política está totalmente corrompida pelo eleitor.

O TCE ontem era o muro das lamentações de cerca de 10 prefeitos.

Reclamavam do vazamento de informações de ações fiscalizadoras do órgão.

Devem reclamar e chorar em outra praça, entre os próprios aliados.

Considerar também que as ações do TCE são transparentes em defesa do interesse público.

E do erário!

Portanto, ajustem suas gestões dentro do que é correto, verdadeiro e honesto.

Como diz um conselheiro do TCE: ainda dá tempo, são apenas onze meses de gestão.

O deputado federal Leo de Brito (PT) – com excelente atuação na Câmara Federal -, precisa costurar e amarrar os compromissos e alianças.

Se não o fizer terá problemas na reeleição.

As paredes têm ouvidos.

E o Acre, já diziam os antigos, é terra de muro baixo. (Fazia tempo que não dizia essa hem, Macunaíma?!)

E-mail desaforado afirmando que o Macunaíma está em duas fações, ou seja, SPC e Serasa.

Respeite as instituições sérias, cabra safado!

Duas hilárias de um programa de TV Nacional (SBT) essa semana que me chega aos ouvidos para interpretação do cérebro.

Indagada sobre qual era a capital da Rússia uma moçoila respondeu:

_ O Japão!

A outra jovem foi desafiada a dizer quem teria descoberto o Brasil (se é que foi descoberto):

Tascou na bucha: _ Foi o Lampião!

É por essas e outras que existe no Brasil uma velha e corrompida oligarquia latifundiária e política no poder a séculos.

Mandando em tudo!

O Aécio Neves teve a audácia de pedir ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a extinção do PT.

Sozinho está acabando com o PSDB.

Como diz um amigo empresário da Estação Experimental:

" O Aécio era meu herói, vejo que não passa de um canalha".

Sábado é um bom dia.

Coluna do Astério

· Alguns seguimentos de oposição ao governo, ao que parece, trabalham para “o quanto pior melhor”.

· Alguns seguimentos, bem dito!

· Por exemplo:

· Quanto a noticia é violência, o lado que interessa é o estrago que as facções fazem na guerra disseminada pelo ódio e vingança em função do tráfico.

· Tem deixado um rastro de cadáveres e um rio de sangue.

· Porém, as ações planejadas de prevenção à violência que vem acontecendo em ambientes públicos como escolas são pouco ou quase nada valorizados.

· Essa atmosfera mórbida de expor cadáveres esquartejados e degolados também contaminou as redes sociais, como se estivesse acontecendo em um filme e não na vida real em nossas casas, ruas e bairros.

· A violência é um problema de todos e não apenas das forças de segurança ou de um governo.

· Os governos passam, a sociedade e suas instituições são permanentes.

· A abordagem politica que se faz do tema violência na Assembleia legislativa, por exemplo, é de uma mediocridade impressionante.

· Alguns deputados ficam apontando culpados, não assumem suas responsabilidades diante do quadro caótico existente, inclusive, por falta de politicas de segurança pública promovidas por políticos.

· Vai sobrar para alguém (no serviço) um servidor, seja qual a razão,  trabalhar apenas quatro horas.

· Como dizia meu avô: o que ficar no serviço vai ter que trabalhar dobrado.

· Nada, nada mesmo é de graça nesse mundo!

· Aliás, só a fé que, segundo a Bíblia, é dom de Deus.

· No caso, é outra história com pouca gente interessada por que é “graça” de graça; se fosse pago alguém talvez quisesse.

· Mas essa graça não se compra nem se vende!

· Entendeu, Capitu!

· Não resta duvida que a candidatura do coronel Ulisses vai mexer no tabuleiro da sucessão estadual.

· Principalmente porque sua candidatura vai estar ancorada no futuro candidato a presidente, deputado federal Jair Bolsonaro.

· O coronel Ulisses empurra a eleição hoje polarizada entre Marcus Alexandre e Gladson Cameli, para um eventual segundo turno.

· Ser contra o aborto não faz ninguém um monstro como alguns seguimentos políticos da sociedade querem fazer crer.

