Atual Mister Teen Acre, Rafael Berlim foi afastado do título após denúncia de estupro em exposed na internet — Foto: Arquivo pessoal

O atual Mister Teen Acre, Rafael Berlim, foi afastado do título nesta segunda-feira (4) pela coordenação estadual do concurso após ser alvo de denúncias de estupro.

Postagens no Twitter com a hashtag #Exposed, usada para denunciar pessoas por estupro e crimes sexuais, foram feitas nesse domingo (3) por uma pessoa que seria amiga da vítima. Em áudios publicados, a suposta vítima relatou que estava dormindo sozinha quando acordou assustada ao sentir que estava sendo estuprada por Berlim.

Em nota, a coordenação informou que destituiu o título de Mister Teen Acre do atual mister até que se resolva a situação.

“Esperamos que tudo seja esclarecido e desde já externamos o nosso repúdio a este caso, uma vez que não compactuamos com tal ato, e que também estamos tentando entender toda a situação”, disse a nota.

O coordenador do concurso, Sidney Lins, disse que a medida foi tomada após um pedido da coordenação nacional. “Não há nada comprovado, mas é algo que compromete a idoneidade moral do candidato. Então, preferimos deixar com que as autoridades tomem as providências, mas da nossa parte, como coordenador, nós já anunciamos a saída dele e destituímos do título”, afirmou.

Berlim recebeu o título de Mister Teen Acre em outubro do ano passado e chegou a participar da seleção nacional do concurso em novembro de 2020.

Postagens no Twitter com a hashtag #Exposed denunciaram atual Mister Teen Acre por estupro — Foto: Reprodução/Twitter

Relatos da suposta vítima

Na postagem com a #Exposed, a pessoa não identifica a suposta vítima e diz que cortou algumas partes do áudio e modificou a voz para evitar a exposição dela. A data que teria ocorrido o fato também não foi divulgada.

“Ontem fui beber com uns amigos da Andressa e senti sono, porque não consegui regular meu sono, aí queria dormir. Quando fui dormir, dormi tranquila e acordei cedo, mas só acordei porque aconteceu isso. Esse menino não estava no rolê no começo, estava só uma galera. A Andressa foi dormir no quarto com o boy dela e eu peguei e fui dormir no quarto sozinha”, conta.

Ela completa dizendo que acordou ao sentir dor.

“Acordei, velho, com o cara tentando penetrar em mim. Eu estava sentindo a dor e na hora que eu acordei, ele conseguiu penetrar e estava doendo muito”, conta a suposta vítima.

Ainda no áudio, a menina relata que acordou tonta, pediu que ele parasse e ele chegou a segurá-la pelo pescoço. Em seguida, ela conseguiu se soltar e correr para dentro do banheiro.

Um tempo depois, os amigos que estavam na casa chegaram no quarto que ela estava e ela contou o que tinha acontecido. Ao perguntarem ao rapaz o que tinha acontecido, ele disse que estava arrependido e que queria pedir desculpas à menina.

“Foram lá no quarto, me deram água e falaram que ele queria falar comigo. Aí eu disse que não queria olhar para cara dele, porque ia socar a cara dele. Aí ele não veio. Eu saí para beber água, ele veio pegar na minha mão e pediu desculpa. Eu disse que não ia desculpar. Mana, ele apareceu do nada lá, ninguém chamou ele”, disse.

A delegada Elenice Frez, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), para saber se ela tinha recebido denúncia sobre o caso e ela informou que, até esta segunda, não teve conhecimento de nenhum boletim de ocorrência registrado contra Rafael Berlim na Deam.

Por Iryá Rodrigues, G1 Acre