Há um ditado que diz que, a política é arte de realizar o impossível. Mas, este jargão não se aplica ao vice-governador Major Rocha. 

É unânime quando se conversa com políticos tarimbados sobre a briga do Rocha com o governador Gladson, o reconhecimento de que faltou habilidade e prudência ao vice para plantar e colher mais adiante.

Não houvesse brigado com o governador, seus espaços estariam preservados no governo, e poderia estar na chapa da reeleição de novo como vice, ou ser o candidato único ao Senado do grupo palaciano. Apostou errado ao achar que, partindo para cima do governador, o deixaria nas cordas. 

Na política, você tem que medir os passos, e saber recuar quando necessário. Deu tudo errado para o Rocha. Não elegeu o prefeito de Rio Branco, perdeu todos os cargos no governo, e na cena final, perdeu o comando do seu partido, o PSL.

Ao Major só resta se agarrar numa candidatura de oposição, como a última canarana que passa boiando no rio. Não tem alternativa. Não pode acusar ninguém da situação a que chegou, o seu caminho foi traçado pelas suas ações pessoais. O jogo foi jogado.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia ouve a médica Luana Araújo, que havia sido indicada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para chefiar a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento da Covid-19, mas a nomeação não foi efetivada pelo governo. O requerimento para o depoimento é do senador Humberto Costa (PT-PE).

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.