· Pesquisa de 2014 revelou que mais de 80% dos brasileiros são contra o aborto, o que levou a presidente Dilma Rousseff a também se manifestar contra.

· Eu lembro muito bem!

· É uma questão muito complexa que envolve valores sedimentados nos quais o ocidente se ergueu.

· Jogar esses valores na lata do lixo e dizer que nada valeu ou presta é simplório demais.

· Não funciona, tem resistência.

· A que ponto chegou o PMDB no Acre, não ter chapa para deputado federal e estadual.

· O pequeno grande partido que já elegeu todos os governadores do Brasil e, no Acre, todos os prefeitos de uma tacada só.

· Não se renovou e foi engolido, engessado pelo caciquismo na capital e no interior.

· Lembra a contagem do velho Luís Gonzaga com o personagem “Anselmo” na música “Carolina”:

· Um pra mim, um pra tu, um pra eu…um pra mim, um pra tu, um pra eu.

· Lindo trabalho da deputada Leila Galvão de trazer mulheres do interior, dos seringais e das colônias para fazer o preventivo de câncer.

· Fogo amigo: é o que se pode dizer dessa briga do deputado Luís Gonzaga (PSDB) com a direção do DNIT.

· Quer desejar mal alguém? Manda ir ser candidato a prefeito e ganhar a eleição.

· Deu na Folha de S. Paulo: A maioria dos petistas de Minas Gerais quer garantias de que vão poder se coligar com o PMDB, ou seja, na terra do Aécio Neves e da Dilma Rousseff.

· Como diz o “Peixeiro”,da Sobral, “p* aí a m* tá feita @#@%$&@&*!

· Não tenho dificuldade em reconhecer que o Julinho do PRP é um excelente articulador politico na construção de chapas.

· A coligação deve eleger sim um ou dois deputados estaduais.

· Ao que parece, o deputado Jesus Sérgio (PDT) embarcou mesmo na oposição com o médico Beirute.

· O Roberto da Princesinha cumpriu um papel importante na construção do partido, mas como nada é permanente na politica, perdeu a sigla.

· Bom dia!

Coluna do Astério

“Banguela coisa nenhuma”, respondeu o presidente do PDT, Luís Tchê, reafirmando que a chapa dos nanicos para deputado federal, capitaneada pelo seu partido está de pé.

· Segundo ele, a chapa de candidatos a deputados federais do PDT e aliados, está sendo construída há cerca de três anos.

· “Não seria agora que iriamos desfazê-la”, argumentou.

· Disse mais:

· “Nós respeitamos muito o PT, somos parceiros, mas não iremos para a chapa petista”.

· Luís Tchê também reafirmou seu compromisso com o presidente da Aleac, deputado Ney Amorim, na disputa por uma vaga ao Senado.

· Por falar em Ney Amorim, também conversei bastante com ele sobre a pesquisa.

· Acha que a tendência é Marcus Alexandre crescer ainda mais, ressaltando, porém, que a disputa de 2018 será uma parada indigesta para ambos os lados.

· Sobre o índice de 24% que a pesquisa lhe atribui, Ney é muito realista:

· “Pesquisa é momento, continuo trabalhando e visitando todo o interior fechando alianças”, salientou.

· O deputado Raimundinho da Saúde não perde o foco: trabalha incessantemente em favor dos servidores da Saúde.

· Faz o mesmo que fazia no Sindicato, agora como parlamentar.

· Depois da resposta do PDT de que não há liga para coligar com o PCdoB apresentando apenas o nome da Perpétua, os comunistas ficaram calados.

· Estão matutando.

· Comunista matutando é perigoso.

· O PCdoB, por exemplo, já lançou o nome da deputada Manuela D’Ávila para presidente do Brasil.

· Os lideres do PT a nível nacional não gostaram.

· Briga de irmãos!

· Não dá em nada!

· A única briga de irmãos que dá em guerra são judeus e árabes, também chamados de palestinos.

· Irmãos de sangue, todos eles filhos do patriarca Abraão.

· Onde está escrito?

· Na Torá, nos Evangelhos e no Corão.

· Outros irmãos que estão se mantando num processo de autofagia são os brasileiros filhos da pátria mãe gentil.

· Cerca de 60 mil mortos de forma violenta por ano.

