A região do Juruá mais uma vez é vista com carinho pelo olhar da gestão estadual. Em meios às crises, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), repassou à região uma emenda no valor de R$ 1, 3 milhões, que contemplará instituições sociais que cuidam de famílias, crianças, mulheres e idosos com os direitos ameaçados ou violados pela sociedade.

Ao todo, serão 15 entidades assistidas na região do Juruá, que fortalecerão suas políticas públicas voltadas à prevenção e à violência contra mulheres, crianças e idosos; ao atendimento a famílias em situação de vulnerabilidade e à ampliação à assistência a crianças e idosos com vínculos familiares rompidos por conta de violência sofrida no âmbito familiar.

“Nós estamos num momento único, de grande vitória e alegria para as entidades sociais e para o governo do Estado, sobretudo, para a SEASDHM. O governo está liberando este recurso para organizações sérias, que tem uma idoneidade moral, com todas cadastradas no Conselho Municipal de Assistência Social. Isso é um título da seriedade dos serviços prestados a nossa sociedade”, esclarece Milca Santos, coordenadora da SEASDHM no Juruá.

A coordenadora relata que após a assinatura do termo de colaboração, a pasta ofertará uma capacitação para que as entidades sejam orientadas quanto à aplicabilidade do recurso. “As instituições passarão por uma capacitação técnica para que saibam como usar essa ajuda, para fazer uma gestão transparente, assim como estar proposto no plano de trabalho que a SEASDHM aprovou antes de apresentar a eles esse convênio”, finaliza.

Na solenidade de assinatura do contrato de colaboração, estavam representantes dos deputados Antônia Sales, Jenilson Leite, Jonas Lima, Josenildo Inácio, Luiz Gonzaga, Luiz Tchê, Maria Antônia, Nicolau Junior e Vagner Felipe. Todos eles, em parceria com Gladson Cameli, possibilitaram que verba chegasse a órgãos que prestam serviços sociais.

“As instituições hoje estão precisando muito mais de ajuda do que antes, se levarmos em consideração o cenário de pandemia e de inflação alta. É de grande importância esse dinheiro porque iremos reestruturar a casa e adquirir alguns equipamentos, que sozinhos nós não teríamos condições de tê-los. Na nossa instituição serão beneficiados, em média, cerca de 400 famílias indiretamente”, relata Rinauro Lima, diretor-presidente da sociedade Eunice Wever, o conhecido Educandário de Cruzeiro do Sul.

A representante da Missão Família, Maria Conceição, relata que a ajuda subsidiará mais de 400 crianças. “Nós trabalhamos com jovens do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que são oficinas de músicas, aulas de teclados, de violão e de informática. Esse recurso chegou em boa hora e será de grande valia”, finaliza.

A verba encontra-se empenhada, e isso quer dizer que os trâmites legais para que sejam liberadas as ajudas devem ocorrer o mais breve possível.

Veja abaixo Matéria Relacionada:

Governo celebra parceria com Sebrae para oferta do curso de Gestão Contratual para servidores públicos

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Coletiva de imprensa de Lula, sobre a recente decisão do ministro Edson Fachin, anulando o julgamento de Moro contra ele, e sobre a votação do julgamento da suspeição do ex-juiz.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.