Brasil 247 – O ex-presidente Lula se manifestou nesta sexta-feira (30) pelo Twitter cobrando investigação sobre a denúncia de tortura cometida contra o ativista e preso político Rodrigo Pilha, detido após estender uma faixa chamando Jair Bolsonaro de “genocida”.

Relato divulgado pela Revista Fórum dá conta de que Pilha tem sofrido agressões físicas, além de ser obrigado a dormir no chão no Centro de Detenção Provisória II.

“É urgente apurar as denúncias de violência contra Rodrigo Pilha e punir os agentes responsáveis. Exigimos investigação conforme determinou o CNJ. Pelo fim da punição arbitrária”, escreveu o ex-presidente.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou nesta sexta-feira que a Vara de Execução Penal do Distrito Federal investigue as denúncias.

E veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Será distribuído gratuitamente nas escolas municipais de Bujari o livro infanto-juvenil “Bujari. De Seringal a Município” de autoria dos irmão, Tito Torres e Mário Torres, fruto de uma parceria entre a Fundação Elias Mansour, Governo do Acre e Governo Federal. Visando levar mais conhecimento sobre a origem da cidade aos alunos.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.