Metrópoles – Presa acusada de vender por R$ 200 a filha recém-nascida no ano passado, Marilza Medeiros da Conceição teria parcelado o pagamento em duas vezes. O dinheiro seria para comprar drogas. A criança foi resgatada pelo Conselho Tutelar de São Pedro da Aldeia, Região dos Lagos, em abril de 2021.

O juiz da 2ª Vara de São Pedro da Aldeia, Márcio da Costa Dantas, determinou em audiência no último dia 8 de junho que a compradora Elizângela da Silva Pacheco, 42 anos, preste serviços à comunidade durante seis meses e pague à ONG Patotinha da Aldeia três salários mínimos, o equivalente a R$ 3,300.

Com essas medidas, o processo contra Elizângela fica suspenso pelo prazo de dois anos e após o cumprimento das determinações será arquivado. Marilza, que teve 10 filhos, foi presa por agentes da 125ª DP (São Pedro da Aldeia) na terça-feira (27/7). Ela é investigada por suspeita de ter vendido outros sete filhos, segundo o delegado Milton Siqueira Júnior.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Moradores do município de Epitaciolândia há tempos vem enfrentando sérios problemas com relação as condições estruturais da vias públicas do município de Epitaciolândia. Entra prefeito, sai prefeito e o trabalho de melhoria não é realizado e com isso a situação só piora.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.