Após o grande aumento dos casos de contaminação e todas as regionais do estado do Acre regredir para a faixa vermelha, o governador Gladson Cameli não viu outra alternativa a não ser decretar o fechamento do comércio, igrejas e academias. Porém não se trata de loock Down.

Segundo o Decreto 5.496, durante a Bandeira Vermelha estarão autorizados a funcionar estabelecimentos como supermercados, mercantis e congêneres; farmácias; clínicas médicas, psicológicas, odontológicas e veterinárias; espaços de fisioterapia; laboratórios; óticas; oficinas mecânicas no geral; bancos; hotéis; funerárias; postos de combustíveis; lojas de materiais de construção; indústria em geral com atendimento ao público mediante agendamento; além empresas de alimentos, medicamentos, águas, gás, produtos de limpeza, higiene e de EPIs.

Infelizmente, o estado do Acre apresentou um grande aumento de casos de contaminação e óbitos decorrentes da Covid-19 resultando na regressão de faixa e posteriormente afetando de forma direta o comércio. Vale ressaltar que há algumas semanas atrás, o estado do Acre aparecia na faixa amarela e apresentava redução tanto no número de casos como também nos óbitos.

Mas houve uma flexibilização e o coronavirus se disseminou rapidamente sobrecarregando o sistema de saúde em todas as regionais do estado que lamentavelmente está no limite e o leitos de UTI com uma grande porcentagem de ocupação.

O Comitê de de Acompanhamento Especial da Covid-19 destacou que esta medida foi tomada com um único objetivo evitar colapso da saúde pública por Covid-19, tendo em vista que os estados vizinhos Amazonas e Rondônia não estão tendo condições de auxiliar o Acre, caso haja um colapso no sistemas de saúde do estado, pois nem o Amazonas e nem Rondônia dispões de leitos disponível, estão em situações lamentáveis por conta do grande número de contaminados.

Com esta medida, o Governo também tenta quebrar esta corrente de contaminação que tem atingidos muitas vidas e deixado o estado em situação de emergência.

Clique aqui e veja o Decreto Nº 7.849

Veja o Vídeo:

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Um adolescente de apenas 11 anos foi resgatada acorrentado em um barril pela Polícia Militar, os militares foram surpreendidos com uma cena deplorável, tratava-se do garotinho acorrentado sem água e sem comida, apresentando subnutrição e desidratação. A polícia apurou que o garoto era mantido naquela situação há pelo menos 7 anos, quando foi adotado pela família. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.