Os prefeito do Acre tem um grande desafio de fazer gestão em meio a pandemia da covid-19. Outros prefeitos tiveram um início de mandato regular – Foto: Alemão Monteiro

Encabeçam a lista os gestores avaliados a partir de consulta em redes sociais e nível de satisfação dos munícipes. Zequinha Lima (PP), Fernanda Hassem (PT), César Andrade (MDB), Sérgio Lopes (PSDB) e Camilo Silva (PSD) tiveram melhor desempenho até aqui.

O desafio de fazer gestão em meio à maior crise sanitária da história do País, além de garantir o funcionamento da máquina pública, tem exigido dos novos gestores e daqueles que se reelegeram uma dinâmica eficiente e de resultados. 

Prefeito de Cruzeiro do Sul Zequinha Lima – Foto Alemão Monteiro

Zequinha Lima (PP) – Eleito com 44,15% dos votos válidos, Zequinha Lima e seu vice Henrique Afonso, desbancaram Fagner Sales, filho do ex-prefeito Vagner e da deputada Antônia Sales, que até então eram o grupo político mais poderoso da cidade.

Com experiência na política e com currículo invejável, Zequinha faz uma gestão moderna, olhando para além dos quatro anos em que ficará na prefeitura. Até aqui vem fazendo o melhor combate a Pandemia no Acre, sem deixar faltar exames, medicamentos e unidades de saúde que funcionam inclusive nos finais de semana. Na infraestrutura, lançou a maior operação de limpeza dos últimos anos, levando dezenas de homens e máquinas para todos os bairros de Cruzeiro do Sul. As ações foram fundamentais para diminuição dos casos de dengue no município, que até então liderava os casos no estado.

A relação com o parlamento tem sido a melhor possível e as ações são executadas a partir de planejamento, com cada pasta encabeçando de acordo com sua responsabilidade. Por conta desse início elogiável pela maioria da população, Zequinha Lima leva o primeiro lugar no desempenho dos cem primeiros dias.

Prefeita de Brasileia Fernanda Hassem – Foto: Alemão Monteiro

Fernanda Hassem (PT) – Reeleita com 59,46% dos votos, Fernanda foi no primeiro mandato uma das melhores avaliadas no estado inteiro. Depois de reorganizar Brasiléia, trazer a credibilidade da população na política local novamente, Fernanda decolou nas ações e refez praticamente toda infraestrutura da cidade. O fato de ter vencido a sua reeleição com certa facilidade, foi a prova de seu excelente trabalho. Mesmo diante de uma crise provocada pela Pandemia, a prefeita não parou com os investimentos em todas as áreas da administração. Uma equipe trabalha constantemente a manutenção das vias e limpeza da cidade. Na saúde a cidade de Brasileia faz seu dever de casa no enfrentamento ao covid-19, mesmo com o fluxo de Bolivianos constante, que transitam diariamente entre as cidades entorno.

Com salário rigorosamente, a gestão municipal se modernizou e a satisfação da sociedade faz com que Fernanda Hassem ocupe o segundo lugar.

Prefeito de Assis Brasil Jerry Correia – Foto: Alemão Monteiro

Jerry Correia (PT) – O atual prefeito de Assis Brasil, foi eleito com 33,22% dos votos válidos na eleição de 2020. Com apenas 37 anos o professor assumiu uma das cidades pior administrada no Acre. Servidores com salários por receber, fornecedores insatisfeitos e com uma infraestrutura arrasada, o prefeito começou um trabalho do zero. Sem pressão nem acordos políticos com partidos e empresários, Jerry iniciou seu modelo de gestão e planejamento logo que assumiu, pois, a cidade de Assis Brasil tinha problemas de toda ordem.

Fronteira com Peru fechada, centenas de imigrantes presos na cidade, se poder atravessar a ponte e seguir viagem, foram os maiores problemas para resolver de cara. Jerry buscou apoio e parceria com governo do estado, bancada federal e conseguiu administrar a crise, que até hoje continua, mas vem sendo controlada.

Na administração, já lançou edital para processo seletivo para diversos cargos, na educação e saúde, melhorou a limpeza e cara da cidade, que se encontrava abandonada e vai se aperfeiçoando cada vez mais. No enfrentamento ao covid-19, as equipes foram reforçadas, até mesmo pela presença de centenas de estrangeiros na cidade.

Até aqui se relaciona bem com a câmara de vereadores e tem apoio da população. Jerry Correia completa o pódio dos cinco gestores com melhor desempenho nos primeiros cem dias.

Prefeito de Porto Walter César Andrade – Foto: Alemão Monteiro

César Andrade (MDB) – Eleito com 62,90% dos votos, o prefeito César Andrade e seu vice Guarsonio Melo (PSDB), assumiram a gestão em Porto Walter talvez com a maior pressão dentre todos. Manter as muitas ações do antecessor Zezinho Barbary, que foi considerado o melhor da última safra, sendo o maior cabo eleitoral na vitória de Andrade foi o maior desafio.

Com boa parte da equipe da gestão anterior, César apenas aprimorou o planejamento para o início de mandato e deu caiu em campo. Porto Walter talvez é dentre os municípios do Vale do Juruá, o que mais tem obras em execução e pela dificuldade de acesso merece ser levado em conta esse feito. O pagamento em dia dos servidores é regra sagrada, fornecedores são quase todos do município, o que garante uma economia forte e dinheiro circulando na praça local.

No enfrentamento a Pandemia, Porto Walter tem o menor índice de mortos e internações em UTI do Acre. Esse bom desempenho é fruto de um trabalho preventivo que deu certo, inclusive a vacinação contra a covid, já cegou para quem tem acima de 35 anos e que mora na zona rural da cidade. Democrático com o parlamento e acessível à população, César entra no terceiro lugar dos primeiros cem dias.

Prefeito de Epitaciolândia Sérgio Lopes – Foto: Alemão Monteiro

Sérgio Lopes – (PSDB) – O prefeito de Epitaciolândia foi leito com 44,09% votos válidos. O delegado de Polícia Civil Sérgio Lopes encarou sua primeira disputa eleitoral, sendo em uma eleição com 4 fortes candidaturas. Lopes recebeu uma prefeitura em péssimas condições administrativa, com problemas em ramais, na infraestrutura urbana e desacreditada pela população. Hoje depois dos cem primeiros dias, o que percebe se é uma prefeitura reorganizada, com servidores recebendo em dia e os principais serviços de melhoria da cidade sendo executados, além de uma modernização na administração.

Na Pandemia, Epitaciolândia teve um trabalho destacado nas ações preventivas, tendo um dos menores índices de contágio e morte no Acre. Sérgio Lopes tem boa relação com parlamento e mostra personalidade mesmo sendo um calouro na vida política. Por seu desempenho o prefeito de Epitaciolândia entra nesse pódio dos melhores dos cem dias.

Outros prefeitos tiveram um início de mandato regular e até poderíamos citar alguns deles, como o de Plácido de Castro Camilo Silva (PSD), Porto Acre Bené Damasceno (PP), Marechal Thaumaturgo Isaak Piyãko (PSD), Rodrigues Alves Jailson Amorim (PSD) e Sena Madureira Mazinho Serafim (MDB), mas a ideia aqui foi destacar os cinco melhor visibilidade até então.

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Não se fala em outra coisa em Brasil Novo, na Região do Xingu, sudoeste paraense: um homem de 52 anos foi flagrado roubando calcinha e sutiã do varal da casa de uma moradora da cidade, de pouco mais de 14 mil habitantes, e quase foi linchado por populares.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.