Assessoria – A Secretaria de Empreendedorismo e Turismo (Seet) informa que os microempreendedores individuais (MEI) tem até o dia 31 de maio de 2021 para enviar a declaração anual de rendimentos (DASN-Simei) no portal do governo federal.

No formulário, é necessário dar informações sobre o faturamento que o microempreendedor teve em 2020 com a venda de mercadorias e prestação de serviços, sem dedução de nenhuma despesa. “O procedimento é a prestação de contas do faturamento bruto do negócio em 2020”, explica a secretária Eliane Sinhasique.

Para preencher o formulário, no portal Simples Nacional, acesse o menu Simei: Serviços > Cálculo e Declaração > DASN-Simei Declaração Anual para o MEI.

É recomendado que os empreendedores anotem a cada mês o seu faturamento bruto para, na época da declaração, ficar mais fácil fazer a soma dos valores.

Os contribuintes do MEI que tiverem dúvidas sobre como fazer a declaração podem obter informações no Portal do Empreendedor ou pelo telefone 0800 570 0800.

Não fique inadimplente

Se o MEI não fizer a declaração dentro do prazo, pagará multa por atraso, que será expedida pela Receita Federal. O valor da penalidade para quem não entregar (DASN-Simei 2021) é de no mínimo de R$ 50 ou 2% ao mês-calendário.

MEI inadimplente perde os benefícios adquiridos com a formalização como, por exemplo, o direito à Previdência Social. De acordo com a (Resolução 44/2018 ), o MEI inadimplente terá seu CNPJ suspenso por 95 dias. Após esse prazo, caso ainda continue inadimplente, a baixa (cancelamento) acontecerá definitivamente.

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Filho de Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro acentua sua submissão ao atual presidente dos Estados Unidos, que pode sofrer um impeachment a toque de caixa nesta semana.

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Instagram 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: