Ministério da Saúde, que receitava “tratamentos precoces” contra a Covid-19 sem alguma comprovação científica – Foto: ABr | Reprodução

Brasil 247 – Jair Bolsonaro e seu ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sofreram mais uma derrota em seu gerenciamento da pandemia da Covid-19.

Desta vez, o aplicativo TrateCov foi retirado do ar, após pedido à Justiça Federal protocolado pelo deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ). 

O aplicativo receitava “tratamentos precoces” contra a Covid-19, como o medicamento hidroxicloroquina, mesmo sem haver algum embasamento científico.

O site da TrateCov, no entanto, continua no ar.

“Pazuello tem que responder por crime contra a saúde pública”, disse Freixo em postagem ontem (20), onde anunciou a ação. 

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: O amor é a força mais poderosa da existência humana. Sem ele perdemos nossa humanidade. É o sentimento que dar sentido a vida, que nos une, que nos torna feliz, mas que pode também nos trazer tristezas e traumas.

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: