O carpinteiro José da Cruz Teixeira, de 48 anos, morreu após receber uma descarga elétrica na tarde desta terça-feira (29) ao encostar em um poste de energia na cidade de Tarauacá (AC). O acidente ocorreu no bairro Senador Pompeu, um dos atingidos pela enchente do Rio Tarauacá.

A vítima tinha chegado de Goiânia (GO) recentemente, onde trabalhava, para passar o fim de ano com a família no interior do Acre. Ele estava com parentes no Centro da cidade.

Na tarde desta terça, Teixeira foi ajudar outro morador a sinalizar a rua e avisar para a população que o poste estava dando choque, segundo a família. Acidentalmente, o carpinteiro encostou no poste elétrico e recebeu a descarga.

Ele foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levado com vida para o hospital. Contudo, Teixeira teve uma parada cardiorrespiratória e morreu a caminho da unidade de saúde.

“Ele foi colocar uma sinalização na rua para avisar que o poste estava dando choque, encostou no poste e caiu na água. Ele trabalhava como carpinteiro em Goiânia e tinha chegado recentemente para passar o fim de ano com a família”, lamentou o sobrinho do carpinteiro e enfermeiro, Iago Correia.

Iago Correia explicou que estava de plantão no hospital quando soube do acidente. Quando o tio chegou, ele falou que fez questão de entrar na sala para tentar ajudar, mas, infelizmente, o carpinteiro já estava sem vida.

“Quando chegou no meu plantão já estava sem vida, mas cumprimos o protocolo de 30 minutos de ressuscitação”, resumiu abalado.

A família da vítima informou também que a Energisa desligou parte da rede elétrica dos bairros inundados pelo rio e que tinha informado sobre a situação do poste de energia.

Uma equipe chegou a ir no local na segunda-feira (28), mas não teria resolvido o problema. A Energisa informou que apura as informações sobre o caso e deve ser pronunciar ainda nesta terça.

Energisa

Em nota, a Energisa informou que suspendeu o fornecimento de energia elétrica apenas em parte dos bairros Senador Pompeu e Triângulo atendendo a critérios de desligamento. “Os desligamentos ocorrem somente nos locais onde são atingidos os critérios para suspensão do fornecimento de energia. A iniciativa visa garantir a segurança da população e das equipes que estão trabalhando nos locais”.

Conforme a Energisa, a empresa acompanha junto às autoridades a investigação sobre as causas do acidente. “A Distribuidora reforça que qualquer contato com a rede elétrica oferece risco e, durante uma enchente, esse perigo aumenta, podendo ocasionar acidentes fatais”, afirma.

A empresa pede que em caso de dúvida sobre os locais que estão desligados ou sobre o que fazer ao ver um cabo partido ou qualquer outro risco de choque elétrico, entre em contato através do 0800-647-7196.

Por Aline Nascimento, G1 Acre