Assessoria – Com o financiamento da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, os jovens escritores da Academia Juvenil Acreana de Letras (AJAL) lançaram, na manhã de sexta-feira, 12, o Concurso Juvenal Antunes de Poesia. A iniciativa é parte integrante do Festival Literário de Jovens Escritores, sob produção-geral da escritora Rayssa Castelo Branco, que é vice-presidente da AJAL.

Em homenagem ao poeta nordestino, que viveu grande parte de sua vida em terras acreanas, Juvenal Antunes, o Concurso é voltado a poetas jovens e adultos residentes no estado do Acre, que receberão premiação em dinheiro, troféus e diplomas por suas obras contempladas. A cerimônia de premiação ocorrerá conjuntamente com a semana do Festival, em Rio Branco, e que resultará na publicação de uma coletânea no formato e-book, ao final do projeto.

Segundo Rayssa, a relevância do Concurso se apresenta a partir da necessidade urgente de iniciativas que incentivem os artistas do Acre. “Essa é uma grande oportunidade de porta de entrada para o início de uma carreira como escritor, a quem nele se inscrever. Por serem duas categorias (infanto-juvenil e adulta), há a possibilidade de descobrir novos jovens talentos na poesia e também valorizar o trabalho de escritores de carreira. Além disso, a temática do concurso será livre, permitindo aos participantes o exercício da plena liberdade de expressão, essencial em tempos de repressão à arte”, explica.

As inscrições ficam abertas do dia 15 de fevereiro ao dia 19 de março. O edital e demais informações se encontram disponíveis nos links abaixo:

Clique aqui e baixe o Edital do Concurso Juvenal Antunes de Poesia
Clique aqui e baixe o Termo de Autorização para menores de 18 anos
Clique aqui e confira a Comissão Julgadora

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora de Brasileia, Neiva Badotti, falou ao plantão 3 de Julho Notícias que esteve na capital Rio Branco, reunida com a coordenação do SAMU para tratar sobre a retirada da ambulâncias da região do Alto Acre que seriam centralizadas apenas em Rio Branco, a parlamentar cita também a situação da epidemia de dengue no município e sobre o aumento do coronavírus. Exercendo seu papel de vereadora, foi na Capital saber da real situação.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.