A Prefeitura de Cruzeiro do Sul com o apoio técnico da Defesa Civil, por meio das ações da secretaria de obras do município, deu início na sexta-feira, 05, aos primeiros trabalhos de recuperação dos pontos atingidos com as fortes chuvas que causaram pontos de alagamento e desbarrancamento na cidade.

Nos locais onde houve deslizamento está sendo realizada a cobertura com lona plástica para reduzir a infiltração de mais água, que ocasionaria outros deslizamentos. É o caso do muro da Escola Técnica Flodoardo Cabral. A recomendação da engenharia foi para que não seja mexido no material nesse momento, devido o risco de agravamento da situação. O trabalho permanente da área será realizado tão pronto as condições climáticas permitam.

Em outra casa, no bairro do Telégrafo, a defesa civil determinou a remoção da família por meio de aluguel social.

“A Defesa Civil tem feito esse trabalho, estamos atentos juntamente com o prefeito, ao que tem acontecido nesse período chuvoso. Juntos estamos fazendo o possível para amenizar o sofrimento das pessoas”, disse o coordenador da defesa civil municipal, Lima.

A secretaria de obras também entrou em ação na avenida São Paulo onde várias casas foram atingidas pelo igarapé que cruza a avenida na altura da rua Minas Gerais. Neste local a secretaria municipal de obras está fazendo a limpeza do canal, desobstruindo a bueira que já estava com mais da metade de sua vazão comprometida pelo assoreamento de areia, material vegetal e entulho.

A desobstrução visa evitar que novas chuvas venham a causar mais alagamentos ás residências.

Também está sendo realizado um serviço emergencial ao longo deste canal com roçagem e limpeza com máquinas, iniciado ainda na sexta-feira, continuando no sábado e deve ser concluído na segunda-feira, 08.

Nos locais onde não é possível chegar com as máquinas as equipes irão realizar o trabalho manualmente com homens, enxadas e terçados limpando o entulho para facilitar o fluxo das águas.

“O prefeito Zequinha visitou o local na manhã de sexta-feira e imediatamente acionou a equipe para campo. Este trabalho já é resultado desta visita. Entramos em campo para desobstruir o canal assoreado. Desobstruindo o canal a água vai passar com maior rapidez e evitar alagamentos nas residências das famílias”, disse o secretário municipal de obras, Josinaldo Batista.

Logo após a chuva de quinta-feira,04, assim que identificou os problemas, o Prefeito Zequinha junto determinou que as equipes do município dessem início aos trabalhos de imediato, afim de mimimizar o problema das famílias o mais rápido possível.

“Desde o momento da chuva partimos para campo, onde verifiquei de perto a situação real de cada um desses locais, aos poucos outras informações foram chegando e estamos trabalhando para resolver essas situações desde ontem. Em alguns casos teremos que esperar o período de verão para fazer um serviço definitivo, mas enquanto isso já estamos resolvendo mesmo que de forma paliativa”, explicou o prefeito.

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo: O prefeito da segunda maior cidade do Acre, Zequinha Lima, se pronunciou sobre o decreto com medidas mais rigorosas. O governador do Estado decretou o fechamento do comércio, igrejas, academias e outros. Segundo o Decreto 5.496, durante a Bandeira Vermelha.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.