Em mais uma demonstração de respeito e compromisso com a Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC), o governador Gladson Cameli assinou, nesta quinta-feira, 15, a ordem de serviço para a reforma do prédio do Comando-Geral da instituição. Na solenidade, foi celebrada ainda a formatura de 48 alunos do Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (Choa).

Com recursos próprios, o prédio quase centenário conta com R$ 2,6 milhões para a execução das obras. As intervenções contemplarão a troca da cobertura e a rede elétrica, substituição do piso e pintura, entre outras melhorias. Por se tratar de uma edificação em processo de tombamento como patrimônio histórico do Estado, a reforma será a mais fidedigna possível ao projeto arquitetônico original.

A obra, que será iniciada nos próximos dias, deve ser concluída em até oito meses. Segundo o governador Gladson Cameli, a Polícia Militar tem sido tratada com prioridade em sua gestão. Sobre a reforma, o chefe do Poder Executivo lembrou do simbolismo que o prédio carrega na história do Acre.

“O Comando-Geral da Polícia Militar é um lugar histórico e cartão-postal da nossa cidade. Essa reforma será muito importante para revitalização do prédio e atende um antigo anseio da corporação. Respeitando suas características originais, vamos proporcionar melhores condições de trabalho para os policiais que ali desempenham suas funções”, afirmou.

O investimento no prédio foi comemorado pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo César Gomes. “Ficamos felizes pela assinatura da ordem de serviço e torcemos para que a reforma transcorra dentro do prazo previsto e que, ao fim do ano, tenhamos o nosso quartel recuperado”, argumentou.

Desde o início da atual gestão, a PMAC tem recebido atenção especial de Gladson Cameli. A instituição ganhou novas viaturas e equipamentos, seus profissionais estão sendo valorizados e novos policiais foram convocados. Nos próximos meses, edificações de batalhões da capital e interior também passarão por reformas em sua estrutura.

Formatura de alunos Choa

Após cumprirem uma horária de 1.344 horas, 48 alunos do Choa estão aptos a assumir o primeiro posto do oficialato na PMAC. A formatura transcorreu durante a assinatura da ordem de serviço de reforma do Comando-Geral.

Militar mais bem avaliado do curso, o aluno Choa Adeílson Souza galgou mais uma importante conquista na carreira militar. Policial há 27 anos, ele lembra que o período de formação foi marcado por grandes desafios, como a pandemia de Covid-19.

“As aulas se iniciaram presencialmente, mas, infelizmente, alguns colegas foram contaminados pelo coronavírus e tivemos que seguir o curso de forma remota. O término deste curso representa o início de um novo ciclo de novos oficiais da Polícia Militar, profissão que nos honra muito; vamos nos dedicar ainda mais na defesa da sociedade”, disse o militar, que foi homenageado pelo seu excelente desempenho.

O evento, realizado no Colégio Militar Tiradentes, no bairro Calafate, contou com a participação do secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública, Souza Filho; do diretor-geral da Polícia Civil, Josemar Portes; do diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Arlenilson Cunha; do diretor-presidente do Instituto Socioeducativo (ISE), Mário César Freitas; e do deputado estadual Cadmiel Bomfim.

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Não se fala em outra coisa em Brasil Novo, na Região do Xingu, sudoeste paraense: um homem de 52 anos foi flagrado roubando calcinha e sutiã do varal da casa de uma moradora da cidade, de pouco mais de 14 mil habitantes, e quase foi linchado por populares.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.