Presidente Fanciney Freitas. Imagem: Assecom

Durante a sessão desta terça-feira, onde a classe empresarial de Cruzeiro do esteve na Câmara de Vereadores pedindo apoio ao poder legislativo para encampar o movimento da classe empresarial pelo fim do lockdow no município em decorrência do baixo numero de novos casos de Covid na região.

Durante seu discurso o Presidente da Câmara, vereador Franciney Freitas destacou que o lockdow, não esta resolvendo a situação do Estado do Acre, nem contribuindo para a redução de novos casos, basta olhar o boletim diário da Secretaria de Estado de Saúde que os casos oscilam entre 500 a 800 diariamente. Outro fator que destacado pelo parlamentar é a redução do poder de compras das famílias só diminui e a fome aumenta na cidade de Cruzeiro do Sul. Além de empresas que estão fechando suas portas como, o Supermercado Cameli, um dos mais tradicionais da cidade que fechou uma filial, deixando mais de 50 pais e mães de famílias desempregados.

“Estou muito preocupado com o cenário que se projeta em nossa cidade com o lockdow durante o final de semana. São inúmeras as famílias que estão passando fome porque o trabalhador ambulante e o pequeno comerciante não podem trabalhar no sábado. As contas não esperam, energia, gás, remédio, nada espera, e ainda temos um auxilio emergencial que não dá para comprar uma carga de gás. Defendo os cuidados sim, mais o fechamento do comércio e a proibição de trabalhar não, porque caso, contrario, estaremos vendo as pessoas morrendo não só de Covid, mas de fome também.”, disse o presidente da Câmara de Vereadores Franciney Freitas.