A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registra 360 casos de infecção por coronavírus nesta segunda-feira, 1º de março, sendo 280 casos confirmados por exame de RT-PCR e 80 testes rápidos. 

Até o momento, o Acre registra 158.104 notificações de contaminação pela doença, sendo que 99.698 casos foram descartados e 512 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 46.682 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 325 pessoas seguem internadas.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Mais 14 notificações de óbitos foram registradas nesta segunda-feira, dia 1º de março, sendo 5 do sexo masculino e 9 do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.012 em todo o estado.

Óbitos do sexo masculino:

Morador de Cruzeiro do Sul, F. F. S., de 51 anos, deu entrada no dia 3 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, vindo a falecer no dia 12 de fevereiro.

F. F. M. F., de 83 anos. Morador de Cruzeiro do Sul, deu entrada no Hospital Regional do Juruá, no dia 25 de janeiro, vindo a óbito no dia 20 de fevereiro.

Morador de Rio Branco, F. G. P. S., de 69 anos, deu entrada no dia 26 de fevereiro, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), vindo a falecer no dia seguinte, 27 de fevereiro.

J. R. B. L., de 51 anos. Morador de Rio Branco, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 25 de fevereiro, e faleceu no dia 27 do referido mês.

Morador de Rio Branco, A. M. S., de 67 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 7 de fevereiro, e veio a óbito nesta segunda-feira, dia 1º de março.

Óbitos do sexo feminino:

Moradora de Cruzeiro do Sul, M. C. B. R., 50 anos, deu entrada no dia 18 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, vindo a falecer no dia 23 de fevereiro.

Moradora de Cruzeiro do Sul, J. A. S., 67 anos, deu entrada no dia 22 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, vindo a falecer no dia 26 do referido mês.

R. P. S., 63 anos. Moradora de Cruzeiro do Sul, deu entrada no dia 24 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, vindo a falecer no dia 26 de fevereiro.

Moradora de Rio Branco, Z. F. S., de 76 anos, deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), no dia 10 de fevereiro, vindo a falecer no dia 27 do referido mês.

Moradora de Rio Branco, H. A. R. S., de 74 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 20 de fevereiro, e veio a óbito no dia 27 de fevereiro.

M. M. Q., de 20 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), no dia 17 de fevereiro, vindo a falecer neste domingo, dia 28 de fevereiro.

Moradora de Rio Branco, F. A. S., de 45 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 13 de fevereiro, e veio a óbito no dia 28 do referido mês.

A. M. L., de 33 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), no dia 21 de fevereiro, vindo a falecer neste domingo, dia 28 de fevereiro.

O nono óbito entre as mulheres é de F. M. S., de 80 anos. Moradora de Capixaba, a idosa deu entrada no dia 27 de fevereiro, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), e faleceu no dia 28 de fevereiro.

Matéria relacionada:

Programa Mais Médicos: Ministério da Saúde irá enviar médicos para dar suporte ao Acre

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Padre Adauto Tavares da cidade de Guaramira fez um desabafo durante uma missa, onde afirmou que o presidente Bolsonaro era um imoral, irresponsável e genocida que tem prazer em matar. ” Em Israel, o 1º Ministro sai nas ruas com um megafone pedindo para o povo ficar em casa, e esse irresponsável sai nas ruas sem máscaras, aglomerando, faltando o respeito com as leis do Brasil, é um homem que não tem moral nenhuma”, disse Padre Adauto. Já o Padre Edson Adélio Tagliaferro da paróquia Nossa Senhora das Dores, em Artur Nogueira – SP, chegou a chamar o presidente de ‘bandido’ e orientou que eleitores dele deviam se confessar. O Padre Edson recebeu apoio nas redes sociais após sofrer ataques de apoiadores de Bolsonaro e ter sido ‘enquadrado’ pelo bispo responsável pela região. O vídeo viralizou nas redes sociais. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.