· Uma barbaridade!

· Fiquei sabendo que as forças de Segurança do Acre vão apertar o cerco, mas é apertar mesmo.

· Os próximos dias serão tensos!

· Aluno que fez o Enem desabafando na rede social:

· “Com minha nota do Enem eu só entro pra medissina se for como cadáver”.

· Criada a Associação dos Cabos Eleitorais (CCE).

· O nome lembra uma marca que não ajuda muito, mas vá lá que seja!

· A nova legislação eleitoral afirma que o teto para deputado estadual gastar na campanha é de R$ 1 milhão de reais.

· Para deputado federal de R$ 2,5 milhões.

· Quando falei esses números o Macunaíma desmaiou aqui ao lado.

·  “Rosa, traz água com açúcar e dá para ele que melhora”!

· A regra é assim:

· O candidato a presidente ajuda os candidatos ao Senado e a deputado federal; senadores e deputados federais bancam os estaduais e os estaduais dividem o despojo com os cabos eleitorais, propaganda e combustível.

· Gasolina e diesel aumentando novamente.

· Salario mínimo diminuindo cerca de R$ 10 reais.

· Parte do povo é interessante: tá bom, reclama; fica ruim, péssimo todo mundo de bico calado.

· Ninguém quer assumir a titica de galinha que fez.

· Deu no jornal Folha de S. Paulo que o “Manifesto Comunista” e o “Capital” dispararam nas livrarias.

· As lições sobre capitalismo do velho Max ainda servem de estudo para se compreender teorias econômicas.

· Segundo a Folha, apesar da derrocada do comunismo no mundo, as teorias de Max continuam muito atuais, principalmente depois da crise mundial de 2008.

· Numa coisa ele tinha razão, mercado nenhum do planeta se autorregula. “Não há mão invisível, Sir Adhan Smith”!

· Carla Diógenes, filha do saudoso ex-deputado federal por vários mandatos, Francisco Diógenes, será candidata à deputada federal.

· A moça vai trilhar os caminhos da politica!

· Anderson Araújo, seu irmão, é um dos maiores incentivadores.

· Diógenes, que era economista e empresário, tinha um eleitorado cativo.

· Base eleitoral construída com ajuda da esposa, a dona Estela Diógenes.

· Bom dia!

Coluna do Astério

As pesquisas da Vox Populi estão embalando o debate para governador e Senado no Acre.

O acreano gosta de politica como ninguém !

Marcus Alexandre 43% e Gladson Cameli 41%.

Para a FPA, Gladson vem tendo tendência de queda, já que em pesquisas anteriores chegou a estar melhor posicionado.

Já a oposição acha não, que a pesquisa reflete apenas um momento.

A oposição entende, por exemplo, que na capital Marcus Alexandre não disparou apesar de aparecer bem melhor do que Gladson.

O certo é que o Acre está literalmente dividido,

O que vencer será por uma margem pequena de votos, como vem ocorrendo em eleições passadas.

Para o Senado a pesquisa ficou comprometida com o aparecimento do deputado federal major Rocha (PSDB).

Ele aparece empatado com Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (PMDB), mas não será candidato ao Senado.

A pesquisa com uma amostragem mais próxima da realidade não deveria ter o nome do Rocha.

Apesar disso, confirma a tendência de que Jorge Viana terá uma reeleição tranquila.

Outra falha foi à rejeição do presidente do DEM, Tião Bocalom, porque ele não é candidato majoritário.

Bocalom será candidato a deputado federal.

Na atual conjuntura politica, econômica e social o governo aparece razoavelmente bem avaliado.

Repito: para o momento em que o Acre perdeu cerca de R$ 1 bilhão de recursos federais desde o inicio da crise econômica, a avaliação não é das piores.

A Segurança Publica é calcanhar de Aquiles de qualquer governador do Brasil.

O Acre faz bem o dever de casa.

Fonte do PDT afirma que, “interessa mais ao partido eleger deputados federais do que indicar o vice-governador”.

Assunto para ser debatido no âmbito da Frente Popular.

A deputada Leila Galvão (PT) vai para o guines book como a parlamentar estadual que mais participa de reunião.

