Jair Bolsonaro durante Cerimônia Comemorativa do Dia do Exército, em 2019 (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Brasil 247 – Os comandantes Exército, Marinha e Aeronáutica estão discutindo no início da noite desta segunda-feira (29) uma renúncia conjunta aos cargos, como reação à saída do ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

Segundo a jornalista Malu Gaspar, do Globo, o mais provável é que deixem seus postos ainda hoje. “Além de Edson Pujol, que o presidente Jair Bolsonaro disse hoje nos bastidores que demitiria, participam da reunião em local não revelado o comandante da Marinha, Ilques Barbosa Junior, da Aeronáutica, Antônio Carlos Muaretti Bermudez. Ministros militares de Jair Bolsonaro também participam do encontro”, diz a jornalista.

A renúncia conjunta dos chefes das Forças Armadas seria algo inédito na história da República.

Jair Bolsonaro demitiu nesta segunda-feira (29) o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, segundo Caio Junqueira, da CNN Brasil, porque está insatisfeito com o distanciamento das Forças Armadas em relação a seu governo.

Bolsonaro aproveitou as recentes mudanças ministeriais, com a saída de Eduardo Pazuello da Saúde para a chegada de Marcelo Queiroga e com o pedido de demissão de Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, para mexer também no comando da Defesa.

E veja também no 3 de Julho Noticias:

Veja o Vídeo Abaixo: O assunto mais comentado no município de Brasileia ganhou um novo capítulo nesta história de amor. Um vídeo, que mostra o exato momento em que a namorada do empresário tem um ataque de fúrias, foi gravado pelo próprio Mel de Abelha e viralizou nas redes sociais.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.