A secretaria de saúde da Prefeitura de Cruzeiro do Sul realizou na última quarta-feira, 28, uma ação de testagem rápida de hepatites B e C, sífilis e HIV no centro da cidade de Cruzeiro do Sul. A ação marca o dia mundial de combate às hepatites e também o dia D do julho amarelo, mês que chama a atenção para a doença. Cerca de 15 servidores da saúde participaram da ação que ocorreu na Praça do Centro Cultural Orleir Cameli.

Foram realizados nesta data 233 testes de cada (hepatite B, C, sífilis e HIV), totalizando 932 testes. Desses 4 foram positivos de hepatite B e 8 positivos de sífilis.

Ações semelhantes também foram realizadas no dia 07 no ISE (Instituto Sócio Educativo) com 26 testes de cada (totalizando 104 testes). No dia 14 a ação ocorreu no posto de saúde do 61 BIS com 33 testes de cada (totalizando 132 testes). Durante a abertura do julho amarelo, dia 09 foram realizados 77 testes rápidos de cada (totalizando 308 testes) desses 2 foram positivos para sífilis.

“Se não houvesse sido feita esta ação, estas pessoas não saberiam e poderiam ter complicações futuras”, explica Rafaela Oliveira, coordenadora de vigilância epidemiológica do município.

Os casos positivos serão encaminhados à infectologista do município para atendimento e tratamento gratuito via SUS.

“Nossa preocupação é detectar o quanto antes esses casos, para dar início ao tratamento e evitar novos contágios”, explica o secretário de saúde Dr. Agnaldo Lima.

Na quinta, 29, foram realizados testes na população de moradores de rua, e no dia 30, a ação irá ocorrer no P.A. Santa Luzia. A detecção precoce é vital para o tratamento da doença, evitando seu agravamento.

“As hepatites são um problema severo de saúde em toda região norte. Em Cruzeiro do Sul, esta ação visa combate esta doença, para garantir a saúde de nossa população”, disse o prefeito Zequinha Lima.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Seringal urbano – Localizado no bairro Seis de Agosto, região central de Rio Branco, o Parque Capitão Ciríaco é o único seringal urbano do mundo. Pertenceu ao capitão Ciríaco Joaquim de Almeida, que esteve envolvido no movimento político conhecido como Revolução Acreana (1899 – 1903). Por seu valor histórico e ambiental, o espaço foi transformado em atração turística de Rio Branco em agosto de 1994. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.