Enquanto isso, o negacionismo bolsonarista mantém o país à deriva. Até quando tanta leniência e tolerância a esse genocídio? Foto: Agência Senado

Brasil 247 – O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) defendeu neste domingo (14) que, além da demissão, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deve ir a julgamento pelos crimes cometidos no combate à pandemia do coronavírus.

“Não basta pedir para sair: é preciso mandar Pazuello para o banco dos réus, pelos crimes cometidos contra a saúde do povo brasileiro! Enquanto isso, o negacionismo bolsonarista mantém o país à deriva. Até quando tanta leniência e tolerância a esse genocídio?”, criticou Contarato pelo Twitter.

O general Eduardo Pazuello vai deixar o comando do Ministério da Saúde após comunicar ao presidente Jair Bolsonaro estar com problemas de saúde e que, por isso, precisará de mais tempo para se reabilitar. A informação são de fontes do Planalto, segundo publicou neste domingo (14) pelo site O Globo.

Veja Abaixo Matéria Relacionada:

Bolsonaro se reúne com médica, preferida de Arthur Lira, para substituir Pazuello no Ministério da Saúde

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja neste vídeo Abaixo onde vamos falar sobre o lockdown que está acontecendo no Acre todos os finais de semana, Coronavírus e outros assuntos interessantes a serem debatidos. Dentre eles, Iremos abordar também a possibilidade de uma lei de incentivo à cultura, para os artistas da noite que até o momento estão desamparados como garçons, músicos e vendedor de banquinha e outros.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.