A Prefeitura de Brasileia segue realizando seus trabalhos, articulações e planejamentos com suas secretarias e buscando parcerias com o Governo do Estado. O secretário municipal de cultura, esporte e turismo de Brasileia, Ieve Terranova, esteve em Rio Branco dialogando com a secretária de empreendedorismo e turismo do Acre (SEET), Eliane Sinhasique e com o Manoel Pedro diretor presidente da Fundação de Cultura e Comunicação Elias
Mansour (FEM).

O objetivo das reuniões foi para apresentar o plano municipal de turismo, abertura e remarcação da trilha Chico Mendes e dialogar sobre o Mapa nacional de turismo com aplicação para o Acre.

O secretário de cultura, Ieve Terranova, falou a respeito da reunião.

“Aproveitamos a agenda com a secretária Eliane Sinhasique e com o presidente Manoel Pedro para apresentar o nosso plano municipal de turismo e cultura, as obras que estão sendo executadas em Brasileia com direcionamento para o turismo da cidade e a parceria para reabertura e marcação das trilhas Chico Mendes na Resex. Momento importante e uma parceria fundamental para fomentar a economia no estado e município”, falou Ieve.

O estudo está na fase de levantamento de dados e avaliação da legislação.

Também haverá capacitação dos servidores. Os projetos apresentados voltados para o turismo é para um momento mais oportuno, pós pandemia, com a esperança de que estejam todos vacinados e livre do coronavírus.

Veja Abaixo Matéria Relacionada:

Prefeita Fernanda Hassem e seu vice Carlinhos do Pelado realizam vistorias nas ruas de Brasileia

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Padre Adauto Tavares da cidade de Guaramira fez um desabafo durante uma missa, onde afirmou que o presidente Bolsonaro era um imoral, irresponsável e genocida que tem prazer em matar. ” Em Israel, o 1º Ministro sai nas ruas com um megafone pedindo para o povo ficar em casa, e esse irresponsável sai nas ruas sem máscaras, aglomerando, faltando o respeito com as leis do Brasil, é um homem que não tem moral nenhuma”, disse Padre Adauto. Já o Padre Edson Adélio Tagliaferro da paróquia Nossa Senhora das Dores, em Artur Nogueira – SP, chegou a chamar o presidente de ‘bandido’ e orientou que eleitores dele deviam se confessar. O Padre Edson recebeu apoio nas redes sociais após sofrer ataques de apoiadores de Bolsonaro e ter sido ‘enquadrado’ pelo bispo responsável pela região. O vídeo viralizou nas redes sociais. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.