Marco Aurélio Mello, Luiz Fux e Alexandre de Moraes (Foto: Reprodução)

Brasil 247 – A sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) desta quinta-feira (11) foi marcada por um bate-boca quente entre ministros da Corte.

Quando o ministro Alexandre de Moraes se manifestou pelo adiamento do julgamento de denúncia contra o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), Marco Aurélio pediu que a Corte pautasse o abrandamento da prisão do parlamentar e acionou o presidente do Supremo, ministro Luix Fux.

Fux, por sua vez, alegou que Alexandre de Moraes é o relator da matéria e, portanto, cabe a ele decidir quando a questão será votada. Marco Aurélio então esbravejou, chamando Fux de “autoritário”.

Em seguida, Moraes se disse desrespeitado por ter sido afrontado por Marco Aurélio. O decano da Corte então o chamou de “xerife”.

Em outubro de 2020, Marco Aurélio e Fux já haviam protagonizado outra discussão acalorada no Supremo.

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Coletiva de imprensa de Lula, sobre a recente decisão do ministro Edson Fachin, anulando o julgamento de Moro contra ele, e sobre a votação do julgamento da suspeição do ex-juiz.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.