Veja o Vídeo Abaixo: Em mais uma sessão bastante acalorada no parlamento mirim, em Brasiléia, o vereador Leomar Barbosa (PSD), fez uma grave denúncia que envolve o secretário de obras da gestão petista, Francisco Lima.

Segundo o próprio parlamentar, o secretário de obras, Lima, fez uma proposta de R$ 40 a 50 mil, para a vítima do acidente que ocorreu no ramal do Polo, envolvendo uma caçamba da prefeitura e uma particular, para que a vítima, Beto, ficasse em silêncio, proposta que de imediato foi recusada pelo proprietário da caçamba particular.

“Eu queria perguntar o secretário Lima, por que o Lima foi fazer a proposta para o Beto, e o Beto está disposto a vir aqui na câmara, Lima disse a ele que iria fazer um acordo onde ninguém sairia perdendo todo mundo vai sairia ganhando, disse ainda que iria pagar R$ 40 a 50 mil reais na caçamba”, dispara Leomar

O vereador ainda questiona de onde viria o montante ofertado para pagar o dono da caçamba, no caso o Beto.

“De onde ia sair esse dinheiro? Dos esquemas com as empresários? De onde iria sair esse dinheiro”

Diante da situação que se encontra o dono da caçamba até hoje impedido de trabalhar por consequências do acidente Leomar afirmou: “falta a questão do bom senso do poder público, ir lá e dá uma assistência adequada para o Beto, ou vão se calar?”.

Entenda o caso:

O acidente envolveu um veículo da prefeitura de Brasiléia e um veículo particular no ramal do polo em meados 19 de maio do presente ano, na ocasião o samu e o corpo de bombeiros foram acionados. Beto o motorista que dirigia a caçamba particular que era utilizado pelo mesmo para o transporte de Barro e areia teve fraturas nas duas pernas. José motorista da caçamba da prefeitura sofreu escoriações pelo corpo.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: “O estranhíssimo é perguntar quem são os lobistas do Fonplata. O governo do Estado está autorizado a contratar operações de crédito com o Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNDES, Banco Mundial, bancos que operam no Brasil, com a autorização da Secretaria do Tesouro. A mensagem aqui não trata de taxa de juros, a justificativa não trata desse aspecto. No Brasil, não há juros mais baratos que a Caixa Econômica Federal. A pergunta que terá que ter resposta é: ‘quem são os lobistas do Fonplata?”. Edvaldo Magalhães lembrou que esta é a quarta operação de crédito feita pelo governo Gladson Cameli. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.