Segundo envolvido no assalto em Brasileia é preso em Xapuri

Apos cometer o assalto, o jovem fugiu para Xapuri e ficou escondido na casa dos pais na zona rural da cidade.

Uma investigação iniciada após o assalto ocorrido na noite deste domingo (13), que resultou na morte de um dos envolvidos após troca de tiros com policiais do 10º Batalhão, ainda estava em andamento depois que um dos acusados ter consigo fugir.

Os investigadores do município de Xapuri, coordenado pelo agente Eurico Feitosa, conseguiu junto com o colega Edinaldo Siqueira, conseguiram identificar e localizar o segundo envolvido no assalto que fugiu para a zona rural, onde seus pais moram.

Após o cerco e detenção do acusado, este foi ouvido em entrevista e inicialmente teria negado, mas, confessou sua participação no assalto. Foi levantado após pesquisa no sistema nacional, que Moisés de Souza Lima tem passagens pelos municípios de Xapuri e Capixaba.

De acordo com os Investigadores do município de Brasiléia, Moisés é o proprietário da motocicleta usada na ação do crime. Apos cometer o assalto, ele fugiu para cidade de Xapuri escondido na casa dos pais na zona rural.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Alexandre Lima / oaltoacre

Com refrigerante na mão, internauta faz vídeo com Jorge Viana

O vídeo vem sendo espalhado pelas redes sociais. O jovem grava o vídeo com uma lata de Coca Cola próximo do Senador.

O vídeo em que o senador Jorge Viana (PT) sai de fininho da sala vip do aeroporto de Dubai, após virar alvo de ataque furioso de um brasileiro, a polêmica ganhou novo capítulo.

O cenário voltou ser um aeroporto, agora em Brasília. Com uma lata de Coca-Cola na mão, um jovem internauta gravou um vídeo tendo o senador petista ao fundo. 

Para relembrar o caso, Jorge Viana usou como desculpa para sair da mesa e deixar os outros senadores no fogo-cruzado a de que iria buscar um refrigerante.

Desde então o senador nunca mais foi visto. Jorge Viana virou alvo de vários memes. Em um deles a foto do petista foi colocada em latas de Coca-Cola.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Fonte: ac24horas

Cesário ataca Gladson, que responde: “Agressões como essas serão levadas à Justiça”

Os ataques a minha honra e da minha família não serão tolerados. Diz senador Gladson Cameli.

Em um texto intitulado “Gladson Cameli um comparsa de Michel Temer, aliado de Aécio Neves (PSDB) e de sua quadrilha do PP”, o secretário de Organização Partidária do PT, Cesário Campelo Braga, ataca o senador e pré-candidato progressista ao governo do Acre ao comentar, entre outras coisas, que Gladson “finge que não lembra que é um aliado para todos os momentos, um comparsa incondicional de Michel Temer, saqueador dos cofres públicos que se sustenta através do apoio de parlamentares cúmplices legítimos dos crimes e dos recentes castigos aplicados ao povo e à classe trabalhadora de todo o Brasil”.

O texto, na verdade, é parte de um conjunto de estratégias eleitoreiras do PT do Acre e aliados que tem por objetivo desgastar na opinião pública a imagem de Gladson ao juntá-la ao emedebista Temer.

“Gladson (PP), que costuma utilizar adjetivos pejorativos e imputar crimes aos que lhe fazem oposição, não tem a mesma indignação diante dos inúmeros crimes praticados por seus aliados. Em episódio recente foi o fiel defensor de Aécio Neves (PSDB) e não titubeou na hora de votar e livrá-lo de seguir o caminho da perda de mandato e possível reclusão”, diz o texto.

Cesário cita ainda um ranking de partidos envolvidos na Lava Jato e lembra que “dos 46 deputados do PP em exercício, pelo menos 27 são alvos de investigações por uma infinidade de supostos crimes”. Cita também que Gladson teve seu nome envolvido no esquema de propinas, mas foi “estranhamente retirado o processo”.

