Secretário de Finanças Tadeu de Sousa Hassem e a prefeita de Brasileia Fernanda Hassem – Foto: Assessoria Prefeitura de Brasileia

O delegado de Polícia Federal do Município de Epitaciolândia, Antônio Francisco Carlota Pessoa, concluiu o inquérito que investiga a denúncia de crime de peculato, possivelmente praticada pelo atual secretário de finanças do município, Licurgo Tadeu de Sousa Hassem (que é irmão da atual prefeita do município) e ostros dois envolvidos.

A Suposta apropriação dos valores recolhidos a título de Imposto Municipal de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), teria acontecido no período de 2019/2020.

De acordo com o que apresenta no inquérito da Polícia Federal, Tadeu em conluio com outros autores, emitiria Certidão Negativa de Ônus Municipal ao receber o dinheiro vivo em mãos, sem fornecer o comprovante de pagamento do imposto, apropriando-se dos valores, sendo que, às vezes, como meio para a perpetração deste crime, falsificava documentos.

Quando questionado pelo contribuinte do porquê de não haver comprovante, o funcionário apenas dizia que a máquina de recibos estava quebrada. Em casos em que o contribuinte insistia pelo recibo, ele seria direcionado para a lotérica de Brasiléia, onde era emitido um comprovante frio, já que a quantia não era enviada aos cofres públicos e sim dividida entre Tadeu e os demais, que acobertaria as ações dentro da Prefeitura.

Como exemplo, o denunciante afirmou que entre os meses de junho/julho de 2019 um comprador de uma fazenda no ramal do km 19, havia feito pagamento do imposto (cerca de R$ 9.000,00) no escritório deste funcionário do setor de arrecadação de Brasiléia. O denunciante afirmou que iria conseguir os documentos esclarecendo o nome completo do comprador da fazenda e a quantia correta de pagamento do ITBI.

Vale destacar que no Inquérito, em se tratando da prova de materialidade e indícios  de autoria, há diversas divergências entre os valores apresentados pelos órgãos. Conforme análise sucinta realizado pelos agentes da Delegacia da Polícia Federal, pode-se ver, apenas um exemplo, que em 20217 a prefeitura de Brasileia informou ter recebido, a título de ITBI, R$ 208.379,00 (duzentos e oito mil trezentos e setenta e nove reais). Já o Cartório Azevedo,  informou que foram contabilizados, em 2017, R$ 292.114,66 (duzentos e noventa e dois mil centos e quatorze reais e sessenta e seis centavos), uma diferença de aproximadamente R$ 84.000,00 (oitenta e quatro mil reais). Se comparados esses dados com os dados informados pelo TCE, vê-se que o valor informado pela prefeitura de Brasileia, do que fora realizado, é menor ainda, R$ 198.310,44 (cento e noventa e oito mil trezentos e dez reais e quarenta e quatro centavos). Diante de tais diferenças carecem de explicação mais detalhada e apuração de tais desfalques.

Até a presente data, não havia enviado tais informações. Em pesquisa no site da Prefeitura de Brasiléia, não consta tal quantia paga por este contribuinte que tenha sido gerado arrecadação ao município no ano de 2019 e 2020.

A denúncia que resultou na abertura do inquérito, teria acontecido no dia 30 de junho de 2020, a partir daí o Inquérito Policial foi instaurado a pedido do Ministério Público. Em um momento anterior, o juiz da vara criminal de Brasileia, já havia determinado ao delegado de Polícia Federal, a conclusão do inquérito com uma certa rapidez. 

Diante da decisão proferida pela Vara Criminal de Brasileia, no sentido de finalizar o Inquérito Policial e remetê-lo a justiça, mesmo com diligências a serem feitas, foi cumprido o determinado. A partir de agora o presente Inquérito foi enviado para o Ministério Público Estadual com atribuição para a Vara Criminal de da Comarca de Brasileia.

Veja Matérias Relacionadas Abaixo:

Exclusivo: Polícia Federal abre inquérito para investigar crime de peculato na Prefeitura de Brasileia. Tadeu Hassem é um dos investigados

Vereador Leomar afirma que enquanto o irmão da prefeita estiver sendo investigado por crime de peculato e até que se prove a inocência, a gestão não pode apontar o dedo na cara de nenhum cidadão de Brasileia

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O líder do Movimento Social Pró Ponte, Ralf Luiz, frisou que a obra da ponte de Rodrigues Alves é salutar mas, que o governador Gladson Cameli precisa fazer o ‘dever de casa’ primeiro. “Essa Interligação é importante mas, o debate precisa ser mais bem amadurecida pelos dois países. O governador não fez nem o dever de casa. Rodrigues Alves por exemplo, está precisando de uma ponte há anos. A nossa BR-364 até hoje não foi concluída. Portanto, discutir sobre a Interligação de Cruzeiro do Sul com Pucallpa é uma discrepância sem fim”, Concluiu.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.