Em sessão ordinária , os 11 parlamentares aprovaram duas reivindicações antiga do presidente da Câmara de Vereadores, José Nunes, e do prefeito Camilo Silva, ambos professores, que atualmente ocupam postos chaves da administração em Plácido de Castro.

A aprovação do Piso Nacional do Magistério possibilitará um acréscimo no valor da hora/aula pago aos professores da rede municipal. Corrigindo a defasagem de mais de 400 reais, segundo informou a secretária municipal de Educação , Nilda Marques. Além fazer justiça aos se dedicam contribuir com o futuro do município, transmitido os ensinos para as futuras gerações, como dizia o prefeito Camilo em campanha.

Na jornada de 25 horas semanais ou de 125 mensais, o piso terá valor de R$ 1.803,84, conforme determina o MEC a partir de 2020. O que será implantado em Plácido de Castro, com a sanção da lei pelo prefeito Camilo após o posicionamento favorável de legisladores, composto por sete educadores.

O prefeito Camilo Silva também vai garantir que seja feito justiça aos servidores de apoio do município. Atualmente essa classe de trabalhadores recebem menos de um salário mínimo, mas com a nova tabela salarial aprovada, vai garantir provento de forma digna aos que contribuem pelo município.

Segundo a secretária de Educação, Francinilda de Souza Marques, o piso salarial dos professores no município estava defasado desde 2015. “Desde 2015 estamos recebendo R$ 1.460, o que representa uma defasagem de mais de quatrocentos reais. Em relação aos servidores de apoio, eles recebem na carteira menos que o mínimo. Então, mensalmente precisamos fazer uma complementação”, destaca!

De acordo com Camilo Silva, “a lei valoriza o trabalho dos mestres placidianos, que ao longo dos anos, demonstraram estar amplamente empenhados na contínua melhoria dos índices educacionais”.

Concurso Público Simplificado

Camilo Silva diz ainda, que neste mês de junho deverá sair um edital para contratação de professores temporários para suprir a demanda da educação municipal.

Na mesma sessão, também foi aprovado a Lei que institui a gestão democrática no âmbito das escolas municipais com eleições para gestores escolares.

Bandeira do presidente da Câmara

José Nunes, presidente da Câmara e professor, sempre defendeu a aprovação do pagamento do Piso Nacional do Magistério, melhores salários para profissionais de apoio e a lei que permite eleições para diretor escolar. ” Fico feliz em fazer parte dessa conquista, contribuindo com a aprovação da lei, porque sou educador e sei do quanto é preciso valorizar essa classe. O prefeito Camilo e a secretária Nilda estão de parabéns pela disposição em negociar com os educadores e sindicato. Também reconheço o trabalho dos demais vereadores”.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia ouve a médica Luana Araújo, que havia sido indicada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para chefiar a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento da Covid-19, mas a nomeação não foi efetivada pelo governo. O requerimento para o depoimento é do senador Humberto Costa (PT-PE).

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.