Procurado para comentar o texto do petista Cesário, Cameli disse que “não vai baixar o nível da discussão que tem que ser pautada por propostas” e prometeu acionar a Justiça.

“Quem me conhece sabe que as minhas campanhas são iguais a minha trajetória pessoal e pública: de respeito pelas pessoas e pelas famílias do Acre. Não vou baixar o nível da discussão que tem que ser pautada por propostas. Mas os ataques a minha honra e da minha família não serão tolerados. Vou defender a minha família e agressões como essas serão levadas à Justiça. Quem mente, ataca e agride vai ter que enfrentar a Lei”, diz Cameli.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Luciano Tavares / ac24horas

No Vale-tudo da oposição, Coronel Ulysses arrasa Gladson Cameli e seu grupo

O idílio ou mesmo um processo de armistício entre os dois pré-candidatos ao Governo do Estado pelas oposições – Gladson Cameli e Coronel Ulysses, ao que tudo indica, acaba de ser rompido.

Por Tião Maia

Em manifestações públicas de seu próprio punho, na manhã desta quarta-feira 16 de maio, Ulysses acaba de detonar, mesmo sem citar nomes, Gladson Cameli e todo o seu grupo dizendo que eles não têm projeto e dão continuidade “a velha prática de atacar (no meu caso sem justificativa alguma”). A gota d’agua para o rompimento foi a publicação, em redes sociais, de uma fotografia de uma reunião em Brasília em que apareciam o presidenciável Bolsonaro, o próprio Ulysses e Tião Bocalom, com uma bandeira do PT – uma montagem grosseira a qual o próprio Ulysses atribuiu ao pessoal de Gladson Cameli.

Para Ulysses, segundo sua manifestação, a montagem foi uma forma de o pessoal de Gladson, e ele próprio, dizerem que sua candidatura tem algum tipo de ligação com os petistas, provavelmente como vingança porque ele, na semana passada, também veio a público dizendo que não aceitaria ser vice de Gladson Cameli ao reagir a um artigo, aqui mesmo em O Juruá em Tempo, em que eram citadas informações de uma fonte das oposições afirmando que a candidatura a vice do deputado Major Rocha não contentaria as oposições e o candidato a vice dos sonhos dos conselheiros do pré-candidato do PP ainda era ele, Ulysses.

Na sua manifestação, o Coronel Ulysses vem a público no seu jeito “arrasa-quarteirão”. Olhe o que ele escreveu: “Não sei se fico alegre ou se fico (sic) triste ao receber prints de grupos de debate político da oposição “oposição” que tentam ofender a minha dignidade e minha honra, a dignidade e a honra do Bolsonaro, a dignidade e a honra do Bocalom ao (e ele destaca em caixa alta o que vai a seguir) forjarem de maneira mentirosa e covarde uma foto de reunião de Ulysses, Bolsonaro e Bocalom com uma bandeira do PT…”.

Depois de desqualificar Gladson e seu pessoal ao dizer que eles não têm projeto de governo e que querem chegar ao poder atacando de forma vil os adversários e falar de sua tristeza com os ataques daqueles que em tese deveriam ser aliados, Coronel Ulysses diz, no entanto, ficar alegre por ver “que tais atitudes baixas e rasteiras são os sinais de que estamos no caminho certo em busca da vitória que não nos pertence, mas pertence ao (caixa alta de novo) senhor dos exércitos e Ele dá a quem Ele quiser”.

Noutro trecho, Ulysses pergunta: “Por que estão a fazer isso? Só encontro uma única resposta: Somos hoje a maior preocupação desta gente. Em outras palavras, eles descobriram o que grande parte da população vem dizendo há muito tempo: não temos rabo preso com a BR-364…”.

Ao falar da BR-364, Coronel Ulysses dá mais uma estocada em Gladson Cameli porque as empresas de seu tio Orleir e de seu pai Eládio Cameli (Colorado/Etam) foram responsáveis por obras na rodovia e nos trechos sob a responsabilidade deles teriam sido os locais nos quais mais irregularidades foram encontradas. Depois disso, Coronel Ulysses volta a se jactar de que já teria passado dos dois dígitos nas pesquisas de opinião pública para o Governo e de que pertence a um grupo político unido e que tem projeto de Governo, embora nunca o tenha detalhado.

Dos ataques vivenciados pelos dois pré-candidatos das oposições, é possível se deprecar que, num eventual segundo turno no com a presença de Marcus Alexandre, da Frente Popular do Acre, os grupos de Cameli e de Ulysses jamais se juntar-se-ão. Isso porque Ulysses odeia Gladson e Gladson gostaria de ver Ulysses no mínimo desterrado para terras distantes, para dizer só mínimo sobre o tamanho do ódio que as manifestações de ambos deixam escapar.

Mas, muito mais que sentimentos de ódio, tais manifestações demonstram que, quando se atacam, ambos os lados têm razão. Quando se atacam, essas oposições, nos dois lados, mostram o quanto está desqualificada para o exercício do poder e o tamanho de sua desunião. A razão desta desunião decorre exatamente da falta de um elemento catalisador das forças dessas oposições, a qual bem poderia ser Gladson Cameli mas este, pelo que demonstrou até aqui, há muito perdeu o bonde de sua própria história e passou a ser motivo de desconfiança inclusive entre os que o cercam. Além disso, entre os dois blocos de oposição inexiste um projeto de Governo que contemple o Acre e sua gente e isso revela que o que existe de fato, muito pelo contrário de boas intenções, é uma sede por espaço de poder e, para alcançá-lo, são capazes de tudo.

Coronel Ulysses, ao que parece, enxerga isso há muito tempo. Tentando ocupar o vácuo de poder no seio das oposições, o faz de forma oportunista, porque ele é parte desta oposição, uma parte desse todo que não se entende, uma espécie de subgrupo. Fazendo jus a sua condição militar, o Coronel Ulysses é o segundo pelotão das oposições na corrida ao Palácio Rio Branco. Pelo desenrolar da carruagem, até aqui, a corrida ao Palácio e ao Governo não será vencida por nenhum dos dois grupos das oposições, mas sim pelo pré-candidato que segue em sua pré-campanha de maneira firme e serena, indo ao encontro do povo para ouvir e processar em seu plano de governo as reivindicações e as aspirações do povo acreano. O tempo dirá.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Juruá em Tempo

Legado: Em clima de Copa do Mundo 2018, internautas de Rio Branco se preparam para enfeitar buracos

A buraqueira das ruas de Rio Branco, que tira a paciência dos moradores da cidade, também é motivo de brincadeiras.

Depois de plantarem bananeiras e tirarem fotos “pescando” nos buracos, a tendência agora é pintar os buracos da capital com as cores da bandeira brasileira, para deixar tudo no clima da Copa do Mundo.

Pelas redes sociais, internautas fazem montagens mostrando como suas ruas ficariam enfeitadas com a nova decoração verde-amarela. Pelo o que se vê, nem mesmo o clima futebolístico ameniza a imagem de abandono proporcionada pela buraqueira.

Em Copas passadas, os moradores dos bairros de Rio Branco faziam competições para saber qual rua seria eleita a mais bonita na decoração.

De pinturas feitas no asfalto e muros, a bandeirolas penduradas nos postes, os enfeites davam um aspecto de festa nos dias de jogo do Brasil.

Agora sem asfalto, a solução é enfeitar as crateras que tomam de conta das ruas.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Fonte: ac24horas

Vídeo: Armados, jagunços aterrorizam famílias em terra pública

Representantes das famílias vieram em Rio Branco pedir, nesta quarta-feira, a intervenção do secretário Nilson Mourão.

Por Assem Neto / acjornal

Jagunços armados com pistolas, espingardas e usando colete balístico aterrorizam famílias de posseiros no Seringal Novo Andirá, na divisa do Acre com o Amazonas, dentro do município de Porto acre. Os pistoleiros estariam a serviço de um  médico que também é coronel do Exército aposentado e tem contrato com o Estado do Acre. O médico reivindica a propriedade do seringal que já foi arrecadado pelo Incra, através da Ouvidoria do instituto sediado no Sul de Lábrea (AM).

Com a arrecadação, as terras estão prontas para serem regularizadas e as famílias que ali residem há vários têm o direito de posse, como observou a Superintendência do Incra em Boca do Acre (AM).

Representantes das famílias vieram em Rio Branco pedir, nesta quarta-feira, a intervenção do secretário Nilson Mourão (Direitos Humanos) e da Promotoria de Conflitos Agrários do Ministério Público. Eles tentam obter uma ordem judicial para retirar os jagunços do seringal e, assim, evitar um conflito com os posseiros. “Há o risco de chacina”, disse o ex-diretor de Conflitos Agrários da Fetacre (Federação dos Trabalhadores Rurais do Acre).

A presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Rosana Nascimento, foi orientada a seguir para a região em conflito somente quando houver uma ordem da justiça para retirar os jagunços. A sindicalista passou a manhã empenhada em sensibilizar as autoridades para que haja uma intervenção de estado.

Humilhante

Os jagunços chegaram no seringal na tarde desta terça-feira, sem ordem judicial. De imediato, expulsaram as famílias de suas casas e jogaram pertences pessoais no eixo da estrada. As famílias exigem que os jagunços apresentem uma ordem da justiça. O clima é tenso e há crianças e idosos sob ameaças. Eles foram comunicados que devem deixar as terras até esta quinta-feira. Um vídeo que o acjornal publica com exclusividade (veja abaixo) foi gravado por um posseiro.

Documento frio

O Incra no Amazonas não reconhece Arnaldo Thomas como proprietário da área em questão. O registro foi feito pelo médico na cidade de Senador Guiomard e depois transferido para Rio Branco. O documento é considerado ilegítimo e foi lavrado, em 1999, por uma juíza acusada na CPI da Grilagem de Terras do Congresso Nacional pela emissão de documentos públicos falsos. À época, a irregularidade nos cartórios de registros públicos do Acre favoreceu vários fazendeiros na divisa da Linha Cunha Gomes. A magistrada foi aposentada compulsoriamente.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Jorge Viana calça sandália da humildade e pede para ser julgado nas urnas

A citação do nome do senador como suposto beneficiário do esquema de distribuição de propinas por empreiteiras investigadas na Lava Jato.

Se em outros tempos o senador Jorge Viana (PT) era conhecido como um dos poucos políticos do Acre que vencia eleições sem precisar fazer campanha, agora a situação parece estar um pouco diferente. Ao menos é essa análise ao se observar os últimos discursos do petista.

A boa avaliação de suas passagens pela Prefeitura de Rio Branco, ainda no início dos anos 1990, e seus dois governos (1999-2006) faz com que Jorge Viana tenha sempre uma imagem positiva ante o eleitorado.

Essa situação, afirmam petistas, fizeram Jorge, em alguns momentos, ter atitudes de arrogância na relação com aliados, sendo implacável em suas exigências e sempre dando a palavra final em todas as decisões mais importantes não só do PT, como da Frente Popular.

Nem a citação do nome do senador como suposto beneficiário do esquema de distribuição de propinas por empreiteiras investigadas na Lava Jato foi capaz de arranhar sua imagem. Pesquisas feitas até aqui mostram sempre o “menino do PT” liderando as pesquisas para o Senado.

Tal quadro, porém, parece não deixar Jorge numa zona de conforto. Com uma postura mais humilde, o petista afirma que sua volta para mais oito anos no Senado será fruto do julgamento do eleitor na urnas. Para ele, os acreanos vão decidir se ele exerceu um bom ou mau mandato.

“Eu peço um julgamento justo. Se de fato eu não trabalhei, se de fato eu não fiz a boa luta, se de fato eu não tenho uma história de realização. Peço um julgamento justo. Eu espero que quem fizer um julgamento justo me ajude a ganhar esse mandato para continuar ajudando o Acre e o Brasil”, afirmou o senador em reunião com o movimento comunitário no sábado (12).

O PT irá numa chapa puro-sangue na corrida pelas duas cadeiras ao Senado. O outro candidato petista é o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ney Amorim.

Desde 2002 a Frente Popular não elege dois senadores. Naquele ano os eleitos foram a então petista Marina Silva e Geraldo Mesquita Júnior (à época PSB).

Atualmente, duas das três cadeiras estão com a oposição. As pesquisas apontam que a tendência é de o segundo assento em disputa continuar com os oposicionistas. Do lado de lá a briga é entre Márcio Bittar MDB) e o atual senador Sérgio Petecão (PSD).

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Justiça julga procedente denúncia do MPAC e condena ex-prefeito de Plácido de Castro

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Plácido de Castro julgou procedente a denúncia do  MPAC e condenou o ex-prefeito Paulo César da Silva por falsidade ideológica.

O ex-prefeito foi condenado a dois anos, oito meses e 20 dias de reclusão, com cumprimento inicial em regime aberto, além de pena de multa em 50 dias-multa, no valor diário de 1/20 do salário mínimo vigente na época do fato.

Por fazer jus à substituição da pena privativa de liberdade, a Justiça, porém, substituiu a pena por prestação de serviços à comunidade e por prestação pecuniária, no valor de 12 salários mínimos, que deverá ser revertido em favor de alguma instituição social.

Segundo procedimento investigatório instaurado pelo MPAC, o prefeito, na época, ordenou ao então secretário de Finanças, Tarcísio Soares de Brito, inserir informação falsa em Declaração de Bens e Imóveis em favor de Jandreus Richard de Melo Salgueiro, com o intuito de ‘certificar’ ser de sua propriedade um terreno. No entanto, o imóvel era de domínio da União e o prefeito tinha consciência de que ele só poderia ser concedido por autorização do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

“Portanto, induvidosa se faz a prática delitiva pelo denunciado Paulo Cesar da Silva que, valendo-se do cargo público de prefeito que ocupava, fez inserir declaração falsa em documento público, […] sendo a condenação a medida que se impõe”, requereu o promotor de Justiça Rodrigo Fontoura de Carvalho, que ofereceu a denúncia.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Agência de Notícias do MPAC

Aos críticos da “buraqueira”, Marcus Alexandre Viana defende seu legado invisível

Em respostas às constantes críticas nas redes sociais sobre a situação precária na infraestrutura urbana de Rio Branco.

Por Fabio Pontes

Com ruas tomadas por buracos, o ex-prefeito e pré-candidato ao governo Marcus Alexandre (PT) tem defendido o que classifica como seu “legado invisível”.

A definição é uma referência a investimentos feitos durante os seus seis anos de gestão na saúde e na educação. Para ele, enquanto os críticos se preocupam em apontar a “buraqueira” da capital, unidades de saúde espalhadas pelos bairros garantem atendimento médico às famílias carentes.

Outro possível avanço apontado por ele foi a construção de creches. De acordo com Marcus Alexandre Viana, foram abertas 5.000 vagas em creches na cidade no tempo em que ocupou a prefeitura.

“É muito fácil você procurar um buraco na rua enquanto está na rede social, mas talvez seja difícil encontrar 28 unidades de saúde que nós construímos em seis anos.

É fácil encontrar buracos, mas é difícil os encontrar cinco terminais de integração que inauguramos, as 14 creches, nenhuma no centro da cidade, mas nos bairros”, afirmou o petista em discurso no sábado (12).

No encontro com o movimento comunitário, o pré-candidato pediu para que cada liderança nos bairros defenda este “legado invisível”, e que não se deixe ser ludibriada pelos candidatos adversários.

