Prefeita Fernanda prestigia a posse da nova diretoria da Academia de Letras em Brasiléia

A Prefeita Fernanda Hassem esteve presente no Centro Cultural, na última quinta-feira, 14, onde foi realizado a posse da nova diretoria da Academia de Letras e Artes de Brasiléia.

A academia tem pôr fim a cultura da língua e da literatura nacional. Na prática a ideia é que seja um ambiente de trocas intelectuais, realizando conferências e uma série de publicações, zelando pela língua nacional e agregando novos membros e participantes nos debates incentivando a cultura.

A professora Gislene Salvatierra, nova presidente da Academia de Brasileia, falou a respeito de sua posse: “Chegou a hora de recuperar todos os documentos danificados devido as enchentes de 2012 e 2015. Nós vamos abraçar e congregar todas aqueles que gostam de fazer cultura tanto na literatura, poesias e artes de modo geral e academia está disponível para os que querem participar e contribuir para o crescimento intelectual”, relatou Gislene.

Na ocasião esteve presente o Presidente da Academia de Letras e Jornalismo do Acre J. Simplício; Mauro Modesto Fundador da Academia de Letras de Brasileia; Edir Filgueira Acadêmica e Declamadora; Gislene Salvatierra Presidente da Academia de Letras de Brasileia; Dolores Paixão Secretária Geral da Academia de Letras; Raimundo Lacerda Vice-Presidente da Academia de Letras de Brasileia

A Deputada Estadual Leila Galvão ressaltou a importância da academia. “Um grande privilégio poder participar desse momento tão importante na nova condução da Academia de Letras e Artes de Brasileia, com acadêmicos cheios de disposição a levar a cultura para os jovens, com o incentivo do poder público com a prefeitura se colocando à disposição e da mesma forma eu faço, colocando o meu mandato disponível para o fomento da cultura”, disse Leila.

Conclusão do Ensino Infantil

A Prefeita Fernanda também prestigiou a formatura de 60 alunos do ensino infantil da Escola Municipal Os Pastorinhos, o evento foi realizado no clube da Policia Militar de Brasileia e contou com a presença da Deputada Estadual Leila Galvão, Secretária Municipal de Educação Ramiege Rodrigues, funcionários da Escola, familiares e formandos.

A Prefeita Fernanda Hassem destacou a importância dos eventos: “Começar a noite em um evento tão bonito, preparado com tanto amor pelos professores e diretora da escola Os Pastorinhos, reunindo toda a família e mais importante proporcionando o crescimento escolar dessas crianças é motivo de muita alegria.

E a posse da nova Diretoria da Academias de Letras e Artes de Brasileia só mostra que estamos no caminho certo, incentivando a cultura, melhorando a educação e é assim que construímos uma sociedade com baixos índices de violência, e eu coloco a prefeitura a disposição para poder levar para mais pessoas a cultura”, finalizou Fernanda.

Objetos são presos durante revista na penitenciário de Rio Branco

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), numa ação integrada com o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), realizaram revista à Unidade Prisional Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco.

Os procedimentos de revista foram feitos aos detentos nas celas dos pavilhões A e L, que resultaram na apreensão de objetos diversos, como entorpecentes, celulares e carregadores, chips de aparelhos eletrônicos, armas brancas artesanais e rádio comunicador.

De acordo com a diretoria do Iapen, o objetivo é realizar uma pacificação do sistema penitenciário, por meio do combate da entrada de objetos ilícitos que oferecem riscos tanto aos profissionais que trabalham na unidade quanto para os apenados do regime fechado.

“É importante destacar a importância do trabalho em conjunto das forças policiais representadas nessa ação pelos agentes penitenciários e policiais do Bope, que não mediram esforços para cumprir com êxito a missão e, mais uma vez, pudemos tirar de circulação esse tipo de ilícito dentro da unidade”, afirma o diretor Aberson Carvalho.

Vale destacar que os procedimentos são parte da rotina do complexo penitenciário na capital.

Mulher é alvejada após se envolver em briga e tentar matar agente de segurança

Maria Francisca Lima Ferreira, de 20 anos, foi atingida com um disparo de arma de fogo na região do pescoço.

