Assessoria – Visando diminuir os impactos negativos para a população do Acre em relação à enchente, o aumento do número de casos de dengue e à pandemia do novo coronavírus, o deputado federal Jesus Sérgio (PDT) protocolou nesta segunda-feira (22), na Câmara dos Deputados, o requerimento para a criação de uma Comissão Externa destinada a acompanhar a crise humanitária no Estado do Acre.

O Acre enfrenta simultaneamente uma enchente em níveis históricos; descontrole epidemiológico da Covid-19 com superlotação na rede pública de saúde; surto de dengue fora do controle das autoridades de saúde; aglomeração de migrantes de diversas nacionalidades na fronteira com o Peru e o isolamento do Estado com a cheia do Rio Madeira impedindo a ligação rodoviária com os demais estados do Brasil.

“O Acre pede socorro e precisa urgente da ajuda e da união de todos os poderes públicos. Por isso, estou solicitando à Presidência da Câmara uma comissão exclusiva para acompanhar de perto a situação do Acre e assim juntos buscarmos uma solução. Pois, temos que pensar também no período pós-alagação onde muitas famílias que perderam tudo vão precisar do nosso apoio”, justificou Jesus Sérgio.

A Comissão Externa vai acompanhar a situação do avanço da Covid-19. O Acre está com 100% da ocupação de leitos de UTI. Também vai pressionar o governo e o Ministério da Saúde para realizar a vacinação em massa no Estado, bem como, liberar recursos para as prefeituras enfrentarem as enchentes e a dengue.

Além disso, a comissão vai pedir ajuda ao Ministério das Relações Exteriores para tratar com o Peru a liberação dos haitiano que estão no município de Assis Brasil.

A Comissão ainda irá realizar audiências públicas com ministros, visita in loco e acompanhar as ações do governo federal no socorro aos municípios acreanos.

Clique aqui e veja o requerimento de Comissão Externa Jesus Sérgio crise humanitária no Acre.

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo Abaixo: A Petrobras anunciou, mais um reajuste no preço dos combustíveis nas refinarias. A alta e de 10,2%, após reajuste de R$ 0,23. O preço médio do diesel será de R$ 2,58, depois de aumento de R$ 0,34 por litro, uma elevação de 15%. A gasolina já sofreu aumento de R$ 0,42 por litro. Além dos reajustes da Petrobras, houve elevação do etanol anidro e revisão da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “ A Petrobras já promoveu oito aumentos seguidos no preço da gasolina.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.