A situação dos camelôs e permissionários do Shopping Popular de Rio Branco foi debatida na sessão da Câmara Municipal de Rio Branco desta terça-feira (23), atendendo a requerimento do vereador Fábio Araújo, líder do PDT, com a presença do secretário da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra), Eracides Caetano, para explicar o que está acontecendo na gestão e o porquê da falta de diálogo com a categoria.

“Me preocupa a situação porque o que era um sonho se tornou um pesadelo para estes pais e mães de família que estão lutando para tirarem seu sustento e agora estão perdendo seus direitos, tendo que jogar fora uma vida de 20, 30 anos de trabalho. Aqui tem uma Câmara eleita para fiscalizar as ações de quem foi eleito para a gestão pública, então precisamos saber o que está sendo planejado e resolver a questão”, disse o vereador durante a sessão.

A convite de Fábio Araújo, o presidente do Sindicato dos Camelôs e Feirantes de Rio Branco, o ex-vereador José Carlos Juruna, participou da sessão para expor o problema na Tribuna Popular.

Inscreva-se na Página do Facebook 3 de Julho Notíci, Twitter 3 de Julho Notícias e seja membro e assista aos Vídeo do Youtube no 3 de Julho Notícias.

“Não estamos conseguindo dialogar com a atual gestão, então pedimos a ajuda dos vereadores porque estamos passando por muitas dificuldades. O que foi acordado com a gestão anterior não está tendo continuidade. Tem muita a gente fechando porque estão tendo que optar entre abrir a empresa, comprar o que comer ou pagar impostos. Estamos em crise e agravando a situação com tudo fechado por causa da pandemia”, disse Juruna.

O vereador Fábio Araújo explicou que os camelôs estão pleiteando a revogação da Lei Complementar Nº 92, que voltem a ser regidos pela Lei 1.817 e que a Prefeitura de Rio Branco assuma a gestão do Shopping.

“Os permissionários estão sem garantia nenhuma porque a lei diz que quem saiu do espaço na rua e foi para o Shopping, que na verdade é uma galeria, perdeu seus direitos e o box é da empresa, restando aos camelôs somente a preferência de alugar o espaço e não mais a posse. A situação é preocupante, polêmica e precisamos conversar com a Prefeitura para resolver o problema pois estas pessoas não podem ficar no prejuízo.”, concluiu, questionando ainda a forma de realocação dos boxes desocupados.

E veja também no Plantão 3 de Julho Noticias:

Veja o Vídeo Abaixo: Após a forte chuva que caiu na região do Alto Acre, um trecho da BR-317, na altura do km 264, a 28 km do município de Epitaciolândia, rompeu totalmente e deixou pelo menos três cidades isolada na região: Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.