Homem de 63 anos com tumor de 90 quilos na barriga vai passar por cirurgia.

Médicos recusavam fazer operação por conta dos riscos envolvidos na cirurgia.

Um homem da Califórnia foi finalmente submetido a uma cirurgia para remover um tumor que pesava 200 quilos em seu abdômen. Ele suportou o problema durante os últimos 14 anos.
 
Larry West, de 63 anos, notou o crescimento do tumor 1999, e desde então ficou quase impossível andar por conta do problema.
 
Ele passou anos procurando médicos para operar, mas todos se recusavam por conta dos riscos envolvidos. Além disso o valor da cirurgia era bastante elevado para a realidade de Larry.
 
Agora o homem conseguiu encontrar um médico para fazer a cirurgia, e seu novo plano de seguro vai cobrir as despesas. 
O cirurgião removeu cerca de 15 quilos na primeira das três operações que terá que ser feita. Larry vai permanecer no hospital por aproximadamente três semanas enquanto se recupera. A previsão é que ele demore 4 meses para se restabelecer completamente.

Larry West

Larry West

Fonte: Daily Mail

Duas pessoas são presas por venderem carne de cavalo como bife de hambúrguer.

Indivíduos foram detidos por supostamente estarem ligados ao escândalo que abalou a indústria de alimentos britânica.

Dois homens foram presos por supostamente estarem ligados ao escândalo da carne de cavalo que abalou a indústria de alimentos britânica. Os nomes dos indivíduos não foram divulgados por questões de investigação.
 
“Esta é uma investigação extremamente complexa”, disse o detetive superintendente-chefe, Oliver Shaw. “Estamos trabalhando em colaboração com as forças policiais, outras agências de aplicação da lei e reguladores para determinar se a carne de cavalo que está sendo utilizada em uma variedade de produtos foi deliberadamente usada em atividades criminosas.
 
Oficiais que trabalham com a Food Standards Agency (FSA) também fizeram buscas em empresas e residências no Reino Unido como parte da investigação. Funcionários de segurança alimentar lançaram um inquérito em janeiro, depois que a carne de cavalo foi encontrada em hambúrgueres vendidos em alguns dos maiores supermercados da Grã-Bretanha.
 venderem carne de cavalo como bife de hambúrguer

venderem carne de cavalo como bife de hambúrguer

Fonte: Metro

Cabra nasce com rosto “humano” no Ceará

Animal diferente foi retirado já sem vida durante o parto.

O proprietário da Fazenda Agropecuária Lima, no Sertão do Ceará, levou um susto na manhã da última terça-feira (27) ao realizar o parto de uma cabra. O fato curioso foi que os dois filhotes da mesma mãe nasceram com problemas, sendo que um deles tinha a cabeça no formato das de seres humanos (com boca e nariz semelhantes às de uma pessoa).
 
O Sr. Raimundo Pereira, dono da propriedade, disse que estava com dificuldades no parto e chamou uma pessoa para ajuda-lo. O primeiro filhote tinha a cabeça de humano, e já foi retirado sem vida, e o segundo nasceu com uma deficiência, e logo em seguida morreu.
Entretanto, no mesmo dia ainda nasceram 6 filhotes de outras cabras, sendo que 5 destes tinham anormalidades e morreram. Apenas um nasceu perfeito e ainda sobrevive.
formato das de seres humanos

formato das de seres humanos

Ciclismo vai marca início das Atividades da semana nacional da pátria

Prefeito Everaldo Gomes amplia atividades de comemoração a semana da pátria em Brasiléia

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

A prefeitura de Brasiléia realiza a partir deste domingo, 1º, a Corrida Ciclista José da Cruz Neto, por meio da Lei de incentivo ao esporte. O evento está dentro da programação em comemoração à semana nacional da pátria.

A cicleata começa a partir das 8h30 na Praça Ugo Polly com a presença de toda a comunidade e praticantes do ciclismo em Brasiléia e municípios vizinhos. A festa que vai está marcada no calendário de evento do município espera a participação de todos.

O prefeito de Brasiléia Everaldo Gomes disse que a festa deve ser tradicional no município e que a sua gestão vai organizar para que a população compareça e comece a prestigiar eventos que estão no calendário das festividades.

Corrida e premiação

No período da tarde a grande corrida de ciclismo vai começar a partir das 16 horas com competidores de Brasiléia e de outros municípios. A premiação será oferecida do 1º ao 10º colocado.

