O Deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB), usou suas redes sociais parabenizar os jovens do cadastro de reserva da Polícia Militar do Acre, pela persistência em acreditar na luta pela tão aguardada convocação.

Em seu perfil, Magalhães disse que essa sexta-feira 26 de fevereiro ficaria marcada na vida dos jovens do cadastro de reserva, e destaca seu empenho para pressionar o governador a fazer o ato de chamamento.

“A sexta-feira do dia 26 de fevereiro vai ficar marcada na vida desses 325 jovens que estavam à espera de convocação do cadastro de reserva da Polícia Militar. Estive sempre ao lado dessa luta, na defesa da convocação, por entender ser justa, necessária e legal. Não havia impedimento para isso. Tratavam-se de vagas de reposição. Fizemos o movimento na Aleac, com audiência pública na Comissão de Serviço Público. Fomos até o acampamento deles no hall da Aleac e de lá, eles saíram gigantes. O governo acenou pela convocação”, disse Edvaldo.

O parlamentar ressaltou que, além da glória, os jovens terão muita luta e servirão bem a sociedade e que a luta pela convocação dos demais segue firme.

“Este dia ficará para a história e anais dos poderes como um dia de glória, mas de muita luta: luta iniciada nas ruas. Seguiremos ao lado dos que ainda não foram convocados. Sei que a tarefa é árdua, difícil e que o governo deixou pra publicar apenas hoje para que tivéssemos poucas chances, mas seguiremos na luta. Contem comigo!

Viva a democracia! Viva a PMAC!”, finalizou o deputado.

Em cerimônia realizada no palácio Rio Branco na manhã desta sexta-feira (26), o governador Gladson Cameli anunciou a convocação dos 325 do cadastro de reserva da Polícia Militar.

Um longa batalha até chegar essa conquista, foi travada pelos aprovados e por alguns parlamentares, entre eles o deputados Edvaldo Magalhães, que foi um dos mais atuantes pela convocação dos mesmos.

Declarações de diretor não convence sobre fura-filas, e deputados vão ouvir secretário a pedido do deputado Edvaldo Magalhães

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Após a repercussão negativa da PEC 186 que tem como proposta a desvinculação de recursos da educação e da saúde criada pelo senador Márcio Bittar para ser aplicado no auxílio emergencial e que gerou uma repercussão negativa, pois querem retirar recursos de classes que já não dispõe de uma grande quantidade de verba, mas sim só do garantido por lei.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.