Eu tenho como garantir a nossa liberdade, eu sou o garantidor da democracia – Foto: Adriano Machado/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou, em tom de ameaça, a facilidade de se impor uma ditadura no Brasil. O desabafo longo (e atípico) foi feito pelo chefe do Executivo durante sua transmissão semanal realizada nas redes sociais. As informações e do UOL

“Lembram daquele vídeo nosso que vazou, que não era par ter vazado, mas o ministro Celso de Mello [do STF] falou que tinha que botar para fora, que eu havia interferido para PF [Polícia Federal]?! Viram primeiro que não havia interferência nenhuma, e, em dado momento falei, aquilo é espontâneo: como é fácil impor uma ditadura no Brasil. Vou repetir: como é fácil impor uma ditadura no Brasil”, reforçou ele.

“Faço o que o povo quiser. Sou chefe das Forças Armadas, e as Forças Armadas sabem o que está acontecendo”, acrescentou, em seguida.

O período mais recente da ditadura militar no Brasil ocorreu entre os anos de 1964 e 1985. Com o argumento de evitar a realização de uma ditadura comunista no Brasil, em período de Guerra Fria, as Forças Armadas brasileiras realizaram um golpe de Estado em 31 de março de 1964, que depôs o então presidente João Goulart.

Ainda durante a live, Bolsonaro disse que está “antevendo um problema sério”, mas optou por não explicar qual seria sob a justificativa de não estimular a violência.

“A pessoa com fome perde a razão, topa tudo. Estamos segurando o Brasil. Estou antevendo um problema sério no Brasil, não quero falar que problemas são esses porque não quero que digam que estou estimulando a violência, mas teremos problemas sérios pela frente”, afirmou. “Eu tenho como garantir a nossa liberdade, eu sou o garantidor da democracia. Tendo em vista a situação que está acontecendo no Brasil, usam o vírus para que? Para te oprimir, humilhar, para tentar quebrar a economia.”

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Coletiva de imprensa de Lula, sobre a recente decisão do ministro Edson Fachin, anulando o julgamento de Moro contra ele, e sobre a votação do julgamento da suspeição do ex-juiz.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.