A assessoria de comunicação do Ministério da Saúde informou que “a proposta está em análise no departamento de logística devido às peculiaridades técnicas” – Foto: Reprodução/Brasil 247

Brasil 247 – O sistema de saúde de Manaus está em colapso desde o dia 14 de janeiro, com UTIs superlotadas, falta de vagas em hospitais e falta de oxigênio nas UTIs. Nos dias 16 e 18 de janeiro o Ministério da Saúde e o governo do Amazona receberam ofertas de três aeronaves, sendo duas da ONU (Organização Nações Unidas) e uma do governo dos Estados Unidos (EUA), para transportar de forma mais rápida oxigênio até o Amazonas. No entanto, resposta do que deveria ser dada pelo governo federal, segue sob análise até hoje.

De acordo com reportagem do UOL, que teve acesso a uma troca de emails entre a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas e a representante do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) no Brasil, Florence Bauer., em que os representantes do estado têm a confirmação de apoio logístico para o transporte de oxigênio com a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) por via aérea. Ambos os órgãos são ligados à ONU.

No email do dia 16 de janeiro, Bauer informa que dois cargueiros (Boeing 767 e Boeing 737) foram oferecidos ao Ministério da Saúde. “Espero que possa ser viabilizada rapidamente junto ao ministério”, afirma a representante do Unicef na mensagem.

A assessoria de comunicação do Ministério da Saúde informou que “a proposta está em análise no departamento de logística devido às peculiaridades técnicas”.

A reportagem salienta ainda que no dia 18 de janeiro, o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) publicou em suas redes sociais uma terceira oferta de ajuda para transportar oxigênio para o Amazonas. No Twitter, ele diz que o governo do Amazonas havia pedido à embaixada americana uma aeronave para levar o insumo e que “intercedeu junto ao Itamaraty para acelerar os trâmites”.

No mesmo dia, o deputado postou que a embaixada americana “já havia disponibilizado a aeronave para o transporte de oxigênio”. “Faltando apenas o Ministério da Saúde confirmar a necessidade da aeronave”, afirmou o parlamentar em sua rede social.

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Governador Gladson Cameli gravou vídeo para esclarecer a forma com ocorrerá a imunização no estado, quem é prioridade, quem são os próximos a receber a vacina e quem não deve tomar agora no primeiro momento. O Governador Gladson Cameli fala ainda sobre a segunda remeça de vacina que chegou no Acre e pede que a população se cuide. Lave bem as mãos e use álcool em gel.

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: