A prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, resolveu brincar com os recursos próprios da secretaria municipal de Educação, quando resolveu contratar uma microempresa de mídia para dedetizar 10 escolas municipais e a sede da secretaria de educação do município.

Este serviço teria sido requisitado através de um processo administrativo no ano de 2020, que beneficiou a microempresa H. F. GUERRA, que atende por nome fantasia “De Frente Com a Noticia”, no valor exato de R$ 14.850,00 (quatorze mil oitocentos e cinquenta reais), fato este que foi alvo de discussões na câmara de vereadores do município, pautado naquele momento pelo vereador há época, Joelso Pontes (PP).

Mas não se sabe se houve realmente estas dedetizações, tendo em vista que o proprietário da empresa acima mencionada é funcionário público e tem de cumprir horário, se o cidadão trabalha no período da manhã e no período da tarde. Será que ele escolheu o turno da noite para realizar estas dedetizações, ou seria mais um caso de favorecimento político por parte da prefeitura de Brasileia? 

Outro ponto que chamou a atenção foi o fato da mesma microempresa ter prestado o mesmo serviço para a prefeitura de Epitaciolândia (em outro momento), onde na oportunidade foram pagos o valor exato de R$ 7.947,00 (sete mil novecentos e quarenta e sete reais) com a redução de apenas uma unidade se comparado com Brasileia.

Na oportunidade o site 3 de Julho Notícias também denunciou em virtude a MEI ter sido paga com recursos do Fundeb sem ao menos ter passado por processo licitatório ou administrativo e muito menos ter constato no diário oficial do estado.

Mas a questão é. Se em Epitaciolândia foram pagos R$ 7,947,00 para dedetizar 10 unidades. Por quê que em Brasileia foram pagos R$ 14.850,00 para dedetizar 11 unidades? Cabe ao Ministério Público investigar se de fato os recursos próprios da Prefeitura de Brasileia estão sendo empregados corretamente.

Prefeito Tião Flores gasta quase 8 mil com blogueiro para matar baratas em escolas públicas de Epitaciolândia

E veja no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Um jovem foi flagrado por uma câmera de segurança no exato momento em que ele, ao trafegar na rua Cunha Vasconcelos no bairro do Bosque, em Sena Madureira, para em um certo trecho, junta um objeto do chão e mesmo em via pública tenta inseri-lo em seu ânus.

No momento em que ele está colocando o objeto, pessoas passam pelo local e presenciam a cena. Após aparentemente ter introduzido o objeto, o jovem fica completamente despido e sai andando pela rua como se nada tivesse acontecido.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.