Até durante o jogo do Corinthians contra o Palmeiras ela estava reunida em uma comunidade rural.

Faz uma média de três reuniões diárias nas comunidades do Vale do Acre.

Se depender de esforço e trabalho a jornalista Vânia Pinheiro será bem votada para deputada federal.

É outra que assumiu a pré-candidatura com gosto de gás.

Aos poucos o presidente da Aleac, deputado Ney Amorim (PT), vem consolidando seu nome para o Senado.

Para quem tinha zero por cento e já aparece com mais de dez representa um crescimento sustentável.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardozo deu um ultimato aos tucanos aecistas que ficam babando o presidente Michel Temer.

“Quero o PSDB fora do governo”, vaticinou FHC!

Quem está gostando é o deputado major Rocha, tucano do bico duro, que há tempos deseja que o PSDB apeie do governo federal.

A propósito, o deputado Rocha se apressou em dizer que o médico Eduardo Velos é escolha pessoal do senador Gladson e não indicação tucana.

Eduardo Veloso é um nome respeitável e é tucano.

O presidenciável deputado federal Jair Bolsonaro vem surfando bem na onda do radicalismo, do extremismo.

Quando vejo extremos me vem a cabeça alguns versículos bíblicos.

“Que a vossa moderação seja conhecida de todos os homens”.

“Não sejas demasiadamente justo”.

“Quem nunca pegou que atire a primeira pedra”

“Dai a Cesar o que é de Cesar; e a Deus o que é de Deus”.

Tem muito mais…

“Quando o corrupto (ímpio) (amigo de impostos) governa o povo sofre e geme, mas quando um justo governa o povo se alegra”.

Final de semana fui com o Luís Carlos Crica para a fronteira.

Não se via um brasileiro fazendo compras no comércio boliviano.

Unzinho se quer…

É a crise ou as pessoas de Rio Branco está optando pelo shopping, camelôs Havan.

Sem a chapinha os partidos nanicos ficaram banguela!

Hahahahahahah…

Coluna do Astério

A questão principal não é se o vereador Almir Dankar (PT) vai ser remunerado como servidor público da Seap a disposição do Idaf.

É se ele vai trabalhar e cumprir a carga horária exigida pelo contrato, como prevê a legislação nesses casos.

É melhor ir trabalhar do que ficar coçando o saco, já que é exigido a presença de apenas três dias na Câmara Municipal.

O mesmo acontece na Assembleia Legislativa.

A maioria dos deputados pouco comparece a todas as sessões da semana, que também duram três dias, ou seja, terça, quarta e quinta.

Simples: é só contar o número de parlamentares nas sessões, tanto na Câmara como na Assembleia.

As demais atividades são extras junto a população, as bases eleitorais como se costuma dizer.

Vídeos com depoimentos de produtores rurais e seus representantes sobre as obras na zona rural de Epitaciolândia nos chegam na capital.

Bons vídeos.

Na verdade, Tião Flores está sendo um excelente prefeito!

É o que diz a comunidade.

Quem está gostando é Manoel Morais e César Messias.

Lembrando que a oposição em Epitaciolândia convidando lideranças para articular apoio ao senador Gladson Cameli (PP).

Economia se recuperando aos poucos…

Conversei com o presidente da Federação do Comércio, engenheiro Leandro Domingos, são boas as expectativas para o final de ano.

Deverá haver, segundo Leandro Domingos, uma movimentação de cerca de 15% a mais no comércio em relação a dezembro do ano passado.

Disse que o governo Tião Viana ajuda muito o comércio ao pagar em dia os servidores e 13º salário.

Leandro lembrou, ainda, que outros Estados estão atrasando salários comprometendo a vida das empresas.

Conversei também com o presidente da Federação das Indústrias, o empresário Adriano.

Para ele, a economia está sim se recuperando e vai beneficiar o Acre que deverá voltar a crescer em vários setores, inclusive construção civil.

Lembrando que o “Sistema S” não tem dinheiro nem gerenciamento público.

Se tivesse estávamos fumados, torrados, lascados, desmantelados.

Leitora perguntando para que serve uma CPI?

CPI quer dizer Comissão Parlamentar de Inquérito, serve para torrar dinheiro público e tentar ferrar adversários políticos.

Seria, em tese, instrumento poderoso do Poder Legislativo de investigação de crimes de corrupção e outras mazelas.

Quando me lembro que o senador tucano Sérgio Guerra foi acusado de receber R$ 10 milhões para frear a CPI da Petrobrás dá náusea.

Macunaíma vai ler Náusea, do Jean-Paul Sartre, se você entender alguma coisa explica pro Montana Jack que ele quer compreender porque esse mundo é sem fundo.

Só um delírio, ôxi!

O prefeito Mazinho Serafim (PMDB), de Sena Madureira, faz uma boa gestão quando comparada aos antecessores.

Quem não gosta nem admite essa “boa gestão” e faz severas críticas a ele é a publicitária Charlene Lima.

Para ela, Mazinho é um verdadeiro desastre administrativo.

Charlene é pré-candidata a deputada estadual pelo PTB, uma boa candidata.

A questão é que o povo de Sena Madureira está gostando muito dele.

É trabalhador, acorda cedo, não dá moleza pra ninguém, não faz da prefeitura cabide de emprego.

É fácil prevê com dados eleitorais que alguns parlamentares da área federal serão aposentados pelo eleitor em 2018.

Alguém duvida!

Atenção TRE, MPE Eleitoral e Polícia Federal: alguns pré-candidatos estão confeccionando material gráfico para festas religiosas embutindo propaganda eleitoral irregular.

Outros pretensos candidatos estão querendo fazer das igrejas curral eleitoral, usando a boa-fé dos fiéis.

É a pressão psicológica por votos!

Em oito Estados da federação PT e PMDB vão sair coligados nas eleições de 2018.

Vá entender um trem desses, sô! Assim diz o povo das Minas Gerais.

Aécio Neves será candidato a deputado federal. Vai tentar se eleger para continuar com fórum privilegiado.

A maioria dos senadores envolvidos em falcatruas e denunciados na Lava jato, também!

É a sobrevivência.

O deputado Jesus Sérgio (PDT) já avisou que no chapão do PT não entra, vai migrar para a oposição.

O presidente do PDT, Luís Tchê, teria sido enquadrado na Casa Rosada.

Aguardar para conferir!

Coluna do Astério

A chapinha de deputado federal dos partidos nanicos capitaneada pelo PDT foi
implodida.

Volto a repetir:

Na política nenhum jantar é de graça!

O deputado Éber Machado terá que buscar outra alternativa para seu projeto político de federal.

Éber é um candidato muito competitivo, mas no chapão liderado pelo PT/PSB/PC do B corre o risco de fazer apenas legenda.

A reclamação nos nanicos é de que quem faz legenda depois da eleição é esquecido.

Como bem diz o velho ditado: bocado comido é bocado esquecido.

Não há nome melhor para vice de Gladson Cameli (PP) do que o do médico Eduardo Veloso.

O doutor Eduardo é da nova ninhada tucana!

Deve ser essa razão que o deputado Rocha anda calado, já engatilhou o vice do partido.

O DEM é que não anda nada satisfeito.

Tião Bocalom vai dar trabalho nessa eleição.

Alguém duvida?!

Prefeito pela 3º vez em Epitaciolândia, Tião Flores (PSB) é visto na Casa Rosada como um dos mais importantes aliados do Alto Acre.

É voz corrente no governo e no TCE que ele está fazendo uma boa gestão.

Aliado do 1º secretário da Assembleia, Manoel Morais, Flores terá peso eleitoral considerável em 2018.

Tião Flores conseguiu em pouco tempo colocar em dias as máquinas da prefeitura que atuam, tanto na área rural como na urbana.

A ex-vereadora Ariane Cadaxo migrou do PCdoB para o PSB com projeto para 2020 na Câmara.

Quem sabe estaremos juntos, já que fomos parlamentares em duas legislaturas.

Ter projetos e propostas roubadas por aliados não é novidade deputado Juliana (PSB)!

Não fique estressada, faz parte do jogo maquiavélico da política.

Sou autor da lei que beneficiou todos os camelôs e ocupantes de box dos mercados públicos, mas sempre tentaram esconder esse fato atribuindo só a gestão municipal e não a mim, parlamentar à época.

