Com a região do Alto Acre somando 768 casos suspeitos de dengue, Brasiléia é o mais atingido com 318 casos / Foto: Alexandre Lima

De acordo com os dados do Departamento de Vigilância em Saúde do Acre, a região do Alto Acre composta pelos municípios: Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri já contabiliza 768 casos suspeitos de dengue, situação esta que tem preocupado tanto o Poder Público como os próprios profissionais de saúde, haja vista, que estamos enfrentando uma pandemia.

Dentre os municípios afetados pelo mosquito, Brasileia é o município com o maior número de casos com 318 casos no total e já notificou pelo menos dois óbitos por dengue hemorrágica. Esses dados foram registrados até o dia 6 de fevereiro, devendo ser atualizado posteriormente.

Além de Brasileia, Assis Brasil aparece com 129 casos, Epitaciolândia apresenta o menos número da região com 102 casos e Xapuri aparece como o segundo município mais afetado com 219 casos registrados de dengue.

São casos que apresentaram maior diferença comparado ao mesmo período do ano anterior. O aumento entre os períodos avaliados é de mais de pelo menos 160%.

Mas o que preocupa é o fato de a saúde pública, não só da região mas de todo o estado, estar sobrecarregada com conta da pandemia que tem ocupado a maior taxa de leitos de enfermarias e UTIs.

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo: Acompanhando o nível do Rio Acre no Centro de Rio Branco, que de acordo com a medição da defesa civil, ainda no período da manhã, era de 15, 58 centímetros. Com todo este volume de água, o Rio e seus afluentes já desabriga inúmeras famílias de diferentes bairros da capital. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.