Pai da vítima está preso e foi indiciado por feminicídio e tentativa de homicídio – Foto: Arquivo pessoal

Um homem de 52 anos foi preso suspeito de participação na morte da própria filha durante o velório do avô, uma técnica de enfermagem Maria Naiara dos Santos Sousa, de 27 anos, em Itapipoca, na região norte do Ceará. A filha, ao tentar defender o companheiro, aproximou-se, foi atingida e morreu no local.

O crime aconteceu durante o velório do avô da vítima — sogro do suspeito. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS) informou que a Polícia Militar do Ceará (PMCE) realizou a prisão na localidade Arapari.

Testemunhas informaram que o suspeito não aceitava o relacionamento atual da vítima, pois tinha ciúmes dela. O marido da jovem, que tem 43 anos, também foi atingido pelos disparos de arma de fogo, mas foi socorrido e não corre risco de morte.

As autoridades ainda investigam a real motivação do caso. O homem de 52 anos foi encaminhado à Delegacia Regional de Itapipoca, que mantém a investigação sobre o assunto.

Segundo a PM, o revólver usado foi retida do suspeito por outros familiares e entregue aos policiais militares. O armamento apreendido estava com três munições deflagradas.

A prisão aconteceu nesta sexta-feira depois que o suspeito foi encontrado dormindo em um bar do município. O homem foi encaminhado à Delegacia Regional de Itapipoca, onde foi autuado por feminicídio e tentativa de homicídio. As informações é do portal G1 CE

Polícia Militar apreendeu revólver usado por homem que resultou na morte da própria filha – Foto: Polícia Militar/ Divulgação

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Recentemente o vice-governador do Estado do Acre, Major Rocha e deputada deputada federal Mara Rocha se manifestaram contra o Projeto de Lei nº 122/2021 que determina uma quarentena de 5 anos para profissionais de segurança pública, juízes e promotores que pretendem concorrer as eleições de 2022, ou seja, para que esses profissionais possam concorrer as eleições, eles devem ter cinco anos de afastamento do serviço público.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe