Wellington Dias, Arthur Lira, Jair Bolsonaro e Rodrigo Pacheco – Foto: Gov. do Piauí / Palácio do Planalto

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), está cético sobre as chances de sucesso do comitê criado por Jair Bolsonaro para combater a pandemia. As informações foram reportadas na coluna de Lauro Jardim, no Globo.

Após intensa pressão do ex-presidente Lula, o presidente aderiu à proposta, mas estruturou um grupo que contará apenas com a presença de representantes dos governos estaduais, do Congresso e da União. Estados e municípios serão “terceirizados” para o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Para o governador, o comitê somente terá sucesso com a representação direta de estados e municípios.

“O comitê ficou sem estados e municípios. Então, mantém desintegração. Terceirizado para o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para cuidar da relação com governadores, consequentemente da rede de saúde, falta de insumos, estratégia de prevenção e vacinação, colapso na rede, atraso na habilitação de leitos e pagamentos… Ou seja, não vai dar certo”, disse. 

E veja também no 3 de Julho Noticias:

Veja o Vídeo Abaixo: Por que os governadores viabilizaram contratos de compra de milhões de doses da vacina contra a Covid-19 e o governo Bolsonaro vive dizendo que a burocracia impede aquisição da mesma? A verdade é que o Governo nunca demostrou interesse em vacinação para o povo Brasileiro.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.