Uma mulher foi alvejada após se envolver em uma briga dentro de uma farmácia, localizada próximo da Praça de Táxi de Cruzeiro do Sul, e em seguida tentar contra a vida de um agente de segurança que quis separar as duas envolvidas. 

Segundo informações de uma testemunha, que preferiu não se identificar, o homem estava fazendo compras na drogaria, quando as duas mulheres começaram a briga no local.

“Ele tentou separar elas por duas vezes, mas ai ela tirou uma faca e foi para cima dele, ele só atirou porque ia caindo e ela já ia furar. Foi só para se defender mesmo”, contou.

O delegado explicou que o caso é considerado legitima defesa de terceiros e de si próprio. “Ali a gente observa legítima defesa de terceiro e de si próprio. Fizemos questão de ouvir as testemunhas logo pela manhã. O fato é que duas mulheres estavam brigando, e essa pessoa fez a intervenção corretamente, e neste momento uma delas tirou uma faca que estava entre os seios e foi para cima dele em posição de ataque.

Ele foi se afastando e ela continuando avançando, e ele se esbarrou na calçada, foi caindo para trás, no momento que ela ia desferir a facada, no momento que ele efetuou o disparo”, explicou o delegado responsável pela investigação Lindomar Ventura.

De acordo com informações repassadas pelo hospital para a polícia, a mulher não corre risco de morrer, mas segundo o delegado, é necessário esperar as próximas horas para avaliar a situação de saúde.

Com informações de Erisney Mesquita

Mãe acusa idoso de 73 anos de abusar de filha de 4 anos em Cruzeiro do Sul

Criança estava na porta de casa quando o idoso teria passado a mão nas partes íntimas da criança. Em depoimento ao delegado, idoso negou acusação. Homem deve ser encaminhado para o presídio de Cruzeiro do Sul.

Um idoso de 73 anos foi preso no final da tarde desta quinta-feira (14) suspeito de estupro de vulnerável. O homem é acusado de abusar de uma criança de 4 anos. A mãe da garota, que prefere não se identificar, disse que presenciou o abuso.

“Eu fui estender uma roupa e quando eu virei vi ele na escada passando a mão nela, aí eu já soltei a bacia e quando cheguei aqui pensava que elas estavam sozinhas”, disse.

Após as acusações, a mãe disse que o idoso passou a ameaçar a vítima e puxou uma tesoura. “Quando eu comecei a dizer as coisas para ele, ele puxou a tesoura e veio para o meu lado, então, dá para imaginar que uma pessoa dessa anda mal intencionada”, falou.

O delegado Lindomar Ventura contou que, em depoimento, o idoso disse que estava no local mas negou as acusações de abuso. “Ele nega, mas além da mãe há outra testemunha e a tesoura também foi encontrada no local”, complementou.

O idoso está na delegacia esperando finalizar o procedimento para ser levado à Unidade Penitenciária Manoel Neri.

Do G 1 Acre

Homem que matou irmão em Porto Walter é preso em Cruzeiro do Sul

Briga iniciou por conta de uma égua, conta o acusado. Homem foi morto pelo irmão após matar a própria mãe em Porto Walter.

Após quase uma semana de um crime bárbaro, Francisco do Nascimento, de 33 anos, foi preso nesta sexta-feira (15) na casa de parentes no bairro Miritizal. em Cruzeiro do Sul. Ele confessou ter matado o irmão José Benedito Melo, de 23 anos, no último sábado (9).

O crime ocorreu em Porto Walter após Melo matar a própria mãe, Zilmar Vieira Melo, de 59 anos, com um tiro de espingarda.

Preso na delegacia de Cruzeiro do Sul, Nascimento conta que toda a confusão começou porque o irmão queria matar uma égua que pertencia à sua madrasta. Os dois são irmãos por parte de pai e Nascimento costumava frequentar a madrasta.

Ao confessar o crime, ele contou como tudo aconteceu e diz que atingiu o irmão com golpes de facão no pescoço, braço e costas da vítima.

“Ele queria matar uma égua da mãe dele e pegou uma arma para atirar em mim. Entrei no quarto e fiquei escondido atrás da porta. Quando a mãe dele saiu na porta, ele atirou nela. Quando vi, ela estava sangrando e pulei no quintal e disse: ‘tu matou a tua mãe’. Ele respondeu dizendo que ia me matar também e foi quando desferi três golpes de facão contra ele”, revela.

Após cometer o crime, Nascimento diz que ficou cerca de três dias escondido na mata e decidiu ir em Cruzeiro do Sul. Além da morte do irmão, o acusado também tinha um mandado de prisão preventiva em aberto pela 1ª Vara Criminal por violência doméstica.

Questionado sobre o crime, ele diz que não teve escolhe e que matou o irmão para se defender. “Me arrependo por ter matado um ser humano. Uma pessoa do meu próprio sangue, mas se não faço isso, ele teria me matado também. Não tive escolha. Era a vida ou a morte. Sei que errei e vou pagar pelo crime que cometi”, lamenta.

O delegado Lindomar Ventura, responsável pelo caso, diz que Nascimento foi indiciado por homicídio por motivo torpe.

“Ele confessou que o crime foi por motivo fútil. Contou detalhes de como tudo ocorreu. O irmão atirou na mãe e queria matar ele. Ele pegou o facão antes que o homem trocasse o cartucho. Ele já tinha um mandado em aberto porque cortou a esposa com o facão também”, conta o delegado.

José Benedito, que foi morto pelo irmão, também tinha passagem pela polícia por ter atirado em outro rapaz há cerca de dois anos. Segundo a polícia, que estava bêbado, o rapaz arranjava confusão.

Apaixonado viaja para ver namorada da web, mas é rejeitado: Ele é pobre

O britânico Glyn Thomas Bailey conversou por seis meses com a dominicana Wilfa Soto Peguero pela internet quando decidiu deixar seu país e visitá-la na América Central.

O que ela não esperava é que o homem havia comprado apenas uma passagem de ida, acreditando que viveriam juntos. Além disso, ao chegar no aeroporto, ele afirmou que estava falido e não poderia ajudar Wilfa e os quatro filhos dela.

Ao chegar em casa, a mulher postou um vídeo no Facebook fazendo um apelo. “Peço ajuda. Não posso ficar com esse homem em casa. Não tenho recursos. Ele também não. Afinal, disse que é pobre”. Agora, Glyn tenta conseguir apoio da embaixada para conseguir volta ao País de Gales.

O caso ganhou a imprensa da República Dominicana e a Europa, principalmente pelo apelo desesperado de Soto Peguero. “Não tenho como alimentar esse homem. Vivo numa casa alugada, numa comunidade carente. Ele se ofereceu para cuidar dos meus filhos, mas agora me diz que está sem dinheiro. Não quero que fique na minha casa. Não tenho recursos para comprar uma passagem de volta pra ele”.

Bailey não fala espanhol e usava o Google Tradutor para se comunicar. O homem afirma que não tem família em sua terra de origem e que teve problemas financeiros recentes que o impedem de garantir qualquer auxílio à família dominicana. Para Wilfa, a versão é outra: “Veio para o país querendo ficar de graça na minha casa. Achava que iria me namorar. Não rolou nada entre nós. Só amizade pela internet. Não devia ter aceitado quando ele propôs me visitar”.

O galês está ficando na casa de vizinhos enquanto não resolve o imbróglio. “Eu não estrava procurando por um homem que fosse rico. Simplesmente o conheci na internet, em salas de bate papo, e simpatizei com ele”, garante a mulher. Ao ser acusada de tentar dar um golpe no homem, ela já garantiu a resposta na ponta da língua: “Prefiro ser uma pobre feliz do que uma rica infeliz”.

Um jornal de Santo Domingo, capital da República Dominicana, afirma que a embaixada já contatou o homem, ofereceu ajuda e “está em contato com as autoridades locais para resolver a questão”.

(Com informações do portal Metrópoles)

Governo convoca mais 400 aprovados em concursos da Saúde e Educação

Anúncio foi divulgado durante coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira. Saúde vai ganhar reforço no atendimento á população com a convocação de novos profissionais.

O Governo do Estado encerra o ano convocando cerca de 400 novos servidores públicos para as áreas da Saúde e Educação. Só em 2017, a Secretária de Estado da Gestão Administrativa (SGA) convocou mais de 3 mil pessoas aprovadas nesses mesmos concursos, realizados nos anos de 2013 e 2014.

“O governador Tião Viana foi o que mais realizou concurso ao longo de sua gestão. Desde 2011, Educação e Saúde, juntas, contrataram quase 8 mil novos servidores, por meio de concurso público. Fruto disso é que hoje na saúde só temos 178 servidores temporários. Isso demonstra o olhar que o governo tem com relação a prestação de serviço de qualidade ao cidadão e a responsabilidade com os servidores públicos do Acre”, destaca Sawana Carvalho, secretária de Gestão Administrativa.

Ainda de acordo com Sawana, o estado tem segurança administrativa dentro da formalidade da lei, para empossar os 413 candidatos que foram aprovados e aguardam a convocação desde 2013, e que apesar da crise que vive o país, o governo gera um investimento a mais na folha do Estado de aproximadamente R$ 1,8 milhão com os novos servidores.

Com mais esse chamamento, o ano de 2017 encerra com o reforço de mais de mil servidores públicos convocados para atuar só na área da saúde. “Sabemos que vivemos um momento difícil, mas o estado do Acre tem essa segurança administrativa, e não tem medido esforços para trazer servidores qualificados para a prestação de serviços à sociedade. Essa convocação que o governo está realizando para a área da saúde vem fortalecer o quadro que nós já temos de efetivos dentro das unidades de saúde”, esclarece a secretária.

Ao todo, 192 candidatos, entre médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e radiologia, bioquímicos, entre outros aprovados no concurso da saúde, estão sendo convocados pelo governo, além dos 221 profissionais que vão atuar na área da Educação. O edital de convocação deve ser publicado no próximo dia 27. Os novos servidores da saúde e educação serão empossados em janeiro de 2018.

O governo do Acre também anunciou a realização de novos concursos públicos para o ano de 2018, entre eles, para o cargo de Auditor Fiscal da Secretaria de Fazenda (Sefaz), e Segurança Pública que já estão sendo planejados.

Polícia Civil do Acre faz balanço parcial da operação “PC27”

Iniciada na madrugada da última quinta-feira, 14, a Operação PC27 ocorre nas 27 unidades da Federação.

 Por Sandro de Brito 

No Acre, a Polícia Civil apresentou balanço parcial da operação em coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira, 15, no auditório da instituição.

No Brasil, 970 prisões já foram contabilizadas, enquanto no Acre 42 prisões foram efetuadas em cumprimento de medidas judiciais contra indivíduos responsáveis por crimes patrimoniais, como furtos, roubos e latrocínios, além desenvolver um trabalho investigativo no sentido de coibir o tráfico de drogas e combater organizações criminosas.

No Acre, a ação policial contou com efetivo de 230 agentes, 19 escrivães e 26 delegados de Polícia Civil abrangendo todas as regionais com ênfase no combate ao crime de trafico de droga e organizações criminosas na região do Juruá, Purus/Envira, Alto e Baixo Acre, com  o objetivo de tornar o fim de ano da população acreana mais seguro e com menos delitos.

“A polícia tem feito seu papel e nós vamos continuar fortalecendo as operações policiais para que posamos tirar de circulação o maior numero de pessoas em conflito com a lei trazendo e resgatando , cada vez mais, a sensação de segurança que vem melhorando a cada dia”, observou secretario de Segurança Pública, Emylson Farias.

Para o secretário de Polícia Civil, Carlos Flavio Portela Richard, “a operação policial vem sendo realizada simultaneamente nos 22 municípios do Estado abrangendo todas as regionais e com prisões em todas elas e retirados de circulação ativos criminais como armas, drogas e munição”, finalizou o delegado-geral.

A operação é coordenada pelo Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI) e o balanço geral das ações, que envolve todas as polícias civis do Brasil, será realizado no sábado, 16, com divulgação completa de todos os dados.

