O autônomo Rafael Severino de Araújo, de 20 anos, escapou por pouco de levar um choque elétrico nessa segunda-feira (4) em Xapuri, no interior do Acre. O rapaz saía da casa de um tio de moto, no bairro Raimundo Hermínio de Melo, com um filhote de cachorro, e seguia para a zona rural da cidade quando alguns fios de alta tensão começaram a cair de um poste de energia.

Para não ser atingido, Araújo pulou da motocicleta em movimento com o animal e caiu na rua. Os fios acabaram caindo em cima do veículo. Nem o rapaz e nem o cachorro se machucaram.

Nesta terça-feira (5), o autônomo contou que levava o cachorro para um amigo. Ele disse que seguia a viagem em baixa velocidade, ouviu um estrondo e logo viu os fios de alta tensão se desprendendo do poste.

“Escutei um negócio estalando e os fios caindo. Quando vi os fios caindo joguei a moto para um lado e pulei para o outro com o cachorro. Ficou todo mundo bem, só Deus que me deu outra vida. Os fios pegaram na moto, nos pneus e em outra parte de borracha”, relembrou.

Após o susto, o rapaz acionou uma equipe da Polícia Militar, que esteve no local e isolou a área até a chegada dos trabalhadores da Energisa.

“Só bati a perna, mas minha moto entortou um pouco e arranhou também. Não sei o que aconteceu, a polícia foi lá e a Energisa também e os fios foram arrumados, mas não arcaram com nenhum dano”, destacou.

A Empresa Energisa Acre, por meio de nota, informou que recebeu o chamado sobre os cabos partidos no bairro Hermínio de Melo. Após 14 minutos, uma equipe de manutenção teria chegado ao local indicado, onde foi constatados que os cabos estavam caídos sobre a via. Imediatamente a equipe iniciou os reparos da rede de distribuição e o fornecimento de energia elétrica foi normalizado na região.

Ainda na nota, a Energisa reforçou ‘que em caso de qualquer situação de risco, os clientes devem entrar em contato com a distribuidora, por meio do telefone 0800-647-7196 (funciona 24h) ou pela Gisa através do Whatsapp 68-99233-0341 que funciona de segunda a sexta-feira das 7h30 às 16h’.

2ª vida

Ainda sem acreditar no que aconteceu, Araújo falou que se estivesse em uma velocidade maior, talvez não teria dado tempo de pular da moto.

“Se tivesse caído em cima de mim, não estaria conversando essa hora. Ano novo e vida nova, nasci de novo. Foi um grande susto”, concluiu. Do G1 Acre.