Governo encaminha ações para dar celeridade a obras em execução; esforço agora é para o transporte de insumos – Foto: Assessoria Depasa

Assessoria – Com o objetivo de otimizar tempo e recursos, o governo do Acre continua mobilizado para dar celeridade às obras em execução no estado.

Em tempos de pandemia e chuvas intensas na região, o momento agora é para aprimorar a logística necessária para garantir a compra dos materiais e insumos necessários para a conclusão dos projetos.

Nesta quarta-feira, 27, os titulares da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento (Seinfra) e do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) reuniram-se com o prefeito de Jordão, Naudo Ribeiro, para detalhar o plano de ação para a conclusão das obras de infraestrutura urbana e saneamento básico no município.

“Estamos cuidando para que, quando chegue o verão, tudo possa se desenvolver dentro da normalidade. O foco agora é transportar insumos para o Jordão, Santa Rosa, Porto Walter e Thaumaturgo, para que no verão a gente possa trabalhar tranquilo”, informou o secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento, Ítalo Medeiros.

A estratégia é aproveitar o período que favorece o transporte fluvial para garantir materiais e insumos necessários, que não são possíveis de serem  transportados no verão. A ação de governo envolve várias secretarias, como o Depasa, que executa convênio que contempla importantes obras de saneamento.

“Há intervenções de engenharia, que precisamos alinhar. E nesse sentido, equipes estão bem afinadas para alcançar a excelência que o governador espera de nós na execução das obras nessas localidades”, enfatizou Ítalo Medeiros.

Para Naudo Ribeiro, a reunião foi um momento importante  para levar ações positivas ao município. “Precisamos muito desse apoio do governo do Estado, para que a gente desenvolva a infraestrutura local”, disse o prefeito, ao reafirmar a parceria para fortalecer as ações do Estado na cidade.

Da reunião para alinhamento das ações para execução de obras no Jordão, participaram o secretário adjunto de Infraestrutura do Estado, Jamerson Lima; a secretária de Finanças do Jordão, Aparecida Cunha; a coordenadora de Planejamento do município, Reviane Farias; e o advogado Andrey Macedo, representando o titular da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Ricardo Brandão.

Infraestrutura urbana e saneamento básico

Com recursos do Banco Mundial e da Fundação Nacional e Saúde (Funasa), o governo, por meio do Depasa e Seinfra, executa ousado projeto de saneamento integrado no Jordão.  As obras contemplam a ampliação do sistema de abastecimento de água potável, implantação do sistema de esgotamento sanitário, drenagem de águas pluviais e pavimentação de vias urbanas.

Atualmente, o sistema de abastecimento de água do município conta com uma estação de tratamento que capta água do Igarapé São João e tem capacidade para tratar até 45 litros de água por segundo, atendendo cerca de 1.200 usuários do Depasa.

A obra de ampliação prevê a construção de mais cinco quilômetros de rede para atender 393 novos domicílios, que, assim como os demais usuários, passarão a receber água captada do Rio Tarauacá.

“São procedimentos importantes, que já começam a mudar a realidade de quem mora no local; além das intervenções de estrutura, nossa meta é garantir água com a melhor qualidade para a população”, destacou a presidente do Depasa, Waleska Dessotti, ao agradecer o empenho do governador Gladson Cameli e demais instituições envolvidas na execução do projeto de saneamento integrado no interior do estado.

Mais empregos

No Jordão, a retomada das obras no período pós-pandemia deve gerar pelo menos cem empregos diretos, impactando positivamente a economia e o desenvolvimento local. Além das obras na localidade, ainda com recursos do Banco Mundial, o governo do Acre executa obras de infraestrutura e saneamento em Santa Rosa e Porto Walter. A iniciativa também contemplou  Marechal Thaumaturgo, onde a execução das obras já foi concluída.

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Boa parte das autoridades acreanas estão se manifestando apenas a respeito do Coronavírus, o que é de extrema importância, porém há uma outra ameaça à vida dos acreanos que é a dengue, onde o número de casos chega a ser assustador e infelizmente até óbito foi registrado. Dengue Trata-se de uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Ela não tem tratamento específico, causa sintomas como febre alta e dores no corpo e pode até matar. Sua incidência aumenta no verão, em dias quentes e úmidos.

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Apesar do decreto do governo do estado com relação ao toque de recolher, as pessoas estão se adaptando às mudanças. Só devemos ter cuidado com as fake news para não tomarmos atitudes desnecessárias, devemos sempre nos cuidar contra a covid-19. A covid-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves.

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro, e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro, e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro, e compartilhe.