A expectativa dos competidores é grande, já que a competitividade é acirrada. Vários dos competidores esperam bater seus recordes de tempo e mostra uma boa desenvoltura na competição.

Outros participantes estão animados e esperam também fazer uma boa participação mesmo não estando na disputa dos primeiros lugares.

Os patrocinadores da cicleata e da corrida ciclista são: Prefeitura de Brasiléia, Dallas Modas, Refrio, além dos apoiadores como site OaltoAcre, Malharia da Nira. 

A prefeitura de Brasiléia realiza a partir deste domingo

A prefeitura de Brasiléia realiza a partir deste domingo

Bolívia Pede Para Interpol Emitir Alerta De Prisão De Senador

Segundo Ramirez, a Justiça da Bolívia já emitiu três ordens de prisão de Pinto Molina por delitos contra a Constituição do país
 Roger Pinto Molina

Roger Pinto Molina

O Ministério Público da Bolívia pediu para a Interpol emitir um alerta vermelho para a prisão do Roger Pinto Molina , senador da oposição a Evo Morales que está no Brasil desde sábado. Segundo o procurador-geral interino da Bolívia, Roberto Ramirez, o código deverá ser enviado para que o senador seja apreendido para responder aos processos por corrupção que correm na Justiça boliviana.

Evo: Presidente da Bolívia pede que Brasil devolva senador da oposição No Brasil: Senador boliviano se diz ansioso para rever família e lê a tarde toda

Segundo Ramirez, a Justiça da Bolívia já emitiu três ordens de prisão de Pinto Molina por delitos contra a Constituição do país, descumprimento de deveres, contratos lesivos ao Estado e por conduta antieconômica.

Após 15 meses abrigado na Embaixada do Brasil em La Paz, o senador Pinto Molina deixou o país em carros diplomáticos brasileiros e chegou ao Brasil. Molina, que liderou a oposição ao governo de Evo Morales, pediu asilo político ao Brasil alegando perseguição política. Na época, o Brasil lhe condedeu asilo diplomático. O salvo-conduto era negado pelas autoridades bolivianas, que alegavam que o parlamentar responde a processos judiciais no país.

A vinda dele ao Brasil foi organizada pelo encarregado de negócios do Brasil na Bolívia, Eduardo Saboia , sem o conhecimento do governo brasileiro.

Crítica à Bolívia

O subprocurador Rodrigo Janot considerou nesta quarta-feira que o governo boliviano deveria ter dado o salvo-conduto a Pinto Molina. “O Estado boliviano, para permitir a consequência lógica, que é o asilo territorial, deveria ter concedido sim o salvo-conduto”, defendeu durante sabatina no Senado Janot, indicado pela presidente Dilma Rousseff para assumir o cargo de procurador-geral da República.

O subprocurador também foi questionado pelos senadores sobre qual entendimento tinha de uma possível extradição de Molina. “A extradição não ultrapassa o asilo político. O asilo político pressupõe uma perseguição política na origem. No direito internacional prevalece o ‘non-refoulement’, ou seja, você não devolve a pessoa à origem naquele status em que ela se encontra”, respondeu.

“Não vejo a possibilidade de uma concessão de extradição enquanto perdurar o asilo. Agora, o asilo também não é uma decisão permanente. É uma decisão de governo, é uma decisão política que pode ser revista”, acrescentou.

A fuga do boliviano custou o cargo do ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, que foi substituído pelo embaixador Luiz Alberto Figueiredo Machado . 

Agência Brasil E Agência Estado 

Namorado permite que amada tenha relação íntima com 100 mil homens

Rapaz não gosta muito da ideia mas aceita decisão da companheira.

Do-R7
Ania Lisewska, de 21 anos

Ania Lisewska, de 21 anos

No mês passado, uma polonesa chamada Ania Lisewska, de 21 anos, começou sua maratona na qual pretende ter relações íntimas com 100 mil homens. Até agora ela já teve relações com 284 pessoas (todas de 20 minutos cronometrados).
“Eu quero homens da Polônia, da Europa e de todo o mundo. Eu adoro sexo, diversão e homens. Na Polônia, sexo ainda é um tabu e todos que querem realizar suas fantasias são considerados devassos, promíscuos ou doentes mentais”, disse ela.
 
O fato mais curioso nesta história é que Ania tem um namorado. Ele não gosta muito da ideia, mas disse que aceita a decisão da amada.
 
A mulher tem uma tarefa estranha e difícil de ser cumprida. Para se ter uma ideia, chegar na marca desejada levaria 4 anos caso ela não parasse para dormir, comer ou tomar banho. Além disso ela pretende limitar os encontros nos fins de semana, fazendo com que fique ainda mais difícil de chegar ao objetivo.
Ania Lisewska, de 21 anos

Ania Lisewska, de 21 anos

Idoso é preso por manter mulher e filha em cárcere privado e abusar sexualmente

O suspeito de 63 anos também é indiciado por maus-tratos

Do-R7
 Cláudio Pereira da Silva

Cláudio Pereira da Silva

Um idoso foi preso em flagrante na quarta-feira (28), em Piabetá, Baixada Fluminense, por manter a mulher e a filha de 25 anos em cárcere privado. Cláudio Pereira da Silva, 63 anos, foi denunciado por agentes de saúde chamados para socorrer a esposa dele, Dionísia Pereira. Ele também é suspeito de abusar sexualmente da filha e de Dionísia.

Ao buscarem Cláudio em sua residência, policiais da Delegacia de Piabetá (66ª DP) constataram que ele e as vítimas viviam em condições precárias. Vizinhos contam que gritos de Dionísia eram ouvidos diariamente.

Ao depor na delegacia, Dionísia disse que fica aliviada com a prisão do marido por não ser mais obrigada por Cláudio a ter relações sexuais com ele. Os dois são casados há mais de 30 anos e têm dois filhos.

— Eu dizia que não tô a fim e ele me forçava. [Sic]

Em uma conversa com a psicóloga da 66ª DP, a filha do casal revelou que ela também era abusa por Cláudio desde os oito anos. Ela fez o exame de corpo de delito após ser encaminhada para o IML (Instituto Médico Legal). Caso o resultado comprove o abuso, ele também será indiciado por estupro.

Abandonadas pelos pais em casa, crianças saem por caixa de ar-condicionado

Trancados em casa, os garotos encontraram uma maneira inusitada de sair do local: pela caixa do ar-condicionado.

Os garotos estão sendo cuidados por uma prima, que passa a maior parte dia trabalhando (Fotos: Clériston Amorim)

Os garotos estão sendo cuidados por uma prima, que passa a maior parte dia trabalhando (Fotos: Clériston Amorim)

Há pelos menos uma semana, três crianças de oito, onze e treze anos de idade vivem em um apartamento no bairro Baixada da Habitasa, em Rio Branco. 
A mãe das crianças foi presa por tráfico de drogas. Desde então, os garotos estão sendo cuidados por uma prima, que passa a maior parte dia trabalhando.
Trancados em casa, os garotos encontraram uma maneira inusitada de sair do local: pela caixa do ar-condicionado. Em questão de segundos, eles conseguem se apoiar na janela, entram na caixa de ar-condicionado e saem por um pequeno espaço da estrutura de concreto.
Na manhã desta quinta-feira, 29, vizinhos entraram em contato com a PM para denunciar o caso. A reportagem de Agazeta.net acompanhou, com exclusividade, a abordagem dos militares. Assustados, os meninos não queriam sair da residência.
Depois de muita conversa, duas crianças atenderam o pedido dos policiais. Um dos menores informou que são eles os responsáveis por fazer a própria comida e também a limpeza da casa. O vizinho, que preferiu na se identificar, afirmou que o irmão mais velho tentou violentar sexualmente a menina de oito anos de idade no início da semana, o garoto nega.
Os menores e a prima, Milagros Lorena, foram levados até o Conselho Tutelar para serem ouvidos. Caso seja comprovado o abandono, as crianças vão passar a viver em um orfanato da capital.

Os garotos estão sendo cuidados por uma prima, que passa a maior parte dia trabalhando (Fotos: Clériston Amorim)

Os garotos estão sendo cuidados por uma prima, que passa a maior parte dia trabalhando (Fotos: Clériston Amorim)

Fonte-agazeta.net.-por-Wesley Moraes

Violência doméstica agora é crime de tortura, decide Senado

Além da classificação como crime de tortura, foram aprovados o atendimento especializado no SUS às mulheres vítimas de violência

Com Informações Da Agência Senado

Violência doméstica agora é crime

Violência doméstica agora é crime

O Plenário do Senado aprovou há pouco quatro projetos sugeridos pela CPI da Violência contra a Mulher, incluindo o que classifica a violência doméstica como crime de tortura (PLS 293/2013). Por acordo entre os senadores, outros três projetos serão encaminhados ao exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Além da classificação como crime de tortura, foram aprovados o atendimento especializado no SUS às mulheres vítimas de violência (PLS 295/2013), a garantia de benefício temporário da Previdência às vítimas (PLS 296/2013) e a exigência de rapidez na análise do pedido de prisão preventiva para os agressores (PLS 294/2013).

Os três projetos que passarão pela análise da CCJ são o que estabelece o feminicídio como agravante do homicídio (PLS 292/2013); o que cria o Fundo Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres (PLS 298/2013); e o que destina parte dos recursos do Fundo Penitenciário Nacional à manutenção de casas de abrigo que acolham vítimas de violência doméstica (PLS 297/2013).

Conheça o crime de tortura:

LEI Nº 9.455, DE 7 DE ABRIL DE 1997.

Art. 1º Constitui crime de tortura:

I – constranger alguém com emprego de violência ou grave ameaça, causando-lhe sofrimento físico ou mental:

a) com o fim de obter informação, declaração ou confissão da vítima ou de terceira pessoa;

b) para provocar ação ou omissão de natureza criminosa;

c) em razão de discriminação racial ou religiosa;
 
II – submeter alguém, sob sua guarda, poder ou autoridade, com emprego de violência ou grave ameaça, a intenso sofrimento físico ou mental, como forma de aplicar castigo pessoal ou medida de caráter preventivo.

Pena – reclusão, de dois a oito anos.

Violência doméstica agora é crime

Violência doméstica agora é crime

Por falta de gás e gasolina, bolivianos fecham pontes, aeroporto

Nem carros e motos puderam atravessar pela cidade de Brasiléia, somente a pé. Já pelo da Epitaciolândia, nem andado

Fonte-oaltoacre

Falta de gás de cozinha e gasolina leva a mais um protesto onde fecharam as pontes na fronteira com o Acre – Foto: Alexandre Lima

Falta de gás de cozinha e gasolina leva a mais um protesto onde fecharam as pontes na fronteira com o Acre – Foto: Alexandre Lima

Mais uma vez, os bolivianos da cidade de Cobija (capital de pando/Bolívia), realizam outro protesto por falta de gás de cozinha e combustível no lado boliviano. Outra vez, resolveram que deveriam fechar as duas pontes que ligam ao Brasil através do Acre.

Nem carros e motos puderam atravessar pela cidade de Brasiléia, somente a pé. Já pelo da Epitaciolândia, nem andado. Segundo foi passado por um dos líderes do movimento, Juan Carlos Aguilar, até mesmo o aeroporto estaria fechado para pouso e decolagens.

Reclamam que estão a cerca de uma semana sem o gás e combustível, fato esse que vem afetando a todos do Departamento (Estado) de Pando. Esta seria a sétima vez que o governo deixa faltar e vem irritando a população. O controle da venda e distribuição, vem sendo feita pelas forças armadas no País desde a tomada da Petrobrás em 2007, e vem acontecendo um racionamento.

Militar tenta tomar equipamento

Militar abordou e tentou levar o equipamento para o Quartel Naval no lado boliviano – Foto: Alexandre Lima

Militar abordou e tentou levar o equipamento para o Quartel Naval no lado boliviano – Foto: Alexandre Lima

O cinegrafista profissional Josenir Oliveira, que trabalha para a Tv Gazeta, filiada da Rede Record em Rio Branco, que se encontra na cidade de Brasiléia para fazer outros trabalhos, utilizou do seu helicóptero Drone, que possui uma câmera filmadora para fazer uma cobertura do protesto.

Josenir utilizou a Ponte Wilson Pinheiro que liga Brasiléia à Cobija, para fazer uma tomadas aéreas e passou próximo ao Quartel da Marinha Boliviana. Foi quando um oficial foi até a ponte e achou que deveria impedir o trabalho e levar o equipamento para o Comando Naval.

Mesmo explicando o trabalho que a imprensa brasileira estava fazendo sobre o protesto, foram longos minutos de tensão. O oficial que estava no meio da ponte sozinho, tentava a todo custo levar o equipamento para o lado boliviano com a intensão de ver a imagens e dizendo poderia ter filmado o quartel militar.

Após mostrar as imagens que quase nada mostrava e passar momentos de tensão vendo que o equipamento poderia ser tomado caso chegasse no outro lado, a imprensa foi liberada.

Momento de tensão: A todo momento Josenir e seu Drone eram fotografados por militares na ponte e as imagens foram vistas para poder ser liberado – Foto: Alexandre Lima

Momento de tensão: A todo momento Josenir e seu Drone eram fotografados por militares na ponte e as imagens foram vistas para poder ser liberado – Foto: Alexandre Lima