Baixada do Habitasa em Rio Branco coberto pelas águas do Rio Acre — Foto: Jardy Lopes/Arquivo pessoal

O governo federal reconheceu a situação de emergência na capital acreana e na cidade de Tarauacá, no interior do estado. A portaria de reconhecimento foi publicada nessa quarta-feira (17) no Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves. Do G1 Acre.

No caso de Rio Branco, a declaração de situação de emergência foi feita no último dia 9 pela prefeitura após uma enxurrada que deixou 40 bairros atingidos pelas águas de igarapés que transbordaram.

Com a rápida subida das águas entre os dias 4 e 5 várias casas, lojas, comércios e outros estabelecimentos foram atingidos. De acordo com o decreto assinado pelo prefeito Tião Bocalom, mais de 13 mil famílias foram afetadas pela enxurrada.

Já no caso do município de Tarauacá, a situação de emergência é devido à enchente do rio que leva o mesmo nome da cidade. Por conta de um problema de conexão, Tarauacá e outras cidades do interior estão sem sinal de telefonia e internet desde quarta (17) e, por isso, não é possível atualizar a situação da enchente.

Os últimos dados são de terça (16), quando o Rio Tarauacá já tinha deixado quatro bairros alagados, 17 famílias desabrigadas e mais de 10 mil pessoas atingidas.

Decreto governamental

Na terça (16), o governador do Acre, Gladson Cameli, decretou situação de emergência devido à cheia dos rios que desabriga mais de 150 famílias.

Mesmo antes de ser publicada no diário oficial, a medida foi anunciada pelo gestor no seu perfil oficial no Twitter. O estado acreano vive uma crise nesse início de 2021 com diversos problemas.

“Vamos decretar estado de emergência no Acre por causa das enchentes dos rios, além do problema com a superlotação das unidades de saúde por causa da pandemia, surto de dengue e crise migratória na fronteira”, confirmou o gestor.

Ruas ficaram completamente alagadas após quatro igarapés transbordarem em Rio Branco — Foto: Sergio Ronney/Secom/Arquivo

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo Abaixo: Aconteceu há cinco horas de Assis Brasil, o desaparecimento de um indígena que teria ido se banhas nas águas do Rio Acre e desde então teria desaparecido, o Corpo de Bombeiros fez buscas durante dois dias e na manhã desta quarta-feira, o corpo foi encontrado boiando. De acordo com familiares a vítima estaria sob efeito de bebida alcóolica.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.