Como uma das últimas ações da gestão, o prefeito da cidade de Porto Walter, José Estephan Barbary, mais conhecido por Zezinho Barbary, aumentou o salário do próximo gestor em mais de 43%.

A portaria do decreto, publicada no Diário Oficial do Acre (DOE) na quarta-feira (30), traz aumento ainda para o vice-prefeito, secretários e vereadores da cidade.

A decreto fixa o valor do salário bruto do prefeito em R$ 12,8 mil, do vice-prefeito em R$ 8,6 mil e dos secretários em R$ 6,4 mil. Antes, os gestores ganhavam R$ 8,4 mil , R$ 5 mil e R$ 4,2 mil, respectivamente.

Já o salário dos vereadores ficou em R$ 3.250 e do presidente da Câmara R$ 3,8 mil. A medida entrou em vigor após a publicação do decreto.

Zezinho Barbary ficou na gestão de Porto Walter durante oito anos. O prefeito eleito nas eleições municipais, que ocorreram no dia 15 de novembro, foi Cesar Andrade (MDB) e o vice-prefeito Guarsonio Melo. Barbary confirmou que o próximo gestor é aliado dele e os dois são do mesmo partido.

Barbary justificou que o prefeito da cidade tem um dos menores salários do estado. Segundo ele, durante os oito anos de gestão teve o salário líquido de R$ 6,3 mil.

“Passei oito anos e o que fiz foi reduzir o salário. Quando assumi, o salário era de R$ 12 mil e reduzi para R$ 8,4 mil. Em 2016, a Câmara aprovou e reduzi novamente. Agora, o salário está defasado, a Câmara fez o projeto e eu sancionei”, justificou.

O prefeito afirmou que fica a cargo do próximo gestor decidir se mantém ou não o salário nesse valor. Em geral, prefeito fez uma boa avaliação da gestão dele. “Se ele quiser pode fazer o que fiz quando entrei, a decisão é dele. Estou saindo da prefeitura com o dever cumprido, com muitas inaugurações, sendo que algumas nem consegui ir no evento”, afirmou.

Queima de fogos

Outra decisão tomada por Barbary foi manter a tradicional queima de fogos em Porto Walter. Ele disse que cancelou a festa de revéillon com os shows e apresentações artísticas por conta da pandemia, mas a cidade vai ter uma oração e queima de fogos na Praça da Imaculada Conceição, que fica às margens do Rio Juruá.

A cidade de Porto Walter tem mais de 300 casos de Covid-19 confirmados. Apenas duas pessoas morreram vítimas da doença no município.

“Não vamos ter nada de festa, só a queima de fogo. Antes da queima de fogos, vamos reunir os padres e pastores para uma oração. Essa queima de fogos é tradicional, estamos com o índice baixo aqui e não vejo porque não fazer. Não vai ter aglomeração, vai ter a queima de fogos com distanciamento, máscaras e álcool em gel”, garantiu.

Por Aline Nascimento, G1 Acre