A empresária Dayanna Menezes, proprietária da maior empresa de vigilância no Acre postou o momento em que comemorava aplicação da primeira dose. Seu esposo Ulysses Araújo foi candidato a governador pelo PSL em 2018 no Acre.

A publicação no Instagram viralizou e logo surgiu as primeiras denúncias de que ela estaria fora do grupo prioritário e, portanto, poderia ser um caso a se investigar pelo MP, que acompanha de perto o cumprimento do cronograma de vacinação.

Dayane postou sendo vacinada na Policlínica da Polícia Militar, fato que intrigou ainda mais a atual comandante da corporação. Milhares de pessoas aguardam ansiosamente para serem vacinadas, principalmente idosos, que fazem parte do grupo mais vulnerável.

O Acre já recebeu mais de 51 mil doses de vacinas e as prefeituras estão responsáveis para dar andamento ao plano de imunização em todo estado.

Muita gente indignada cobram nas redes sociais, uma posição esclarecedora por parte das autoridades de saúde, que até elas mesmas foram pegas de surpresa com a postagem.

Tanto o secretário de Saúde Alysson Bestene, quanto o comandante da Polícia Militar do Acre, disseram que vão abrir uma investigação para apurar as denúncias de Fura Fila da esposa do ex-comandante da Polícia Militar Acreana.

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo: Hospitais do Acre entraram para a lista dos hospitais com 100% de sua capacidade ocupada e sofrem drasticamente devido a grande quantidade de casos graves de pacientes com covid-19. De acordo com informações, 100% dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul, Instituto de Traumatologia do Acre (INTO) e Hospital de urgência e Emergência de Rio Branco (Pronto Socorro) estão todos ocupados.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo: O município de Bujari originou-se no início de 1968/1969, por remanescentes indígenas que se integraram a sociedade ali instalada, com a construção da BR 364, trecho Rio Branco/Sena Madureira. Povoado elevado à categoria de Vila, em 1986. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Bujari, pela Lei Estadual nº 1031, de 28 de abril de 1992, alterado pela Lei Estadual nº 1066, de 9 de dezembro de 1992, que o desmembrou de Rio Branco, assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.