Outros estados ainda verificam quantos prematuros conseguiriam receber -Foto: Reprodução/Internet

O Amazonas avisou aos outros estados que precisa transferir pelo menos 60 bebês prematuros. Eles estão internados em Manaus e também correm o risco de ficar sem oxigênio. As informações e da CNN Brasil.

O pedido para que governadores chequem se há leitos de internação neonatal disponíveis foi feito na manhã desta sexta-feira (15).

O presidente do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e secretário de saúde do Maranhão, Carlos Lula confirmou a informação.

Segundo ele, o Maranhão vai conseguir receber de cinco a dez bebês. A logística para viabilizar a transferência ainda não foi definida. Outros estados ainda verificam quantos prematuros conseguiriam receber.

E Veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Nas últimas 12 horas, o estado do Amazonas tem enfrentado momentos de grande terror, considerado por muitos como “dia semelhante ao fim do mundo”, isso porque o desespero foi tão grande que tomou conta tanto dos profissionais da saúde como também dos familiares de pacientes acometidos pela covid-19. Diante do grande número de casos considerados graves da doença ao mesmo tempo, o sistema de saúde do estado colapsou, resultando na falta de oxigênio nos hospitais de Manaus e consequentemente no óbito de muitos pacientes por asfixia. 

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Instagram 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: