O convênio irá proporcionar aos servidores qualidade de vida – Foto: Neto Lucena

Suellen Medeiros – A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Acre (Seplag) assinou um termo de convênio em parceria com a instituição de ensino superior Estácio/Unimeta. O objetivo da cooperação é proporcionar, aos servidores da Seplag, atendimentos com as equipes de estágios supervisionados dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição, entre outros.

Estiveram presentes à solenidade Luiz Victor Bonercke, gestor da Seplag em exercício; Roberto Santos, reitor da Estácio/Unimeta; e Francisca Brito, diretora da OCA; além de diretores, chefes de departamentos e divisões e servidores.

A parceria trará benefícios para os servidores não apenas da Seplag, como também das demais secretarias, porque os acadêmicos prestarão atendimentos em várias áreas, acompanhados de seus professores.

“Teremos serviços de nutrição, fisioterapia, enfermagem, psicologia e educação física. Os projetos são excelentes e voltados para a qualidade de vida do servidor”, explica Aldenice Pereira, diretora do Departamento de Humanização.

Na ocasião, foi ministrada a palestra “Gestão Pública – Desafios e Modernização em Tempos de Pandemia”, que abordou principalmente os desafios de continuar trabalhando em um ambiente pandêmico, numa sociedade em que a rotina profissional não estava adaptada para tantas mudanças e a resistência a esse novo conceito.

Também foram apresentados os cinco pilares estratégicos como desafio: visão, adaptabilidade, proximidade, interação e evolução. “A nossa palestra foi mais um bate-papo com algumas provocações sobre o que podemos projetar de um futuro pós-pandêmico. Hoje estamos começando a enxergar o final de um processo muito drástico para toda a humanidade. Temos que pensar na construção de um futuro que possa aplicar tudo o que absorvemos nesse momento tão difícil”, enfatizou Roberto Santos, reitor da Estácio/Unimeta.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Daniel Zen, diz que os atos antidemocráticos realizado no dia 7 por apoiadores de Bolsonaro. Sobre a pauta da alta dos combustíveis no País e no Acre, o deputado afirmou que falta informações para esclarecer as pessoas e culpabilidade. “O governo Bolsonaro é principal culpado pelo caos no País, só ver o perfil da maioria dos que saíram as ruas no dia de ontem. Homens brancos, ricos e que estavam ali porque mesmo? Lutando por emprego, moradia e dignidade que não era! Quem aumenta a Energia e o combustível e maltrata o povo, é o Bolsonaro”, disse.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.