“Nós não fizemos tudo, mas tudo o que podíamos a gente fez”.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Gladson Cameli, um comparsa de Michel Temer, aliado de Aécio neves e de sua quadrilha do PP

Com a terceira maior bancada na Câmara Federal, o PP lidera, com folga, em número de parlamentares investigados no Supremo Tribunal Federal.

Por Cesario Campelo Braga

Durante minha infância em Rio Branco, minha mãe sempre me dizia para ter cuidado com minhas companhias, repetidas vezes falava; “diga-me com quem tu andas e eu te direi quem tu és”. Talvez por minha pouca idade, não entendia bem.

Durante essa semana o senador, pré-candidato ao governo, Gladson Cameli (PP), após ser confrontado com o fato de sua vida pessoal está mais ligada ao Amazonas do que ao Acre, estado pelo qual foi eleito senador e onde aspira voos maiores, e o fato dele representar a possível volta de um modus operandi de governar, marcado pela ingerência e irresponsabilidade com serviço público, respondeu às questões desferindo um ataque vil contra o PT.

Não cabe aqui entrar no mérito, sobre a vida pessoal do senador e suas decisões de onde morar ou deixa de morar, ou mesmo suas preferências por estadias e passeios em outros locais do mundo, até por quê é de domínio público as relações de Gladson com nosso vizinho Amazonas, e inúmeras foram as declarações e demonstrações que o senador já deu acerca da sua afeição pelo exterior em detrimento ao Acre.

Porém o senador, citado na lava jato junto com seus comparsas do PP por receber uma suposta mesada do doleiro Youssef, mas que estranhamente foi retirado do processo, esquece completamente que a maior corja do Brasil, cujo os políticos eram sustentados com gordas propinas e mesadas é o PP.

Com a terceira maior bancada na Câmara Federal, o PP lidera, com folga, em número de parlamentares investigados no Supremo Tribunal Federal (STF). Dos 46 deputados do partido em exercício, pelo menos 27 são alvos de investigações por uma infinidade de supostos crimes.

Gladson (PP), que costuma utilizar adjetivos pejorativos e imputar crimes aos que lhe fazem oposição, não tem a mesma indignação diante dos inúmeros crimes praticados por seus aliados. Em episódio recente foi o fiel defensor de Aécio Neves (PSDB) e não titubeou na hora de votar e livrá-lo de seguir o caminho da perda de mandato e possível reclusão.

Por vezes, o senador finge que não lembra que é um aliado para todos os momentos, um comparsa incondicional de Michel Temer (PMDB), saqueador dos cofres públicos que se sustenta através do apoio de parlamentares como Gladson Cameli (PP) cúmplices legítimos dos crimes e dos recentes castigos aplicados ao povo e à classe trabalhadora de todo o Brasil.

A atuação de Gladson Cameli no Senado, pífia em produção parlamentar, serve apenas como mero fantoche de Michel Temer (PMDB). Ele votou a favor da “PEC do teto”, que tem sucateado o SUS, destruindo a rede de atuação da assistência social (o que recolocou o Brasil no mapa da fome) e extinguido o sonho dos jovens de ingressar no ensino superior. Votou a favor da terceirização assegurando mais precarização do trabalho no Brasil, votou a favor da reforma trabalhista que extingue os direitos dos trabalhadores e declarou apoio à reforma da previdência, que torna quase impossível que os trabalhadores se aposentem. Só para citar algumas das posições equivocadas e alinhadas com a quadrilha do PP, MDB, PSDB, PSD, PR e DEM que governa o Brasil.

Não vou questionar as posturas pessoais do Gladson (PP), marcadas pelos excessos, ou pelas promessas vazias, como a estrada de Mâncio Lima que aguarda até hoje as máquinas prometidas na câmara, mas não posso deixar de lembrar a lição da minha mãe, certo que todos sabem com quem tu andas Gladson e o Acre já sabe quem tu és.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.