Pela primeira vez em 3 mil anos, diabos-da-tasmânia nasceram na porção continental da Austrália. Os animais haviam sido extintos da região há milênios e só eram encontrados na ilha da Tasmânia. O nascimento é fruto de uma iniciativa de reintrodução desses marsupiais carnívoros na natureza.

Extinção dos diabos-da-tasmânia

Ao todo, sete diabos-da-tasmânia nasceram em um santuário em New South Wales. “Temos trabalhado incansavelmente por quase 10 anos para devolver os diabos à natureza selvagem da Austrália continental com a esperança de que eles estabeleçam uma população sustentável”, anunciou o grupo conservacionista Aussie Ark após o nascimento dos filhotes.

O desaparecimento dos diabos-da-tasmânia da Austrália continental aconteceu principalmente porque eles serviam de presa para os dingos (cães selvagens introduzidos na natureza por nativos há cerca de 3500 anos). Os animais sobreviveram apenas na ilha da Tasmânia porque os dingos nunca chegaram até lá.

Mas mesmo os diabos-da-tasmânia que vivem na ilha de mesmo nome enfrentam risco de extinção. Nos últimos anos, uma doença chamada DFTD (“Devil Facial Tumor Disease” ou Doença do Tumor Facial do Diabo, em tradução livre), único tipo conhecido de câncer contagioso, dizimou 90% da população selvagem dos animais. Apenas 25 mil deles existem hoje na natureza. Com informações de All That is Interesting / Imagens: Istock.com e Shutterstock.com

E veja no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Momento do sepultamento do Dr. Andrade Santana de 32 anos, na Bahia, onde familiares e amigos se fazem presente para prestar a última homenagem ao profissional, colegas da mesma unidade de saúde onde Dr. Andrade trabalhava, estenderam uma faixa de luto pelo falecimento do médico acreano.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.