Correio 68 – Fila nos postos de saúde, colaboradores da linha de frente no combate à Covid-19 sem vacinação, falta de médicos e outros problemas recorrentes na prestação de serviço por parte da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, foram denunciados pela vereadora Michelle Melo (PDT), em sua fala desta quinta-feira, 4, na Câmara Municipal. A parlamentar, que também é médica da família e da comunidade, cobrou da gestão pública celeridade na resolução dos problemas enfrentados.

Em tom de desabafo, a vereadora lembrou que entende que o prefeito precise de um tempo para trabalhar e mostrar resultados, mas que a situação é de emergência em Rio Branco, “a Saúde não funciona, o transporte público não funciona, as vacinas não chegam em tempo hábil a quem mais precisa, a Zeladoria atrasa o pagamento dos seus funcionários, levando fome para estas famílias. São inúmeros os problemas. Há indícios sérios de que temos uma má gestão, que está prejudicando a população e seus servidores”, alertou Melo.

A vereadora lembrou que a prefeitura foi entregue com as contas sanadas, algo reconhecido pela atual gestão durante o processo de transição e cobrou que os serviços da Secretaria de Saúde Municipal sejam realizados, “vários funcionários do Governo do Estado estão me ligando para dizer que mais de 50% dos atendimentos que chegam às Unidades de Pronto Atendimento (UPAS), é por conta da deficiência da Prefeitura no atendimento de Atenção Primária”, denunciou a parlamentar.

Ao final de sua fala, Michelle afirmou que estaria protocolando na Casa um requerimento solicitando informações da Prefeitura de Rio Branco, “vou requerer ao secretário Frank Lima as informações sobre o porquê de as equipes de Saúde da Família de algumas UBS’s não estarem completas; o motivo de não terem feito o chamamento emergencial de médicos para todas as unidades se há dinheiro em caixa, e se há legalidade para isso; e o porquê de a Semsa ainda não estar atendendo em horário estendido, até as 22 horas, como orienta o Ministério da Saúde”, concluiu a vereadora.

Veja matéria relacionada: 

Até agora não vi o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, fazer nada na guerra contra o Covid-19, diz o vereador N. Lima

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Uma briga de estudantes que compareceram a uma Assembleia no bloco de Ciências Financeiras da Universidade Pública de El Alto (UPEA) terminou em tragédia. A partir de 17:00, o número de mortos subiu para sete, quatro homens e três mulheres, enquanto outros quatro estudantes universitários são hospitalizadas.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.