Fotos postadas nas redes sociais confirmam que veículo da prefeitura de Assis Brasil foi usado em convenção

Veja abaixo o Secretário Municipal de Saúde Antônio Jesus Rios, vulgo Tony, que estava na convenção junto de sua equipe e autorizou a ida da Vam com o objetivo de levar os aliados.

Por Alemão Monteiro

Depois da denúncia de que uma Vam de placa NZX 6553 da Secretaria Municipal de Saúde de Assis Brasil foi utilizada para levar militantes partidários para convenção de Gladson Cameli, várias fotos foram postadas nas redes sociais que mostram o grupo dentro do veículo e no local onde aconteceu o evento político.

As fotos deixam claro que as pessoas transportadas em um veículo oficial da Prefeitura de Assis Brasil tinham o objetivo único e exclusivo de participar da Convenção do pré-candidato Gladson Cameli.

A certeza da impunidade fez com que essas pessoas publicassem as imagens que poderiam complicar a vida dos gestores que autorizaram a viagem.

São fotos dentro do veículo e depois no local da convenção ao lado de políticos e correligionários.

Clique no link e veja matéria relacionada

Aldemir Lopes participa da convenção do MDB, PR, DEM e PSD

A convenção aconteceu com a presença dos pré-candidatos, internautas criticam: “É sempre as mesmas caras”.

Por Alemão Monteiro

A imagem de Aldemir Lopes foi postada inocentemente na página de Márcio Bittar no exato momento ele que fazia o uso do microfone.

A convenção do MDB, PR, DEM e PSD deu o que falar, internautas criticaram a presença de Aldemir Lopes na convenção por conta dos últimos acontecimentos que ocorreram no Município de Brasileia envolvendo sua prisão.

A convenção do MDB, PR, DEM e PSD resolveu se engrandecer e espalhar nos quatro cantos do Acre que só querem o bem do Acre e ao mesmo tempo criticam os adversários da política, e percebe-se que os aliados que compões a chapa  são indivíduos que já tem uma vasta carreira política ainda que seja com um histórico complicado como alguns dos coordenadores da Campanha de Gladson, entre eles Aldemir Lopes.

A prova é tanta que Aldemir fez questão de participar da convenção, e só pra deixar claro ainda compôs o dispositivo de honra, pelas atribuições que lhe fora dado com o aval de Flaviano Melo, sendo Aldemir Presidente Municipal do MDB e Secretário Estadual do Partido.

Veja os comentários dos internautas na foto em que aparece Aldemir no fundo.

Em se tratando de Aldemir Lopes, o mesmo faz questão de mostrar que mesmo após o escândalo que estampou o nome do Município de Brasileia nas páginas policiais e as prisões lhe envolvendo, ele continua por cima da carne seca (politicamente falando). Como podemos acreditar que o Acre será bem cuidado nas mão da oposição, se é composta pelos maiores destruidores do erário público Acreano?

Até a onde vai a leviandade desses velhos políticos pregando o novo na tentativa inútil de enganar a população com belas palavras? Durante a campanha vestem pele de cordeiro e após chegarem ao poder revelam suas verdadeiras faces de lobos (hipoteticamente falando).

Prefeito Tião Flores gasta quase 200 mil do dinheiro da saúde em materiais de construção e elétrico

Além de materiais elétricos e de construção, foram gastos também valores dos Programas de saúde com lixeiras.

Por Alemão Monteiro

No Município de Epitaciolândia acredita-se que os recursos não estão sendo aplicados em seus devidos fins, como é o caso da Secretaria Municipal de Saúde do referido Município que vem empenhando valores significativos de Programas como: “Atendimento Ambulatorial, Emergencial e Hospitalar e do Programa Assistência Médica e Hospitalar e outros” que estão sendo gastos através do Pregão Presencial de n° 005/2017, com materiais elétricos, materiais de construção, lixeiras e tendas.

Os devidos recursos eram para ser aplicados com materiais de consumo para atendimento médico e procedimentos como: Álcool, gases, algodão esparadrapo, bisturi, papel toalha, luvas medicamentos em geral e outros, mas não é assim que está sendo feito, o Prefeito Tião Flores através da Secretaria de Saúde vem empenhando valores exorbitantes em outras áreas.

No ano de 2017 foram gastos com a Empresa E.F.Dias Importação e Exportação. Eireli – ME referente a materiais de construção e materiais elétricos, o valore exato de R$ 105.292,87 só de materiais de construção foram gastos mais de 17 mil reais e com materiais elétricos foram gastos R$ 87.611,22, totalizando o valor exato mencionado acima, percebe-se que Tião Flores gastou mais com materiais elétricos do que com materiais de construção.

Já em 2018, o Prefeito Tião Flores resolveu inverter e gastar mais com materiais de construção do que com materiais elétricos, o que não aconteceu em 2017, com materiais de Construção no ano de 2018 foram gastos o valor de R$ 47.341,49 e com materiais elétricos foram gastos mais de 5 mil, no total foram gastos 52.992,53 entre materiais de construção e materiais elétricos.

Ainda no ano de 2018, o Prefeito Flores gastou o valor exato de R$ 31.606,50 com lixeira que segundo a descrição no Portal da Transparência, são para atender as necessidades das Unidades de Saúde do Município de Epitaciolândia,

Mas se nós juntássemos os valores dos anos de 2017 e 2018 teríamos o total de R$ 158.285,40 custeados de matérias de construção e elétrico e se somado com o valor das lixeiras teríamos o valor total de R$ 180.891,90, ou seja quase 200 mil reais de materiais que segundo a discrição no Pontal da Transparência são para atender as necessidades das Unidade de Saúde, já que os recursos são de Programas da Saúde do Município.

A nossa redação de notícias tentou entrar em contato com a Secretária municipal de saúde, Tereza Flores através do número de Celular (68) 99978-XX12, mas por algum motivo não conseguimos contato, mas o espaço está cedido para direito de resposta.

Veja abaixo as notas dos anos de 2017 e 2018

Cadê o Ministério Público? Prefeito de Assis Brasil, Zum está descumprindo a Lei da Transparência

A população continua sem saber como está sendo administrado o dinheiro público do município de Assis Brasil, pois não conseguem acessar o portal da transparência.

Por Alemão Monteiro

O Prefeito do Município de Assis Brasil, Antônio Barbosa (Zum), vem descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal, uma vez que o portal da transparência está implantado no site da prefeitura do município, mas não é possível acessar informações do portal, sendo assim configura-se descumprimento, conforme previsto na Lei Complementar nº 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal) e na Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).

É importante que o Ministério Público fique atento, pois já deveriam ter surgido denúncias e penalidades referente a falta de informação através do Portal da transparência, pois desde a gestão passada que a população de Assis Brasil não tem acesso a informações e Zum deu continuidade a esse desmando.

O cidadão ou cidadã que quiser acessar o Portal da Transparência da Prefeitura de Assis Brasil para saber como a prefeitura está gastando o dinheiro público, vai ficar a ver navios. É que simplesmente o município não mantém o portal como determina a Lei.

O endereço eletrônico do Portal da Transparência do município de Assis Brasil é  www.assisbrasil.ac.gov.br; mas realizando uma pesquisa no site de busca, verifica-se que simplesmente a Transparência nunca existiu.

Por isso, Assis Brasil figura como um dos últimos municípios em se tratando de transparência. Segundo pesquisa da Controladoria Geral da União (CGU), o município de Assis Brasil ficou com a nota 1,94 – ocupando a nona posição no ranking dos menos transparentes do Acre.

Com essa situação os moradores de Assis Brasil não podem acompanhar as movimentações financeiras praticadas pela gestão do prefeito Antônio Barbosa “Zum” (PSDB) que está descumprindo de igual forma do ex-prefeito Betinho.

A falta de transparência também prejudica o trabalho dos vereadores da cidade, pelo menos para aqueles que estão interessados em fiscalizar o executivo.

Sancionada em 2009 pelo Ex-Presidente Lula, a Lei da Transparência obriga a União, os estados e os municípios a divulgar seus gastos na internet em tempo real.

O descumprimento da lei pode ser denunciado aos Tribunais de Contas dos estados ou ao Ministério Público por qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato.

Após Prisão, Aldemir Lopes será um dos coordenadores da campanha de Gladson Cameli no Alto Acre

Mesmo durante todos os processos judiciais e suas prisões, Aldemir Lopes continua na política e será o coordenador da Campanha de Gladson Cameli no Alto Acre.

Por Alemão Monteiro

Essa é uma situação cômica que envolve um cidadão ficha suja e a política acreana, trata de Aldemir Lopes que por consequência de sua má conduta na política foi preso e condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sendo o único político do Acre a receber três condenações de uma vez só.

A lista negra do TCU é encabeçada por dinossauros da política acreana, entre eles o ex-prefeito de Brasileia, emedebista Aldemir Lopes, atualmente uma espécie de “Guru” do conselho político da oposição, com voz decisiva especialmente no campo majoritário oposicionista.

Mas mesmo com o histórico criminoso de Aldemir, O Pré-Candidato ao Governo, Gladson Camelli não hesitou em fazer uma aliança com o Guru, tendo em vista, que Aldemir é o Coordenador da Campanha oposicionista na região do Alto Acre, onde voltou à ativa na política.

Vale ressaltar que além de voltar à ativa, Ademir Lopes também pegou de volta seu cargo de Secretário Estadual do MDB, inclusive com o aval do Cacique Flaviano Melo, Presidente do MDB no Estado do Acre, e atual Deputado Federal.

Em um vídeo amador (Veja abaixo o Vídeo) que foi gravado com Aldemir, o mesmo afirma que o projeto do Partido é eleger o Pré-Candidato ao senado, Marcio Bittar e incluindo os pré-candidatos a Federal Flaviano Melo e Jessica Sales que já pleiteiam cadeiras na Câmara Federal, mas que buscam uma reeleição, Aldemir Afirma ainda que é um momento importante para o partido que irá se “aliar e comunicar” com a chapa majoritária encabeçada por Gladson Camelli e Major Rocha e dar apoio ao pré-candidato ao senado Sérgio Petecão.

Aldemir faz questão de chamar para si o projeto e também a responsabilidade: “Na condição de secretário estadual do MDB, eu tenho ai um desafio muito grande de coordenar toda essa campanha, sobretudo aqui na região do Alto Acre que nós temos três Pré-candidato a deputado estadual e é aonde eu tenho mais espaço, mas isso não quer dizer também que eu não esteja em outros municípios do estado fazendo esse trabalho que é muito importante pro nosso partido”, disse Aldemir no vídeo abaixo.

E Claro que todo esse esforço do “Guru” para tentar eleger Gladson e toda a chapa da oposição, não será por nada, supostamente Aldemir visa um Cargo de Alto escalão (caso Gladson consiga se eleger) para quem sabe desenvolver sua maleficência destro do Governo Estadual, já que no governo municipal em Brasileia não foi o suficiente.

Mas você deve estar se perguntando: “ Por que esta situação é cômica? ” Conheça agora o histórico de Aldemir na Política

A questão é o seguinte: Aldemir Lopes foi preso durante a operação da Polícia Federal denominada de Operação Metástase, resolveu chamar a operação de “Metástase” porque as investigações se iniciaram apurando irregularidades na área de saúde da cidade. Logo depois, descobriu-se um enorme esquema espalhado por quase toda a estrutura de governo do município.

Até ai tudo bem, se Aldemir não estivesse envolvido até o pescoço, daí a justiça Federal expediu durante a Operação Metástase um mandado de prisão contra Aldemir por crimes em que é acusado de participar de esquema criminoso que promoveu desvio de recursos, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos públicos em Brasileia durante a administração do ex-prefeito Everaldo Gomes.

Com o desdobramento da Operação Labor, sendo a quarta fase denominada de Dolos Apate, Aldemir foi preso novamente (tendo em vista que já estava solto), mas desde então Aldemir passou a ser investigado por: Peculato, Organização Criminosa, Lavagem de Dinheiro, Corrupção Ativa e Corrupção passiva, e novamente está solto e com permissão da justiça para participar de atos políticos até as 19:00.

E o que chama a atenção é o fato do Pré-candidato ao Governo do Estado do Acre Gladson Camelli pergar o “novo” para a população, mas deixe que está cercado de políticos apuís, como o próprio Wagner Sales, ex-prefeito de Cruzeiro do Sul e com um histórico na justiça, supostamente coordenados da Campanha de Gladson na região do Juruá. 

Veja o vídeo 

Campanha de enfrentamento ao tráfico de pessoas é realizada na capital

Em 30 de julho é comemorado o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Em alusão à data, teve início nesta segunda-feira a V semana de combate ao tráfico de pessoas, com a campanha Coração Azul. O evento é uma realização do governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Direito Humanos (Sejudh) e parceiros.

A proposta da campanha é sensibilizar a respeito do comércio de seres humanos, crime que acontece quando a pessoa é levada a uma situação de exploração, mesmo que, de início, tenha concordado.

De acordo com o procurador do Trabalho no Acre, Anderson Luiz, na maioria dos casos a promessa de emprego fácil e lucrativo é a ferramenta utilizada para aliciar homens e mulheres, com maior índice dos casos envolvendo o sexo feminino.

“O Ministério Público do Trabalho tem atuação firme no combate ao tráfico de pessoas, sobretudo para a exploração do trabalho em condições análogas à escravidão. Queremos chamar a atenção da sociedade para que fique atenta às promessas de emprego ou trabalho que exija deslocamento a outro endereço longe da família”, destacou Anderson.

No Acre não há estatísticas oficiais de tráfico de pessoas, tendo em vista que é um crime que ocorre, na maioria dos casos, de forma externa. No entanto, a ONU prevê que milhões de pessoas no mundo todo são vitimas dessa ação. O governo do Estado, por meio da Sejudh, desenvolve ações preventivas no combate à pratica criminosa.

“A Sejudh trabalha de modo preventivo nas mais diversas localidades, sobretudo nas fronteiras. Também leva orientação no sistema de ensino no estado, por entender que na maioria dos casos envolvem jovens, e quando somos demandados para casos concretos entramos no rastreamento e conseguimos identificar as pessoas”, ressaltou o gestor.

Denuncias

Conforme orienta a delegada de Polícia Civil no Acre, Lúcia Jaccoub, toda a sociedade pode contribuir no processo de prevenção e identificação de envolvidos, para que possam ser dados os devidos encaminhamentos.

“É fundamental que a sociedade, e não apenas os órgãos de segurança, possa estar irmanada na luta por essa causa. É um crime horrendo e desumano, por isso não podemos nos calar diante da situação. Todo tipo de exploração deve ser combatido com bastante rigor e especialmente prevenindo. As pessoas podem nos ajudar com informações pelo disque 100 ou mesmo 180”, pontuou a delegada.

Tráfico de pessoas é crime tipificado na lei 13.344, de 6 de outubro de 2016. Como um comércio de seres humanos, ele acontece quando a pessoa é levada a uma situação de exploração, seja consciente ou não, e pode acontecer para vários fins: exploração sexual, trabalho equivalente ao de escravo, remoção de órgãos humanos, adoção ilegal e vários outros.

O que constitui o tráfico de pessoas

No Protocolo de Palermo (2003), a ONU define tráfico de pessoas como o “recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de pessoas, por meio de ameaça ou uso da força ou outras formas de coerção, de rapto, de fraude, de engano, do abuso de poder ou de uma posição de vulnerabilidade ou de dar ou receber pagamentos ou benefícios para obter o consentimento para uma pessoa ter controle sobre outra pessoa, para o propósito de exploração”.

De maneira geral, o tráfico de pessoas consiste no ato de comercializar, escravizar, explorar e privar vidas, caracterizando-se como uma forma de violação dos direitos humanos por ter impacto diretamente na vida dos indivíduos.

Se houver transporte, exploração ou cassação de direitos, o crime pode ser classificado como tráfico de pessoas, não importa se há supostamente um consentimento por parte da vítima.

O tráfico de pessoas é, em todo o mundo, o terceiro negócio ilícito mais rentável, logo depois das drogas e das armas. Essa prática não exclui nenhum país, nem indivíduos, mesmo que mulheres, crianças e adolescentes sejam as principais vítimas.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Ex-prefeito Everaldo Gomes, participa de reunião política na Câmara de Brasileia

Participantes da reunião afirmam que Everaldo Gomes descumpriu decisão judicial ao participar de reunião na Câmara de Vereadores de Brasileia na noite deste sábado.

Por Alemão Monteiro

Esta redação de notícias foi informada que o ex-prefeito de Brasileia, Everaldo Gomes, participou de uma reunião política que aconteceu na Câmara de Vereadores de Brasileia, segundo informações a mesma estava marcada para iniciar as hs 15:00, mas teve início ás 18:30, a referida tinha como principal objetivo empossar a nova diretoria do partido Solidariedade que faz coligação com a chapa da oposição encabeça por Gladson Cameli, pré-candidato a Governador do Acre.

Além de Everaldo Gomes estavam presentes também na reunião: Sua esposa Marisanta Rodrigues que foi Secretária de Ação Social durante a gestão do Marido; o ex-prefeito de Epitaciolândia, André Hassem, acompanhado de seu pai Luiz Hassem e a pré-candidata Vanda Milane, é possível ver nas fotos que Everaldo está bastante confiante em participar do dispositivo de honra.

Em se tratando da Esposa do ex-prefeito Everaldo, Marisanta Rodrigues, vale ressaltar que a mesma foi empossada a nova Presidente do Partido Solidariedade em Brasileia e segundo informações, Everaldo também faz parte da executiva, não é à toa que tem uma caminhonete a disposição de Everaldo.

Veja o que disse o ex-prefeito Everaldo

A redação do site 3 de Julho Noticias entrou em contato com o Ex-prefeito de Brasileia, Everaldo, que contestou parte das informações, o mesmo alegou que participou sim desta reunião política, mas dentro dos preceitos da lei, e que esteve presente na reunião até o horário permitido pela justiça (pessoas que estavam presentes na reunião negam a versão do ex-prefeito).

“Em nenhum momento à uma proibição de reuniões políticas, eu não estou ofendendo ninguém o que a gente está fazendo é participando de reuniões políticas e ai o juiz é bem claro que não tem nenhum impedimento na minha questão de reuniões políticas, eu estive na reunião até as hs 18:20 e meu horário permitido é até as hs 19:00, a imprensa tem o direito de procurar ver como é a realidade dos fatos”, disse Everaldo.

Em se tratando do advogado de defesa do ex-prefeito, Dr. Cristopher Mariano, tentamos entrar em contato com o mesmo através do número de celular 99985-31xx, e o mesmo nos informou que não á nenhuma proibição de Everaldo Participar de atos políticos sendo que esta é uma decisão do juiz da Vara Criminal Clovis de Souza Lodi.

Veja o documento enviado a nossa redação pelo advogado

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Até onde vai a leviandade do Suplente de Vereador Francisco Valadares Neto

Em vídeo, o Suplente de Vereador Valadares distorceu as reais informações dos autos do processo.

Por Alemão Monteiro

O Suplente de Vereador Francisco Valadares Neto não perdeu a oportunidade de expressar a sua leviandade nas redes sociais, quando gravou e espalhou um vídeo onde o mesmo afirma ter sido covardemente atacado pelo site 3 de Julho Notícias, referindo-se às diversas vezes em que foi denunciado por este site Eletrônico por seu comportamento compulsivo e pela vez em que foi notificado a devolver mais de 15 mil aos cofres públicos do Município de Brasileia.

No vídeo o suplente faltou com a verdade quando afirmou que o Jornal em questão foi “obrigado” a divulgar uma nota de retratação pública e de pagar à Secretaria de Ação Social 12 sacolões, distorcendo as reais informações verídicas do processo, ainda no vídeo o cidadão diz que a justiça foi restabelecida.

De fato, durante uma audiência de conciliação, o jornalista propôs através de um acordo, em divulgar uma nota de retratação pública (mas vale ressaltar que esta não foi uma determinação da justiça e sim um acordo firmado entre as partes) e também que fossem doados a quantidade exata de 10 sacolões à Secretaria de Ação Social, dessa forma ficou acordado entre as partes.

Mas o que chamou a atenção foi o fato do Suplente Valadares ter feito um vídeo afirmando que a justiça obrigou o jornal a se retratar e a pagar 12 sacolões, mas o Suplente Valadares faltou com a verdade, pois isso não aconteceu, não passa de uma grande mentira, pois se trata de um acordo proposto pelo jornalista e que foi aceito no momento da audiência.

O que chama a atenção é que o edil não foi capaz de gravar um vídeo e divulgar dizendo que a justiça foi restabelecida  quando o Vereador Rosildo denunciou ele na Tribuna da Câmara, onde Valadares teria sido notificado pelo Tribunal de Contas do Estada a devolver o valor exato de R$ 15.210,00 (quinze mil duzentos e dez reais) aos cofres públicos do Município de Brasileia, por prováveis valores indevidos e ainda de acordo com Rosildo o TCE entrou com um processo contra Valadares por desvio de função, que à época Valadares era procurador jurídico da Prefeitura, mas estava atuando como advogado (Veja o que o vereador Rosildo disse no vídeo abaixo).

O que chamou a atenção do vereador Rosildo é que em junho de 2016, o vereador Valadares era para receber R$ 3.520,00, mas recebeu o valor de R$ 10.980,00 sem nenhum fundamento jurídico, desta forma o vereador Rosildo afirma que Valadares se apropriou de R$ 7.460,00 de forma ilegal e agora terá que devolver o valor de R$ 15.210,00, valor esse que ultrapassou o valor inicial previsto para a remuneração do cargo de procurador do ano de 2016.

Vale ressaltar que além de envolver a pessoa do edil, foi uma determinação da justiça para que ele devolvesse o valor acima mencionado aos cofres públicos por prováveis valores indevidos, quando exercia a função de Procurador jurídico na Prefeitura do respectivo Município, na gestão do ex-prefeito Everaldo que foi Preso, durante a 4ª fase da operação Labor da Polícia Federal.

E por qual motivo o Nobre edil não gravou um vídeo dizendo que a justiça foi restabelecida quando a Polícia Federal apreendeu 17 veículos e quatro fazendas que foram apreendidas na gestão passada.

Veja o Vídeo

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

A coordenação da Campanha do pré-candidato a governador do Acre Gladson Camelli e seus aliados

Caso perca as eleições no Vale do Acre, como parece ser o seu destino, a responsabilidade deverá ser atribuída a Aldemir, pelos motivos óbvios.

Em nota o jornalista político Luiz Carlos Moreira Jorge, lançou nota informando, com os seguintes termos: “O ex-prefeito Aldemir Lopes será o responsável pela coordenação da campanha da oposição no Alto Acre. Lopes tem experiência de muitas campanhas”.

A revelação seria um simples exercício de informe jornalístico, acerca de bastidores da política, se não trouxesse uma excrescência: Aldemir já foi preso pela Polícia Federal, acusado de fraudar licitações e participar de esquema de corrupção que causou prejuízo milionário aos cofres públicos do município de Brasiléia. Em síntese: foi alcançado pela justiça por roubo do dinheiro público.

Aldemir também foi investigado por lavagem de dinheiro, peculato, organização criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva. Ele chegou, inclusive, a ser preso preventivamente no ano passado durante a realização da “Operação Metástase” da Polícia Federal, que investigava o desvio de mais de R$ 7 milhões em recursos públicos de Brasileia.

Vale lembrar que o Município de Brasileia está integrado na região do Alto Acre, região esta em que Aldemir é o articulador político da campanha oposicionista. Conforme descrito nos autos, junto com o ex-prefeito Everaldo Gomes e outros comparsas, Aldemir usava o dinheiro para o pagamento de propinas, promovia o desvio de verbas e promovia contratos fraudulentos desde 2013. Lopes foi posto em liberdade em agosto de 2016, sob a condição de ter seus passos vigiados por meio eletrônico, via satélite, 24 horas por dia.

Ainda hoje Aldemir Lopes responde a processos em regime aberto, em função de Habeas Corpus conquistado pela defesa, mediante pagamento de fiança. Durante a campanha que se avizinha, teremos, portanto, uma cena surreal: o coordenador da campanha de Gladson Cameli na região do Alto Acre, ostentando no mocotó reluzente tornozeleira eletrônica, a propagandear naquela região que seu líder político (Gladson) e ele, por conseguinte – inobstante sua condição de investigado por roubo do dinheiro público -, representam uma nova forma de fazer política no Acre.

As informações contidas nesta matéria foram elaboradas no ipsis litteris do jornal página20 em se tratando da coluna Marca.

Com Informação pagina20.net

Nota de Retratação Pública

Nota de Retratação Pública sobre Francisco Valadares em uma matéria postada por Francisco Monteiro Rocha.

Eu, Francisco Monteiro Rocha, proprietário do site 3 de Julho Noticias, pelo presente Termo de Retratação Pública, venho retratar-me referente a uma matéria com informação equivocada envolvendo o Suplente de vereador Francisco Valadares Neto, publicada através de uma postagem em matéria produzida pelo referido site, onde afirmei uma suposta agressão física, entre Valadares e Emerson Leão, sendo que na verdade não houve essas agressões.

Peço desculpas a Francisco Valadares Neto pelos transtornos causados e em público venho,  me retratar visando restabelecer a verdade dos fatos e pedir sinceras desculpas pelo mal entendido, não foi minha intenção prejudicar ou ofender a moral da senhor em questão.