Assessoria – Equipes de sondagem e fiscalização da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) aprovaram nesta segunda-feira, 4, o serviço de reforço estrutural do solo onde será construída mais uma ala de enfermarias do Pronto-Socorro de Rio Branco. A aprovação permite a continuidade dos serviços e dará celeridade ao processo de ampliação do hospital.

O serviço foi necessário desde a detecção de problemas na resistência do solo, o que poderia comprometer a segurança e durabilidade da estrutura. Com o estudo e novas sondagens, a solução foi a criação de um projeto para reforço estrutural das fundações, elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur).

“Após a elaboração do projeto, nós executamos o serviço de reforço do solo que, depois de desenvolvido, foi aprovado pelos nossos projetistas e a fiscalização em seguida autorizou a empresa a dar seguimento aos trabalhos. Foram injetados 100 quilos de cimento por furo, garantindo a resistência necessária para dar celeridade aos trabalhos de ampliação do Pronto-Socorro”, explicou Denis Amorim, chefe do Departamento de Obras da Seinfra.

O investimento para a continuidade da ampliação, reforma e verticalização do Pronto-Socorro corresponde a pouco mais de 9 milhões de reais e tem o prazo de 24 meses para a conclusão, a contar da data de início dos serviços, considerando também as interrupções. Segundo o projeto, serão construídas 29 enfermarias múltiplas e 4 com isolamentos, totalizando 116 novos leitos. A obra está sendo executada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e a fiscalização ficou por conta da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).