Lei que transformou os camelôs e ocupantes de box públicos de “permissionários” para “concessionários”.

Como disse: faz parte do jogo perverso da política.

Posso estar equivocado na análise, mas a primeira mão o prefeito Marcus Alexandre saiu fortalecido (politicamente) da condução coercitiva.

Muito embora possa ter problemas jurídicos no futuro.

A política tem uma lógica diferente do judiciário.

Não fosse assim, a presidente Dilma Rousseff ainda seria presidente da república. Está provado que ela não cometeu crime algum.

Mas na política cometeu, por exemplo, quando se negou a fazer o que o presidente Temer está fazendo: comprando o voto dos deputados.

Como bem observa o Crica em sua coluna: se o Marcus Alexandre virar vitima

ganha a eleição com um pé nas costas.

A propósito, o ex-presidente Lula em uma grande manifestação em Minas Gerais perdoou os inimigos e anunciou a construção de um novo Brasil.

É o Lula paz e amor de volta!

Muito boa as inserções do PP na mídia local com a participação do senador Gladson Cameli, bem produzidas.

Os petistas estão eufóricos:

Pesquisa Data/Folha demonstra que a preferência dos brasileiros pelo Partido dos Trabalhadores voltou a subir.

Chegou a baixo de dois dígitos por ocasião do impeachment da presidente Dilma.

Está em 19%; em 2º lugar quase empatados PSDB e PMDB com cerca de 5% da preferência dos brasileiros.

Líderes evangélicos acreditavam piamente que se a presidente Dilma e o PT fossem defenestrados do poder a ideologia de gênero, a questão do aborto, a violência, desagregação da família tradicional e outras questões estariam resolvidas.

Pois é, não estão resolvidas e a situação se agravou porque são questões muito mais complexas e profundas que ocorrem simultaneamente em todos os países.

Quanto muitos apostavam nas CPI’s criadas pela Câmara de Vereadores e pela Assembleia Legislativa, eu afirmava categoricamente que terminariam em pizza na Água na Boca.

A da Seab foi feita com mozzarella da pior qualidade, azeda.

Os deputados de oposição estão tendo que comer ela crua.

Vou em Epitaciolândia, amanhã tem mais!

Bom dia!

Coluna do Astério

Você que gosta de ganhar dinheiro fácil tem uns Tartufos pela cidade enganando o povo.

Abre a porta da casa que eles entram e tomam tudo, até mulher e filhos deixar.

Polícia Federal neles!!

Sobre a pesquisa do DEM, divulgada na Coluna do Crica, pode se concluir que o senador Jorge Viana está muito bem no primeiro e no segundo voto.

Que o senador Sérgio Petecão está bem no campo da oposição…

Que o deputado Ney Amorim vem melhorando a performance a cada pesquisa.

Ney teve um salto qualitativo e quantitativo.

Já a situação do ex-deputado federal Márcio Bittar não é muito boa.

O major Rocha encarna o antipetismo no Acre, por isso mesmo candidato perigoso se concorresse ao Senado.

Como desistiu, a configuração muda completamente.

Pela caridade!

O deputado Jair Bolsonaro disse nos EUA que Donald Trump é sua principal inspiração política.

Só falta ele declarar guerra a Cuba ou a Bolívia.

Sabia que ele era "Crazy", mas não tanto!

Deputado Chagas Romão (PMDB) foi visto descansando tranquilamente em uma rede cearense na varanda de casa.

Não é pra menos.

O ex-vereador Juracy Nogueira que abandonou a política no meio do mandato virou empresário bem sucedido em Senador Guiomard.

Pregador da Palavra de Deus também!

Fantástico veio com ódio, rancor e preconceito para cima dos evangélicos, só faltou pedir o extermínio.

Essa briga é velha!

A Globo perde!

Não se briga com fiéis de uma religião, seja qual for.

Fé é fé, credo é credo, crença é crença!

Cerca de 300 novos servidores tomando posse na Secretaria de Saúde na próxima semana.

Qual o Estado da federação que está fazendo isso? Além de pagar os salários dos servidores rigorosamente em dia?

Toda mudança é sempre bom, se for para melhor!

Para variar, deputados de oposição reclamando de suas principais lideranças que concorrerão a cargos majoritários em 2018.

No ninho do PMDB existe uma guerra de bastidores envolvendo seus postulantes ao Poder Legislativo.

É vale tudo!

O partido corre o risco de eleger apenas um parlamentar por falta de legenda.

Ninguém quer formar chapas com parlamentares.

O mesmo aconteceu com os sete deputados do PEN.

Quem quis concorrer caiu na chapa do PT fazendo legenda para os atuais parlamentares.

Jamyl Asfury, o mais votado do PEN, não conseguiu entrar apesar da estupenda votação.

Os nanicos da base do governo devem fazer uma coligação como sugere deputado Tchê ou se coligar com o PT.

Os secretários que vão concorrer às eleições devem se afastar seis meses antes, ou seja,em abril de 2018.

"Aquele que ama o dinheiro nunca se fartará dele"; "A medida do ter nunca enche"; "O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males".

O projeto político do prefeito Dória de ser presidente da república vai ter que ser adiado, despencou nas pesquisas.

A equipe do governador Geraldo Alckmim está comemorando!

Já se fala muito no ministro da Fazenda Henrique Meireles para presidente em 2018.

Sei lá!!

Coluna do Astério

O pastor Agostinho, da IBB, é um dos líderes mais respeitáveis do Estado e não apenas na questão espiritual.

Muitos podem até questioná-lo, mas nunca se eximiu de indicar, apontar caminhos aos fiéis sem querer impor nada a ninguém.

Um democrata!

Na verdade, nos últimos tempos tem se dedicado bastante a IBB que em sua gestão alargou muito as tendas.

O presidente do PDT, deputado Luís Tchê, andava pisando nas tamancas por conta da não oficialização do vice no lançamento de Marcus Alexandre.

Calma Tchê, tudo tem seu tempo determinado.

Mais do que ninguém o Tchê sabe que na FPA há todo um processo de construção para não comprometer a unidade.

Sempre foi assim, e sempre será.

Não vi, mas me disseram que o deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) estava com cara de poucos amigos no evento que lançou Marcus Alexandre.

“Pero no lo creo”…

Não é do feitio do Cacique.

A questão do PCdoB envolve uma das leis da física: dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço.

Para federal ou Perpétua Almeida ou Moisés Diniz, razão pela qual procuram espaço para vice.

É da política, Macunaíma!

E-mail aqui diz que, na onda separatista mundial, o ex-vereador Cabide quer desmembrar o Calafate da capital.

Segundo ele, é uma das regiões mais ricas da cidade, tipo a Catalunha.

A produção dele é (ou era) de detergente caseiro.

Com a provável saída do deputado Éber Machado do PSDC o partido voltou para as mãos do ex-vereador José Afonso.

Data/Folha aponta:

Lula 36%, Bolsonaro 18% em um eventual 2º turno.

Muito cedo para essas previsões apocalípticas!

“Meu filho, diz dona Rosa da Estação, se o Bolsonaro fosse ao menos general quatro estrelas eu podia pensar em votar nele, mas um capitão para presidente do Brasil é muito pouco”.

Isto, segundo a dona Rosa!

A propósito, a tendência do nome do coronel Ulysses na atual conjuntura política e social é crescer.

É quase certo que leve as eleições para um 2º turno.

Já se discute a futura presidência da Assembleia Legislativa a partir de fevereiro de 2019.

É do jogo, mas vale lembrar que o futuro a Deus pertence.

Segundo Salomão, o homem faz muitos planos mas a resposta certa vem do Senhor.

Pelas articulações em andamento é fácil prever que o deputado Daniel Zem (PT) será o mais votado em 2018.

Pelo andar da carruagem ele bate os 11 mil votos do Ney Amorim na eleição passada.

Como bem me disse uma eleitora de Tarauacá nas eleições de 2010:

“Senhor, o jogo aqui é bruto”.

Dirigentes de partidos nanicos estão cientes do fim melancólico que suas agremiações terão a partir das eleições de 2018.

O Brasil é aqui, Macunaíma!