O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) cobrou ao governo do Acre que implante a digitalização do serviço público, em todas as instituições do Estado do Acre, como forma de melhorar o atendimento ao público, garantir eficiência e diminuir os gastos com a máquina pública.

O parlamentar informou na tribuna da Aleac que apresentou um projeto de lei que condiciona o Executivo à digitalização do serviço público na esfera estadual. Para o deputado, ” é inconcebível que na era digitalização e da tecnologia, o cidadão precise ir ao hospital marcar uma consulta, esperar horas na fila e depois voltar lá para receber o exame”.

Segundo Leite, o PL vai modernizar de vez o serviço público, além de economizar milhões com o funcionamento da máquina com gasto de energia, combustível e impressão de papel. “Nosso projeto é muito importante para o Estado do Acre, porque prevê a digitalização de todos os serviços públicos nas áreas de saúde, educação e produção para o cidadão. Esse projeto modernizar o serviço e economizar milhões com o funcionamento da máquina pesada. Com gasto de energia, combustível e impressão de papel”, afirma Jenilson.

O legislador pondera que o PL dialoga com da era tecnologia. “Vivemos uma grande revolução, que é da tecnologia e da informação, denominada 4.0. Além de melhorarmos muito nesses dois elementos com economia e eficiência do serviço, vamos gerar muitos empregos para aqueles jovens que estão lá na periferia, morrendo todos os dias e eles poderão ser aproveitado para vender o seu produto, para esse mundo que está em aberto, uma vez que não depende de rodovia e nem carreta para levar, que são os aplicativos, programas, entre outros serviços para o mundo inteiro. Com esse projeto, o Acre entra para a modernização do nosso tempo”, assegura o deputado.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Na íntegra, documentário produzido por Medeiros Filmes, em 1949, durante o governo do coronel José Guiomard dos Santos, com direção de Francisco J. Ferreira. “Este filme vem a ser um relatório cinematográfico do Território Federal do Acre cujas terras ficam muito longe do litoral brasileiro, a cerca de cinco mil quilômetros de Belém do Pará, principal mercado de abastecimento da Planície Amazônica”, explica-se logo no começo.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.