Governo anuncia início da reforma do Memorial Wilson Pinheiro, em Brasileia

Resgate e preservação da memória, cultura e identidade de uma parte importante da história do Acre. A obra é orçada em um investimento de mais de R$ 156 mil.

É com essa intenção que o governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), anunciou na quinta-feira, 14, o início das obras do Memorial Wilson Pinheiro, em Brasileia, para a próxima segunda-feira, 18.

Avaliada em mais de R$ 150 mil, a reforma também contará com a revitalização do espaço, que sofreu com a enchente histórica de 2015. A previsão de entrega é de 90 dias.

“A ideia é que possamos deixar o máximo possível das madeiras originais, pois é um patrimônio do nosso estado. Além disso, vamos fazer um estudo para pintar com as mesmas cores, deixando o mais parecido possível com o que era”, explica a diretora-presidente da FEM, Karla Martins.

O recurso é fruto dos esforços do governo junto ao Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

A operação de crédito – que é resultado de um aprimoramento do Programa de Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico e Sustentável do Acre (Proacre) e dos bons índices alcançados pelo Estado na gestão de recursos – também possibilitará a reforma e revitalização de outros 17 espaços culturais do Acre, e é orçado num valor que chega a mais de R$ 12,5 milhões.

A prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, destaca o simbolismo da reforma para o município. “Isso demonstra a valorização de uma pessoa que tanto contribuiu para a história da nossa região e do país. Brasileia se sente muito privilegiada, pois o Wilson tem um grande legado, e nossas crianças e jovens poderão ter um contato maior com esse espaço”, salienta.

Quem foi Wilson Pinheiro

Wilson Pinheiro foi líder do “Mutirão contra jagunçada”, episódio em que centenas de trabalhadores marcharam contra bandidos que ameaçavam os posseiros da região. Fundou também o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasileia e foi membro da Comissão Municipal Provisória do Partido dos Trabalhadores na cidade.

Foi assassinado na sede do sindicato – que posteriormente virou o Memorial Wilson Pinheiro – em 21 de julho de 1980, a mando de latifundiários da região.

A filha do seringueiro, Hiamar Pinheiro, fala da gratidão pela reforma do espaço: “Esperei muito por esse momento, e agora, vendo o pontapé inicial de tudo isso, fico muito feliz, pois não é apenas a preservação da memória da minha família, é a valorização de um ponto importante da nossa história de luta”.

Semana Chico Mendes inicia com atividades em Xapuri e Rio Branco

A semana que propaga os ideais do líder seringueiro e ambientalista Chico Mendes iniciou com o lançamento da segunda edição da Semana Nacional de Economia Solidária, promovido em frente ao museu Chico Mendes, em Xapuri.

 Por Maria Meirelles 

Se estivesse vivo, Chico completaria hoje 73 anos. A Semana Chico Mendes é promovida pelo Comitê Chico Mendes, com o apoio do governo do Estado, com o objetivo de reconhecer e estimular atividades, programas e ações que têm como principal finalidade consolidar o conceito de Florestania.

O tradicional Prêmio Chico Mendes de Florestania é entregue na tarde desta sexta-feira, na Praça do Seringueiro, Centro de Rio Branco. Conferida anualmente pela Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), a premiação foi em criada em 2004, como forma de reconhecer personalidades, iniciativas e instituições que atuam na conservação do meio ambiente.

Na programação que se encerra dia 22 de dezembro, data que marca os 29 anos de morte de Chico Mendes, constam inúmeras atividades como o lançamento do livro “Pássaro sem Rumo – Uma Amazônia chamada Genésio”, na terça-feira, 19, escrito por Genésio Ferreira da Silva, testemunha chave no processo de condenação dos assassinos do ambientalista.

A Semana Chico Mendes conta ainda com o apoio do Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri (STR/Xapuri), Cooperacre, Embrapa, Instituto Federal do Acre (Ifac), Centro dos Trabalhadores da Amazônia (CTA), Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários (Unisol), gabinetes da deputada estadual Leila Galvão, deputado federal Raimundo Angelim e senador Jorge Viana, entre outros parceiros.

Confira a programação na íntegra: