O déficit de servidores reitera a necessidade de autorizar um novo concurso CGU. – Foto: Divulgação/CGU

Bruno Destéfano Concursos no Brasil – O concurso CGU (Controladoria-Geral da União) pode ser lançado em 2022! De mais recente, o que se tem é a notícia de que o ministro do órgão, Wagner Rosário, anunciou um total de 375 vagas efetivas.

Rosário disse ter conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e que a proposta seria preencher, no próximo ano, 300 vagas para Auditor (nível superior) e 75 vagas para Técnico (nível médio ou técnico).

Wagner não deu certeza sobre um novo concurso CGU. Ao ser entrevistado no programa “Direto ao Ponto” da rádio Jovem Pan, disse apenas que, “se Deus quiser”, o edital sairá em 2022.

Situação atual do concurso CGU

O déficit de mais de 3.000 servidores na CGU comprova que o órgão terá que fazer novas contratações o quanto antes. São 1.708 vacâncias no cargo de Técnico e 1.390 vacâncias no cargo de Auditor.

Mesmo que a atual situação de calamidade pública (COVID-19) tenha desacelerado o processo, a expectativa para o concurso CGU continua existindo.

De 2016 a 2020, o Ministério da Economia desautorizou a publicação de editais de abertura para vários órgãos. Com a CGU, o processo não vem sendo diferente. A assessoria de comunicação da CGU informou ao Concursos no Brasil em 2020 sobre o andamento das solicitações.

De acordo com mensagem encaminhada por e-mail, todas as propostas estão sendo analisadas pelo Ministério da Economia e nenhuma chegou a ser aprovada. Confira a última resposta que tivemos, em sua íntegra:

Os pedidos de autorização passam pelo Sistema de Gestão de Pessoas (SIGEPE) e retornam com o parecer da pasta. Mesmo com as sucessivas rejeições quanto ao novo concurso CGU, a assessoria destacou que outra proposta foi oficialmente protocolada para o ano de 2021.

O ministro da CGU, Wagner Rosário anunciou no programa “Direito ao Ponto” que a proposta seria de preencher 375 vagas efetivas. Por isso, estima-se que esse foi o quantitativo solicitado pela Controladoria-Geral da União.

Conforme dados disponíveis no portal de Acesso à Informação, o órgão público conta com apenas 292 servidores técnicos e 1.610 profissionais auditores. Isso representa uma pequena porcentagem, tendo em vista que ao menos 5.000 vagas deveriam ser ocupadas.

Concurso CGU: cargos e vagas

O déficit de servidores reitera a necessidade de autorizar um novo concurso CGU. Entretanto, enquanto isso não acontece, é importante entender quais os cargos podem estar em disputa nos próximos anos.

Confira os principais logo abaixo, bem como o número de vagas em aberto:

Nível superior: déficit de 1.390 vagas para o cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC); e

Nível médio: déficit de 1.708 profissionais para o cargo de Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC).

Concurso CGU: remunerações

Acompanhe, abaixo, as remunerações atualizadas para os servidores da CGU:

Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC): remuneração inicial de R$ 19.197,06, com perspectiva de alcançar R$ 27.369,67 na última classe de progressão;

Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC): remuneração inicial de R$ 7.283,31, com perspectiva de alcançar R$ 12.514,58 na última classe de progressão.

Os dados foram extraídos da lei nº 11.890/2008, com os valores atualizados para o exercício de 2019. É possível que mudanças pontuais possam ser feitas ao passar do tempo, especialmente quando o edital de abertura do concurso CGU for lançado.

Concurso CGU: benefícios inclusos

Conforme editais de concursos anteriores do concurso CGU, alguns benefícios poderão ser incluídos para os futuros profissionais classificados. Veja:

  • Auxílio-alimentação de R$ 458,00;
  • Adicional de qualificação;
  • Adicional de cursos de capacitação;
  • Auxílio-creche aos profissionais com filhos.

Concurso CGU: requisitos para participar

De acordo com informações disponíveis em editais anteriores do concurso CGU, alguns requisitos são necessários para o pleno ingresso no quadro de servidores. Confira:

Requisitos gerais

Ter nacionalidade brasileira. No caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses;

Ter plenos direitos políticos;

Estar quite com as obrigações eleitorais;

Estar quite com as obrigações do Serviço Militar (para os candidatos do gênero masculino);Possuir diploma quanto ao nível de escolaridade exigido;

Ter idade mínima de 18 anos;

Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, comprovada por junta médica oficial designada pela Coordenação-Geral de Recursos Humanos da CGU;

Apresentar declaração de bens com dados até a data da posse;

Certidão dos setores de distribuição dos foros criminais da Justiça Federal, Estadual, Militar Federal e Eleitoral (crimes eleitorais) dos lugares em que tenha residido o candidato nos últimos cinco anos;

Declaração firmada pelo candidato, da qual conste não haver sofrido condenação definitiva por crime ou contravenção, nem penalidade disciplinar de demissão, no exercício de cargo ou de destituição de função pública;

Declaração do órgão público ao qual esteja vinculado o candidato à data da matrícula no Curso de Formação;

Folha de antecedentes expedida pela Polícia do Distrito Federal e/ou dos Estados onde residiu o candidato (últimos cinco anos e expedida em, no máximo, seis meses).

Requisitos específicos

Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC): Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de ensino superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC);

Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC): Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A cidade está localizada na tríplice fronteira entre o Brasil, o Peru e a Bolívia, formando uma conurbação, ou núcleo de populações vizinhas, com a cidade peruana de Iñapari e com a cidade boliviana de Bolpebra. O município é servido pela rodovia BR-317, que é a única rodovia que liga o Brasil ao Peru.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.