Assessoria – O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior, autorizou a publicação dos dois requerimentos de criação de  Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) propostas pela oposição e pela bancada de apoio ao governo no parlamento estadual.

Os dois requerimentos são praticamente iguais e têm como objetivo a instalação de uma CPI, a qual deverá investigar pelo prazo de 90 dias,  indícios de malversação e de realização insuficientes de despesas dos recursos destinados à educação acreana. São recursos do Fundeb (Fundo Nacional de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) e FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

O que difere os dois requerimentos é o tempo de abrangência de investigação da CPI. Enquanto o pedido do bloco de oposição, que tem como autor do requerimento o deputado Daniel Zen (PT), se propõe a investigar os anos de 2019 e 2020, o da oposição, assinada pelo líder do governo na Aleac, Pedro Longo (PV), amplia as investigações entre os anos de 2016 e 2020.

Os dois requerimentos devem ser publicados na edição desta quarta-feira, 5, do Diário da Assembleia Legislativa.

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Representantes de todas as centrais sindicais do Brasil afirmaram estar preocupados com o crescimento da miséria no Brasil e com isso resolveram se unir para reivindicar o valor do auxílio emergencial para que volte ao valor de R$ 600,00 como era desde o início. Com este valor de 600 é fundamentar para que as necessidades cresçam, pois o valor atual não está surtindo efeito pois o valor no mercado tem se elevado consideravelmente.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.